Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Dão tiros em bar do Barreiro, fogem e atropelam mortalmente idosa

Os dois detidos são estrangeiros, estando um deles ilegal em Portugal.

Dão tiros em bar do Barreiro, fogem e atropelam mortalmente idosa
Notícias ao Minuto

13:31 - 09/07/18 por Tiago Miguel Simões 

País Barreiro

O Notícias ao Minuto avançou com a informação de que uma idosa tinha morrido atropelada no Barreiro e que o condutor havia sido detido, no entanto, chegam agora, por parte da PSP, novos e relevantes dados sobre este caso, que começou várias horas antes do atropelamento. 

Dois estrangeiros de 28 e 33 anos, acabariam detidos, no Barreiro, por homicídio, omissão de auxílio, posse de arma proibida e imigração ilegal.

Isto porque, no passado dia 8, pelas 1h40, a PSP recebeu a denúncia que alertava para o facto de terem sido disparados tiros à porta de um estabelecimento de diversão noturna.

A PSP deslocou-se ao local e, segundo informa via comunicado, os dois homens “tinham estado envolvidos em desacatos no interior do estabelecimento, tendo sido convidados a sair, e quando se deslocaram para o exterior, efetuaram um disparo com arma de fogo na direcção das pessoas que se encontravam à porta, tendo o projéctil ficado alojado no interior do referido estabelecimento, sem vítimas a registar”.

Os dois suspeitos puseram-se de imediato em fuga de carro, desaparecendo da cena do crime. Mais tarde, nesse mesmo dia, após notícia da ocorrência de atropelamento com fuga, a polícia conseguiu perceber que a viatura envolvida, foi a mesma utilizada pelos suspeitos para escaparem naquela madrugada.

Enquanto os agentes da autoridade procuravam pelos dois homens, "surge uma nova ocorrência de desacatos em estabelecimento de restauração e bebidas, tendo-se deslocado para o local vários elementos policiais que intercetaram os indivíduos. Um dos suspeitos foi localizado escondido debaixo de uma viatura ali estacionada”, elucidou a Polícia de Segurança Pública.

A vítima do atropelamento, uma senhora com 70 anos, acabou por morrer no local. O carro, a arma de fogo “carregada e pronta a disparar”, assim como as suas munições, foram apreendidas pela PSP que, na esquadra sujeitou um dos detidos ao teste do álcool, tendo este acusado 2,50 g/l de TAS. Já o outro suspeito encontra-se ilegal em Portugal.

Ambos os detidos recolheram aos quartos de detenção, sendo hoje presentes em Tribunal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório