Meteorologia

  • 16 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 18º MÁX 26º

Um morto e um ferido após queda de torre de comunicações em Alcabideche

As vítimas são dois trabalhadores que operavam na torre de telecomunicações.

Um morto e um ferido após queda de torre de comunicações em Alcabideche
Notícias ao Minuto

11:10 - 17/06/20 por Filipa Matias Pereira com Lusa

País Acidente

Dois trabalhadores ficaram feridos com gravidade, na manhã desta quarta-feira, na sequência da queda de uma torre de telecomunicações, em Alcabideche, Cascais. Um deles acabaria por não resistir aos ferimentos, tendo morrido já no hospital.

De acordo com a informação inicial avançada pelos Bombeiros de Alcabideche ao Notícias ao Minuto, as duas vítimas estavam soterradas e inconscientes. 

À agência Lusa, fonte da corporação de Bombeiros especificou entretanto que "um dos trabalhadores ficou debaixo da torre e outro na lateral", e que foram retirados com o apoio de equipamento para elevar a estrutura.

No momento da queda, que será analisada pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), "os dois trabalhadores estavam em cima da torre, com altura aproximadamente de 35 a 40 metros", indicou a mesma fonte.

Há ainda registo de um terceiro elemento que teve de receber apoio psicológico, por se encontrar em "estado de choque", adiantou a fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, referindo que não há conhecimento de mais trabalhadores a operar nesta torre de telecomunicações.

Segundo os bombeiros, um dos dois feridos, um homem de 24 anos, foi transportado para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, e o outro, um homem na casa dos 25 anos - que sofreu uma paragem cardiorrespiratória convertida no local - foi transportado para o Hospital Santa Maria, na mesma cidade. Este último acabaria por morrer.

No teatro de operações, na Rua Cesaltina Fialho Gouveia, estiveram concentrados 17 operacionais, apoiados por sete veículos da referida corporação de bombeiros, da Guarda Nacional Republicana e do INEM, que esteve no local com uma VMER

"Não há desalojados"

"Temos danos, obviamente, na estrutura da torre, na casa onde a torre estava assente e ainda num veículo ligeiro que estava estacionado, e eventualmente no portão da casa do outro lado, porque a torre conseguiu acertar num caminho que faz a passagem para uma propriedade", disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, no distrito de Lisboa.

Os principais danos são no edifício sobre o qual a torre de telecomunicações estava assente, "um edifício com altura de dois pisos", construído há muitos anos e que já foi usado pela antiga empresa portuguesa de telecomunicações Telefones de Lisboa e Porto (TLP), referiu fonte dos bombeiros.

Sem se saber ainda as causas para a queda da estrutura, os Bombeiros Voluntários de Alcabideche indicaram que "a torre da antena entrou num caminho que divide duas propriedades", mas "não há desalojados".

No local da ocorrência, Manuel Luís Jerónimo, da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), adiantou que "os trabalhadores estavam a encetar trabalhos numa antena de grande dimensão" e que a plataforma sobre a qual estava assente cedeu.

"Só precisamos de tentar perceber o que se passou enquanto os trabalhadores da empresa estavam a encetar trabalhos", afirmou Manuel Luís Jerónimo.

Viatel foi "contratada para a manutenção"

A Altice Portugal confirmou, esta quarta-feira, que a antena de telecomunicações que caiu em Alcabideche, Cascais, e causou dois feridos graves é da sua propriedade e estava a ser intervencionada pela Viatel

"A Altice Portugal confirma que a Antena de Telecomunicações caída em Alcabideche, situada no seu edifício, é de sua propriedade e estava a ser intervencionada pela Viatel, empresa contratada para a manutenção e revisionamento da mesma", pode ler-se num comunicado da operadora de telecomunicações. 

[Notícia atualizada às 16h00]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório