Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 23º

Edição

"As eleições brasileiras são um problema do povo brasileiro"

Sem querer alongar-se nos comentários à eleição, este domingo, de Jair Bolsonaro para a presidência do Brasil, Marcelo Rebelo de Sousa salientou aos jornalistas que na mensagem de felicitações que enviou ao recém-eleito presidente brasileiro fez questão de lembrar “a fraternidade histórica e atual” que existe entre Portugal e Brasil.

"As eleições brasileiras são um problema do povo brasileiro"

"O Presidente da República [Marcelo Rebelo de Sousa] enviou uma mensagem de felicitações ao Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, na qual fez referência aos laços de fraternidade que unem Portugal e o Brasil e à significativa comunidade de portugueses e lusodescendentes residentes no Brasil, bem como à cada vez mais importante comunidade brasileira no nosso País". Esta foi a mensagem publicada no site da Presidência da República depois de ser oficial a eleição de Jair Bolsonaro.

À margem da apresentação do livro 'The Future of Europe – The Reform of the Eurozone and the Deepening of Political Union' de Fausto de Quadros e Dusan SidjanskiLocal, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa, o Presidente Marcelo conversou com os jornalistas sobre o resultado das eleições de ontem no outro lado do Atlântico.

“Fiz questão de enviar uma mensagem ao presidente Jair Bolsonaro e de lembrar a nossa fraternidade que é histórica e atual. A comunidade portuguesa é fortíssima no Brasil [assim como] a comunidade brasileira em Portugal. O mesmo é dizer: espero que nestes quatro anos haja um trabalho em conjunto de chefes de Estado, mas também com o Governo português, no sentido de as questões - várias - que se vão colocando a estas comunidades, uma parte das quais é comum pela dupla nacionalidade [de vários cidadãos], sejam enfrentadas e que o Brasil tenha um papel importante também na CPLP”, declarou o chefe de Estado português.

Confrontado pelos jornalistas sobre se teme que esta eleição no Brasil tenha um efeito de contágio para Portugal, o Presidente Marcelo recusou fazer quaisquer comentários sobre a eleição de Jair Bolsonaro, sublinhando que "as eleições brasileiras são um problema do povo brasileiro, uma decisão soberana do povo brasileiro".

Quanto à "situação portuguesa" será também "decidida pelos portugueses". E "eles [os portugueses]", acrescentou, terão "ocasião de decidir em várias eleições: europeias, legislativas e daqui por um ano e tal depois teremos presidenciais e autárquicas".

Questionado sobre o que espera da presidência de Bolsonaro no plano da CPLP, Marcelo Rebelo de Sousa começou por declarar: "Vamos ver. Não sei, vamos ver".

"Há uma mudança de testemunho no fim desde ano, que já começou, do Brasil para Cabo Verde, na presidência, e vai continuar com a passagem do secretariado executivo de São Tomé e Príncipe para Portugal, e a preparação agora de um novo ciclo na CPLP, em que é fundamental que o Brasil esteja empenhado. Espero bem que aconteça", completou, concluindo que no seu entender, é "fundamental" que o Brasil tenha "um papel importante" na CPLP.

Refira-se que o candidato do Partido Social Liberal (PSL) Jair Bolsonaro, de 63 anos, capitão reformado do exército brasileiro, foi eleito este domingo (dia 28), na segunda volta das eleições presidenciais, 38.º Presidente da República Federativa do Brasil, com 55,1% dos votos.

Segundo os dados do Supremo Tribunal Eleitoral brasileiro, Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), conquistou 44,9% dos votos, e a abstenção foi de 21% de um total de mais de 147,3 milhões eleitores inscritos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório