Meteorologia

  • 06 AGOSTO 2020
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 35º

Edição

AO MINUTO: Acabou "pesadelo" de Tânia. Mais 1.233 mortes no Brasil

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Acabou "pesadelo" de Tânia. Mais 1.233 mortes no Brasil

Com mais oito mortes registadas nas últimas 24 horas, Portugal regista esta quarta-feira um total de 1.676 óbitos associados ao novo coronavírus. O boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS) indica que há mais 375 infetados com a doença (dos quais 288 em Lisboa e Vale do Tejo), o que faz aumentar o total de casos positivos, desde o início da pandemia, para 47.426. 

No mundo, segundo os últimos dados, a pandemia matou pelo menos 579.938 pessoas e infetou mais de 13,4 milhões em todo o mundo, quando os surto espoletou na China.

Quanto à 'app' de rastreio à Covid, há novidades. Foi hoje avançado que pode chegar a Portugal ainda este mês para para Android e iOS.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00-  Boa noite! Este registo chega agora ao fim, mas será retomado um novo na manhã de quinta-eira. Mantenha-se em segurança (mantenha o distanciamento social, lave as mãos frequentemente, use máscara quando for necessário e mantenha uma boa etiqueta respiratória) e se tiver sintomas associados ao novo coronavírus (febre e tosse, principalmente) contacte as autoridades de saúde. 

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h55 - Pode consultar nos mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus no país e no mundo.

23h45 - Maria de Belém, que foi ministra da Saúde e para a Igualdade, e presidente da Assembleia-Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), comentou, em entrevista ao Notícias ao Minuto, a articulação entre o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e órgão da Saúde das Nações Unidas, durante a pandemia, numa relação com "hesitações naturais".

"Só quem não tem problemas graves para gerir é que acha que poderia ter corrido tudo sobre rodas", disse, deixando críticas à posição que tem sido assumida pelos Estados Unidos. "Não se pode é ter a maior potência mundial com um desempenho desta natureza, é uma vergonha", apontou, considerando que "aqueles que culpam a OMS de tudo estão a tentar libertar-se de culpas"

23h30 - O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, prometeu hoje aos sindicatos dos motoristas de mercadorias que irá acompanhar as situações de 'lay-off' simplificado no setor, com o Ministério do Trabalho, para impedir ilegalidades.

23h20 - O epidemiologista Anthony Fauci considerou hoje que a tentativa da Casa Branca em descredibilizá-lo é "bizarra" e apelou: "Vamos parar com este absurdo".

22h56 -  A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em alta, com os investidores entusiasmados com os resultados trimestrais do Goldman Sachs e tranquilizados por um anúncio da biotecnológica Moderna sobre o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus.

22h50 - Testes em assintomáticos: Está em curso um estudo, na Universidade da Califórnia, para descobrir se um teste à saliva é suficiente para identificar o novo coronavírus em pacientes assintomáticos. Tratar-se-ia de um teste mais simples e menos incómodo do que o teste nasal. 

22h45 - Economia nos EUA: A atividade económica nos EUA recuperou na maior parte do país, mas continua bem abaixo do nível anterior ao da pandemia e a enfrentar elevados níveis de incerteza, relatou hoje a Reserva Federal (Fed)

22h40 - O Consulado-Geral de Angola na cidade brasileira do Rio de Janeiro informou hoje que dois autocarros já partiram da capital 'carioca' em direção a São Paulo com pelo menos 84 pessoas que serão repatriadas do Brasil para Angola devido à pandemia.

22h30 - Dados do Brasil:  Nas últimas 24 horas, morreram mais 1.233 pessoas no Brasil devido ao novo coronavírus. De acordo com os dados do Ministério da Saúde, surgiram 39.924 novos casos da doença. Com esta atualização, o país alcançou a marca de 75.366 óbitos e 1.966.748 casos de Covid-19. 

21h40- O presidente Jair Bolsonaro realizou um novo teste esta terça-feira e o resultado deu positivo para a Covid-19,  confirmou o próprio à CNN Brasil. O exame foi realizado na manhã de terça-feira, dia 14, e o resultado foi conhecido no mesmo dia à noite.

21h25 - Quatro meses e 16 testes depois, "acabou o pesadelo" de Tânia. A jovem, natural de Tavira, viveu todo esse tempo em isolamento e só neste dia 15 de julho se pôde reencontrar com o marido e os dois filhos. 

21h00 - ATUALIZAÇÃO GLOBAL:  A pandemia do novo coronavírus já matou pelo menos 579.938 pessoas e infetou mais de 13,4 milhões em todo o mundo desde dezembro. Destes, 7.264.600 agora são considerados curados. Os países com mais óbitos nas últimas 24 horas são o Brasil, com 1.300 mortes, o México (836) e os Estados Unidos (787).

20h55 - Consultas não presenciais aumentaram 65% face a 2019.  O Serviço Nacional de Saúde (SNS) assegurou "mais de oito milhões de consultas não presenciais" desde o início do ano, representando um aumento de 65% face a 2019, disse a Secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira.

Na conferência de imprensa sobre a pandemia da Covid-19, Jamila Madeira disse também que, desde o início do ano, a linha SNS 24 deu resposta a cerca de 1,4 milhões de chamadas e a plataforma de acompanhamento de doentes Trace Covid registou, em média, cerca de cinco mil utilizadores ativos por dia. Foram ainda realizadas 1,45 milhões de vigilâncias por telefone.

20h50 - Segundo o Governo, a rede nacional de cuidados integrados na Autoridade Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, tem a seguinte capacidade: 

  • 149 camas de convalescença 
  • 228 camas de média duração e reabilitação
  • 442 camas de longa duração e manutenção
  • 518 respostas de equipas de cuidados continuados integrados
  • 10 respostas em saúde mental

20h45 - Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais 62 casos de infeção pelo novo coronavírus, elevando o total para 1.330, mantendo os nove óbitos, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

20h40 - Cabo Verde registou mais 58 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, aumentando o acumulado desde 19 de março para 1.837, informou hoje o diretor nacional de Saúde. 

20h30 - Autarca de Paços de Ferreira reage a acusações. Humberto Brito recorreu ao Facebook para explicar a situação aos munícipes, após os Bombeiros de Paços de Ferreira o terem denunciado por incumprimento do isolamento profilático. Autarca diz que o que os elementos dos bombeiros "estão a querer fazer é de uma baixeza inacreditável".

20h10 - O governador de Oklahoma, Kevin Stitt, que participou recentemente num comício eleitoral do Presidente dos Estados Unidos Donald Trump e que não obriga ou recomenda o uso de máscara naquele Estado, anunciou hoje estar infetado com a Covid-19.

19h58 - Angola declara transmissão comunitária no país e aumenta para 576 casos. O ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República declarou hoje a circulação comunitária da covid-19 em Angola, no dia em que foram detetados mais 35 casos, somando um total de 576.

19h46 - FC Porto - Sporting junta centenas de adeptos. Esta quarta-feira disputa-se, no Porto, o jogo que pode dar o título de campeão aos dragões. Nas imediações do hotel onde se encontrava instalada a equipa do FC Porto reuniram-se centenas de pessoas, que aguardavam a partida dos jogadores para o estádio.

Este ajuntamento acontece numa altura em que é recomendado o distanciamento social para evitar o contágio pela Covid-19. A Direção-Geral da Saúde apelou, por várias vezes, que os festejos sejam contidos, uma vez que muitos surtos ocorrem em grandes celebrações.

"As circunstâncias de comemoração do campeonato ou de outra efeméride são as mesmas. As recomendações que fazemos são as recomendações internacionais: que as pessoas evitem ajuntamentos e tenham sempre atenção ao uso de máscara", disse a diretora-geral da Saúde.

19h42 - Atualização em França. O país reportou esta quarta-feira mais 91 óbitos causados pelo novo coronavírus, dos quais 26 ocorreram nos hospitais, nas últimas 48 horas. A esse número, há a acrescentar 65 mortes que ocorreram em lares e estabelecimentos de cuidados desde a passada sexta-feira.

19h16 - Governo espanhol recorre a Exército para impedir surto de Covid-19 em Albalate de Cinca, em Huesca, na fronteira com a província de Lérida, reporta a ABC. A decisão foi tomada depois de o autarca do município, Ricardo Chárlez, ter pedido ajuda à delegação do governo de Espanha em Aragão.

Foi detetado, nos últimos dias, um surto de Covid-19 entre trabalhadores agrícolas, tendo já sido confirmados 30 casos positivos. A rápida propagação do vírus sobrecarregou o pequeno município, que acabou por pedir ajuda para as ações de confinamento, vigilância e prevenção.

19h13 - Atualização na Madeira. A região autónoma mantém 99 casos de infeção pelo novo coronavírus, com 93 doentes já recuperados e seis ativos, um dos quais está internado no Hospital Central do Funchal, indicaram hoje as autoridades de saúde.

19h01 - Pandemia não trava festival AVANCA. O Festival de Cinema AVANCA tem este ano mais filmes a concurso nas diferentes categorias, oriundo de vários países e a solução face à pandemia foi optar pela exibição em drive-in, revelou hoje a organização. "A segurança é a palavra crucial da edição de 2020", assegurou o diretor do Cine Clube de Avanca.

18h45 - Reino Unido: Covid-19 'deixou' centenas de crianças confinadas durante horas em celas.confinamento imposto pelo governo britânico, que começa agora a ser levantado, deixou centenas de crianças institucionalizadas completamente sozinhas. É esse o caso de John (nome fictício), que passou o seu 16.º aniversário sozinho numa cela durante 23 horas, sem visitas, sem acesso à Internet e com direito a muito poucas chamadas, reporta a CNN

18h35 - Vacinas: Mais de 160 países, incluindo Portugal, querem participar numa iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) para distribuir equitativamente vacinas para a Covid-19, assim que existam, anunciou hoje aquela agência das Nações Unidas.

18h20 - Sintomas de Covid-19. Erupção cutânea pode ser o único sintoma que pessoas infetadas com Covid-19 manifestam, aponta um estudo realizado no King's College, em Londres. Este pode, aliás, ser o quarto sintoma-chave da doença, a juntar à febre, tosse contínua e perda de olfato/paladar. 

18h00- No Brasil, motoristas de autocarros estão a ser alvo de agressões por exigirem o uso da máscara aos passageiros. O G1 reporta que, em Belo Horizonte, dois casos terminaram em agressões físicas. Recorde-se que, na semana passada, um motorista morreu depois de ter sido agredido por um grupo de pessoas que entrava no autocarro sem estar a usar máscara, em França. 

17h55- Em Espanha, um jantar de família deu origem a novo surto em Madrid. Um jantar de família, com oito pessoas, no passado dia 4 de julho, esteve na origem de um novo surto da Covid-19 em Madrid. É já o quarto surto, desde que foi levantado o estado de emergência na capital espanhola, reporta o El Mundo.

17h45 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Unicef alertaram hoje que as perturbações na distribuição de vacinas causadas pela pandemia de Covid-19 arriscam um retrocesso na taxa de vacinação, que está nos 85% há uma década.

17h35 - Imunidade pouco duradoura: O nível de imunidade adquirida após a recuperação deã doença covid-19 é uma das maiores dúvidas no combate científico e médico à pandemia e há já vários estudos a apontarem para uma existência pouco duradoura de anticorpos. A indefinição em torno da imunização e de aparentes casos de reinfeção foi reconhecida hoje pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que reiterou a importância da "humildade" de se assumir o desconhecimento da doença, ao salientar que se trata de "situações que não são 'preto ou branco'".

17h20- A ministra da Saúde, Marta Temido, participa na reunião informal de Ministros da Saúde da União Europeia, que decorrerá esta quinta feira, em Berlim.

17h00 - Dados em Itália: Números mostram um ligeiro aumento. Nas últimas 24 horas, morreram mais 13 pessoas e registaram-se 162 infetados. No total, Itália acumula  34.997 vítimas mortais devido ao novo coronavírus desde o início da pandemia

16h45 - Dados de Espanha: Nas últimas 24 horas, o país registou mais quatro mortes por Covid-19 e 390 novos casos. Total de infetados desde o início da pandemia é de 257.494. Desde março, já morreram em Espanha 28.413 pessoas devido ao novo coronavírus

16h38 - Dados do Reino Unido:  O último balanço indica mais 85 mortes por Covid-19 no Reino Unido, total oficial ultrapassa os 45 mil desde o início da pandemia.

16h30 - Mulher com suspeita de infeção fugiu do hospital da Figueira da Foz e foi apanhada pela PSP, onde aguardava a realização de um teste e foi apanhada pela PSP, disseram fontes hospitalar e policial. O hospital confirma que, na manhã de hoje, uma mulher com 65 anos e "comportamento desajustado" recorreu ao Serviço de Urgência Respiratória Aguda - Covid, apresentando "sintomatologia compatível" com Covid-19/infeção respiratória, "pelo que reunia condições para fazer o teste" de despistagem do coronavírus 

16h20 - Soam, cada vez mais, os alarmes de uma eventual segunda vaga no próximo outono/inverno e que coincidirá com a fase da gripe sazonal. O Governo assegura que está já a preparar o próximo inverno, para uma eventual segunda vaga da doença, com reforço, em termos humanos e técnicos no SNS e da saúde pública, garantia foi dada hoje, por Jamila Madeira, na conferência de imprensa de atualização da situação epidemiológica.

16h10 - O Governo apresenta o programa +CO3SO Emprego - Sistema de Apoios ao Emprego  e ao Empreendedorismo

16h00 - Nunca é demais relembrar: "Não se esqueça que a proteção contra a Covid-19 depende de si. Mantenha a distância física, de pelo menos, 1,5 metros. A responsabilidade individual é o melhor garante da sua proteção", aconselha o Governo. 

15h54 - Máscara obrigatória no País Basco: A conselheira de Saúde do governo regional do País Basco anunciou hoje que o uso de máscaras passa a ser obrigatório a partir da meia-noite na via pública e em espaços fechados de uso público, independentemente da distância social.

15h40 - "Não se pode recriminar nenhum setor, estamos todos no mesmo barco", afirmou hoje o Presidente da República em declarações aos jornalistas no Palácio de Belém no final de um encontro com o Conselho Nacional da Juventude que celebra 35 anos. 

Uma das necessidades apontadas pelos jovens foi a necessidade de um "plano de recuperação" que, para Marcelo, revela que "têm a noção da dificuldade vivida pelo país". "Nós ainda não acabámos de viver um surto pandémico. É verdade que já se fala num próximo surto, mas ainda não saímos do atual. É bom que isso fique claro. Ainda estamos com mais de 300 contaminados por dia no primeiro", apontou, designando que "não é que não se deva preparar o segundo, mas talvez não seja má ideia continuar a acompanhar como se tem acompanhado o que foi a mudança introduzida pelo primeiro". 

E a crise económica e social "já começou". "Quando há mais 100 mil desempregados, mais de 800 mil portugueses em layoff", assim como os efeitos no turismo ou na restauração. "Acompanho a vossa preocupação no sentido em que não se pode recriminar nenhum setor da sociedade portuguesa, estamos todos no mesmo barco", não sendo justo generalizar que os "responsáveis são os do meu grupo de risco que não se defendem suficientemente, como dizer que são os jovens que desconfinam em exagero". 

15h30 - Férias em destinos longínquos? O Governo avisou hoje os portugueses que planeiem férias em "destinos exóticos ou com ligações fracas a Portugal" que não devem contar com operações de repatriamento como as realizadas no início da pandemia. O melhor mesmo é aproveitar para fazer férias cá dentro. 

15h20 - "As nossas fronteiras estão abertas, mas há regras", esclarece Governo. A secretária de Estado das Comunidades, Berta Nunes, garantiu hoje durante um debate com representantes das comunidades portuguesas, que as fronteiras terrestres e aéreas estão abertas e não há entraves à entrada e saída de Portugal. 

15h10 - DGS esclarece que distanciamento nas escolas deve ser 1 metro. Sublinhando que houve uma certa "confusão" gerada à volta do distanciamento que deve ser respeitado entre alunos, docentes e não docentes nas escolas, a diretora-geral da Saúde reiterou que "sempre que possível deve-se garantir um distanciamento de pelo menos um metro sem comprometer as atividades letivas".

15h00 - A diretora-geral da Saúde afirmou hoje que não há provas de que possa ocorrer uma reinfeção de alguém que já tenha tido covid-19, mas que pode haver testes positivos devido à presença de "partículas virais". "Não há neste momento evidência de que haja reinfeção nem que as pessoas que venham a testar positivo [depois de consideradas curadas] tenham a capacidade de transmitir" a doença, afirmou Graça Freitas em conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia no Ministério da Saúde.

14h00- Figueira da Foz. Caso de Covid-19 encerra creche e põe 39 pessoas em isolamento. O caso positivo de um menino, aluno de um jardim-de-infância na Figueira da Foz, levou ao encerramento da creche que este frequenta e colocou 39 pessoas em isolamento, 28 das quais crianças, disse hoje a diretora da instituição.

*Recorde aqui as incidências sobre a pandemia no país e no mundo durante a manhã desta quarta-feira. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório