Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Covid-19: Sobe para dois o número de mortos na Misericórdia de Sines

O número de vítimas mortais do surto de covid-19 na Misericórdia de Sines, Setúbal, subiu hoje de um para dois, com a morte de um utente, tendo ainda sido detetados seis novos infetados, informaram as autoridades.

Covid-19: Sobe para dois o número de mortos na Misericórdia de Sines
Notícias ao Minuto

21:28 - 29/10/20 por Lusa

País Covid-19

A vítima mais recente deste surto é uma idosa, com mais de 80 anos, que se encontrava hospitalizada, desde domingo, no Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, onde, na segunda-feira, já tinha falecido uma outra utente.

"Além de ser uma pessoa de alto risco, devido ao seu estado de saúde, apresentava também comorbilidades" refere a Câmara Municipal de Sines, Autoridade de Saúde Pública local e Misericórdia de Sines, num comunicado conjunto divulgado ao final do dia de hoje.

Com esta morte subiu para dois o número de óbitos deste surto de covid-19 na instituição, que identificou mais seis novos casos de infeção com o novo coronavírus Sars-Cov-2, em resultado dos 284 testes realizados esta quarta-feira a residentes e trabalhadores de várias valências da Misericórdia de Sines.

"Dos 284 testes à covid-19, realizados durante o dia de ontem [quarta-feira], foi detetado um utente positivo, na área onde foram detetados os primeiros dois casos, não se registando casos positivos entre os residentes das restantes alas e valências da instituição", explicam as três entidades.

Relativamente aos trabalhadores testados "há a registar mais cinco novos casos positivos", fazendo subir para 50 o número total de casos deste surto, dos quais 38 utentes (dois óbitos) e 12 funcionários da instituição.

De acordo com os responsáveis, "a existência de funcionários infetados e em isolamento profilático exige que sejam providenciados meios complementares para o regular funcionamento da instituição", estando a Segurança Social "a assegurar a disponibilização de recursos humanos para auxiliar nos cuidados aos residentes do lar".

No comunicado, a Câmara de Sines garante "todas as condições logísticas para o acolhimento dos meios humanos disponibilizados pela Segurança Social" e o apoio financeiro à Misericórdia "no sentido de serem contratualizados os serviços especializados complementares para o normal funcionamento das valências".

Por seu lado, a instituição de apoio social decidiu suspender novamente todas as visitas e disponibilizar uma linha telefónica dedicada à prestação de informações aos familiares dos residentes.

O surto de covid-19 no Lar Prats da Misericórdia foi identificado no domingo com os primeiros dois casos de utentes infetados, acabando ambos por falecer no Hospital do Litoral Alentejano.

Na sequência destes dois casos, foram realizados mais de 100 testes de rastreio ao novo coronavírus SARS-CoV-2, entre utentes e profissionais do lar, tendo sido detetados mais 35 utentes e sete funcionários com o vírus que provoca a covid-19.

No Lar Prats da Misericórdia de Sines, que tem 200 residentes, foram realizados na quarta-feira testes a todos os residentes e trabalhadores de todas as valências da Misericórdia de Sines, cujos resultados foram hoje divulgados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório