Meteorologia

  • 20 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

PSD exige rápida resolução do problema da falta de oncologistas em Viseu

O grupo parlamentar do PSD exigiu hoje ao Governo a rápida resolução do problema da falta de oncologistas e de condições físicas condignas para que os utentes possam receber os tratamentos no Centro Hospitalar Tondela Viseu (CHTV).

PSD exige rápida resolução do problema da falta de oncologistas em Viseu
Notícias ao Minuto

15:07 - 12/06/19 por Lusa

País CHTV

incompreensível que se deixem chegar ao limite estas situações", referem os deputados do PSD eleitos pelo círculo de Viseu, numa pergunta à ministra da Saúde.

Na sua opinião, "trata-se de mais uma afronta e um desrespeito do Governo para com os utentes do CHTV e para com o interior do país".

Os deputados António Leitão Amaro, Pedro Alves, Inês Domingos, António Lima Costa e Isaura Pedro admitem que "é normal haver dinâmicas que obrigam a alterações na gestão das instituições".

No entanto, não compreendem "que o conselho de administração e o Governo não respondam com a rapidez e a eficácia que estas situações impõem".

"Ao que se sabe, este constrangimento era do conhecimento de todos e arrastou-se no tempo sem qualquer justificação. Sabemos também que tudo seria evitável se o Governo não tivesse negligenciado a construção do centro oncológico", sublinham.

No seu entender, "a criação do centro oncológico é a resposta para estes constrangimentos" e, por isso, perguntam ao Governo "como e quando vai ser feito e qual a fonte de financiamento prevista pelo Governo para a sua concretização".

Na terça-feira, em comunicado conjunto, o Sindicato dos Médicos da Zona Centro, o Sindicato Independente dos Médicos e a secção regional do Centro da Ordem dos Médicos referiram que a situação atingiu "o ponto de rutura e os colegas oncologistas assumem a incapacidade de garantir a consulta e tratamentos de quimioterapia para novos doentes".

Esta situação, que já era "previsível desde há vários meses, levou a que, nas últimas semanas, os doentes com necessidade de iniciar quimioterapia estejam em suspenso à espera de uma solução", acrescentaram.

Em comunicado, o conselho de administração do CHTV esclareceu que "tem vindo a ponderar, e a executar, medidas com vista a ultrapassar a carência de profissionais da área da oncologia, minimizando eventuais transtornos para os doentes".

Neste âmbito, "recentemente e de forma imediata, foi possível proceder à contratação de um especialista em regime de prestação de serviços e assegurar a continuidade da colaboração de uma médica oncologista até final do ano, antevendo-se, desde já, a possibilidade de contratação futura".

O conselho de administração explicou que, "enquanto se encontra a decorrer o concurso de recrutamento de um especialista para Oncologia no CHTV, têm sido mantidos contactos com o IPO (Instituto Português de Oncologia) de Coimbra com o objetivo de estabelecer uma parceria estratégia permanente ao nível dos recursos humanos altamente qualificados, e com oncologistas do Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório