Meteorologia

  • 19 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

"Se tiram a condecoração a Berardo", têm de analisar o caso de Sócrates

Marques Mendes concorda que seja retirada a condecoração de comendador a Joe Berardo, mas abrindo-se o precedente há outras condecorações que devem ser avaliadas, entre as quais a do antigo primeiro-ministro.

"Se tiram a condecoração a Berardo", têm de analisar o caso de Sócrates

Na sequência da polémica audição de Joe Berardo na Comissão de Inquérito da Caixa Geral de Depósitos, o Conselho das Ordens Honoríficas abriu um processo para analisar a retirada das condecorações do empresário, que inclui a de comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

No seu espaço de comentário semanal no Jornal da Noite da SIC, Luís Marques Mendes disse concordar com essa medida mas deu outros exemplos que devem ser analisados, principalmente um.

“As declarações de Berardo justificam a retirada das condecorações. Ele comporta-se com uma altivez, uma arrogância e uma má educação que de facto justifica plenamente retirar esta condecoração. Mas cria-se aqui um precedente. Têm de ser analisados outros casos como o de Zeinal Bava, Hélder Bataglia, mas dou-lhe aqui um exemplo que ainda não foi falado: José Sócrates. É um exemplo que tem de ser encarado também”, salientou o comentador.

“Pouca gente sabe, mas no dia 21 de abril de 2005 foi-lhe atribuída a Grã Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. Berardo vai perder a sua condecoração e não é arguido de nada, não é acusado de nada e muito menos condenado. José Sócrates não está ainda condenado e não sei se vai estar, com certeza, mas daquilo que se conhece do seu comportamento e da sua conduta, é um comportamento impróprio, é uma conduta absolutamente inadmissível no plano político e ético”, fundamentou Marques Mendes, lembrando o impacto dos casos em que Sócrates está envolvido.

“Ele tem grandes responsabilidades porque é um ex-primeiro-ministro e a sua conduta e o seu comportamento, independentemente da questão judicial, mancham a imagem de Portugal, mancham os interesses de Portugal, são exatamente contrários àquilo que é uma condecoração. Por maioria de razão se tiram a Berardo, acho que têm de instaurar um processo disciplinar a José Sócrates”, considera o social-democrata.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório