Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

Primeiro-ministro convoca gabinete de crise sobre greve dos camionistas

Reunião está marcada para as 10 horas da manhã de amanhã, sábado, no Palácio de São Bento.

Primeiro-ministro convoca gabinete de crise sobre greve dos camionistas

A notícia está a ser avançada pela RTP3 que adianta ainda que na reunião vão estar presentes os ministros do Trabalho, do Ambiente, dos Negócios Estrangeiros, da Administração Interna e da Defesa. O secretário de Estado das Infraestruras também estará presente em representação do ministro Pedro Nuno Santos. 

"Esta reunião extraordinária, em São Bento, destina-se a coordenar os trabalhos do Governo para fazer face aos efeitos da greve dos motoristas que está prevista iniciar a partir das 00:00 de segunda-feira", afirmou entretanto fonte do gabinete do primeiro-ministro à Lusa. 

Em resultado da greve dos motoristas de matérias perigosas e de mercadorias, que arrancará na segunda-feira por tempo indeterminado, o Governo declarou o estado de emergência energética que entra esta sexta-feira, pelas 23h59, em vigor. 

A partir desse momento, e até ao dia 21 de agosto, deverão estar em vigor os serviços mínimos decretados previamente, bem como o racionamento do combustível disponível. 

Será ativada a Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), que prevê que 320 postos de abastecimento estejam disponíveis para a população em geral e 54 para os veículos prioritários, como sejam ambulâncias e carros de bombeiros. 

Durante o período em que a crise energética estiver em vigor, o consumidor poderá apenas abastecer 15 litros de combustível nas redes REPA. 

Recorde-se que o Governo fixou serviços mínimos para esta greve entre 50 e 100%. Pardal Henriques, do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMM) considerou mesmo  estarmos perante "um atentado aos trabalhadores", responsabilizando inclusive a Antram e o Governo pelas filas nos postos de abastecimento e por todos os transtornos causados pela greve

De frisar que o dia de amanhã será decisivo. Além do gabinete de crise convocado pelo primeiro.ministro, decidir-se-á em plenário de trabalhadores, que acontece em Aveiras de Cima, se a greve avança ou é desconvocada. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório