Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 23º MÁX 26º

Edição

Médicos recusam “continuar a dar balões de oxigénio a este ministério"

Sindicatos dos médicos acusam Governo e Ministério da Saúde de "simular negociações".

Médicos recusam “continuar a dar balões de oxigénio a este ministério"

A Federação Nacional dos Médicos e o Sindicato Independente dos Médicos enviaram um comunicado conjunto, ao Notícias ao Minuto, onde acusam o Governo “simular negociações” e a ministra da Saúde, Marta Temido, de possuir uma “atitude desrespeitosa” nas declarações proferidas aos jornalistas sobre estes profissionais de saúde.

“O Governo e o ministério da Saúde têm feito tudo para simularem negociações. Com a agravante da atitude ostensiva e reiteradamente desrespeitosa demonstrada pela atual titular em declarações e entrevistas à comunicação social”, lê-se no documento enviado à redação no fim de uma reunião com Marta Temido, no Ministério da Saúde, em Lisboa, marcada depois de os médicos terem, na semana passada, realizado dois dias de greve nacional.

No mesmo comunicado, os médicos garantem que “das mais de 30 questões que os sindicatos têm colocado à discussão, para negociação e aplicação a curto, médio e longo prazo”, têm “dificuldade em encontrar os que foram completamente resolvidos”.

Para os sindicatos dos médicos, esta postura do Governo e do ministério da Saúde, “não é honesta” e desrespeita não só os médicos como os doentes portugueses.

Perante esta postura dos governantes, os sindicatos revela que, esta terça-feira, comunicaram a Marta Temido que não estão dispostos a “continuarem a dar balões de oxigénio a este ministério, com a participação em rodas negociais em que, da parte da tutela e de quem nela manda, a resposta é antecipadamente conhecida”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório