Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2020
Tempo
26º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Sindicato dos médicos quer que testes à população de Mora feitos na vila

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) apelou hoje a que os testes à covid-19 a habitantes de Mora, onde surgiu um surto, sejam feitos na localidade e não na unidade em Évora "onde se referenciam doentes suspeitos".

Sindicato dos médicos quer que testes à população de Mora feitos na vila
Notícias ao Minuto

13:44 - 15/08/20 por Lusa

País Covid-19

"Chegou ao conhecimento do Sindicato Independente dos Médicos que as autoridades de saúde pública estão a obrigar a população de Mora a recorrer ao covidário de Évora onde se referenciam os doentes suspeitos de covid-19", lê-se num comunicado enviado à agência Lusa e assinado pelo secretário-geral do SIM, Jorge Roque da Cunha.

Segundo o dirigente sindical, "esta atitude põe em perigo a população" e "também põe em causa a capacidade de trabalho" de um médico, um enfermeiro e um administrativo, que, "em quatro horas, são obrigados a ver mais de 40 suspeitos".

No comunicado, o SIM apela a que os testes a habitantes de Mora, no distrito de Évora, sejam feitos na localidade, "não misturando os circuitos".

O número de pessoas infetadas com covid-19 na vila de Mora subiu na sexta-feira para 30, com três delas internadas no hospital, incluindo uma em cuidados intensivos, segundo o presidente do município.

Os novos quatro casos positivos (eram 26 na quinta-feira) foram detetados nos cerca de 40 testes realizados na quinta-feira e cujos resultados foram conhecidos na manhã de sexta-feira, indicou Luís Simão, em declarações à agência Lusa.

Segundo o presidente da câmara municipal, o número de pessoas internadas no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) subiu para três (mais uma), com uma delas na unidade de cuidados intensivos.

Os casos positivos de covid-19 em Mora são de "pessoas da comunidade", sendo "a maior parte familiares e elementos dos agregados" dos primeiros infetados na vila, referiu, indicando que os testes vão continuar a ser feitos nos próximos dias.

O edifício dos Paços do Concelho, a Oficina da Criança, a Casa da Cultura e os equipamentos desportivos de Mora estão encerrados, pelo menos, até segunda-feira, por precaução, devido ao surto de covid-19 detetado na vila.

Também o Plano Municipal de Emergência já foi ativado, na sequência de uma reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil, realizada na terça-feira, para lidar com este surto.

Além dos serviços municipais, também fecharam temporariamente as portas, por precaução, o Centro de Atividades de Tempos Livres de Mora e alguns estabelecimentos comerciais.

Portugal contabiliza pelo menos 1.772 mortos associados à covid-19 em 53.783 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório