Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

Câmara de Setúbal impõe restrições no acesso às praias da Arrábida

"Arrábida sem carros" é o lema do plano da Câmara de Setúbal para melhorar as condições de acesso e segurança das praias da margem direita do rio Sado, que foi hoje apresentado e que arranca dia 1 de junho.

Câmara de Setúbal impõe restrições no acesso às praias da Arrábida
Notícias ao Minuto

16:26 - 17/05/18 por Lusa

País Época Balnear

"Este programa pretende implementar um serviço de transporte público de qualidade e limitar o acesso às praias em transporte individual, de forma a acabar com o caos e falta de condições de segurança no acesso às praias na serra da Arrábida", disse à agência Lusa a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira.

De acordo com a autarca setubalense, está prevista a proibição de circulação de viaturas particulares entre a praia da Figueirinha e o Creiro a partir do dia 01 de junho, primeiro dia da época balnear. O plano prevê também estacionamento pago na praia da Figueirinha, com preços que, na época alta, vão desde os 40 cêntimos por hora (80 cêntimos aos fins-de-semana e feriados) aos 6,50 euros por dia (9 euros aos fins-de-semana e feriados).

A cobrança do estacionamento na Figueirinha, que deveria ter início já no próximo dia 01 de junho, mas que só terá lugar no mês seguinte por questões legais, será uma das fontes de receita da autarquia para assegurar os investimentos necessários nos acessos e nas praias da Arrábida.

De acordo com o previsto no programa "Arrábida sem carros", durante a época balnear, no troço da EN379-1 compreendido entre a praia da Figueirinha e o portinho da Arrábida, só será permitida a circulação de viaturas de residentes, viaturas em serviço devidamente autorizadas, transportes públicos e viaturas de emergência e socorro.

A partir do dia 01 de junho haverá também um serviço de transporte público com carreiras regulares para a praia da Figueirinha, com partida do Centro Comercial Alegro, da estação da Rodoviária, na avenida 5 de outubro, e da estação dos caminhos-de-ferro, na Praça do Brasil, todas com o preço de 4,10 euros, ida e volta. Está igualmente assegurada uma carreira com partidas do parque do Morango, em Azeitão, de duas em duas horas.

Os utilizadores das carreiras para a praia da Figueirinha terão a possibilidade de estacionar gratuitamente as viaturas próprias no piso - 4 do Centro Comercial Alegro (600 lugares) e no Parque da Várzea (300 lugares), bem como em outras bolsas de estacionamento gratuito na cidade de Setúbal, ou no parque de estacionamento do Morango, em Brejos de Azeitão.

Para as pessoas que preferem as praias de Galapos/Galapinhos e Creiro/Portinho da Arrábida, a autarquia garante ainda um serviço de vaivém gratuito, de 30 em 30 minutos, que irá funcionar entre a Figueirinha e a zona do Creiro.

O plano de intervenção para melhorar as condições de acesso às praias da Arrábida prevê ainda a possibilidade de os automobilistas deixarem as viaturas no parque de estacionamento cedido pela Secil, com capacidade para 300 viaturas, e de seguirem para a praia da Figueirinha num outro serviço de vaivém regular, com um custo de 1 euro, ida e volta.

Quem preferir a praia da Albarquel, terá disponível um outro serviço de vaivém regular a partir da avenida Luísa Todi, que terá um custo de 1,40 euros, ida e volta.

A par das restrições à circulação de automóveis na estrada de acesso às praias da Arrábida, a autarquia tem previsto um plano de investimento que ascende a cerca de um milhão de euros, na requalificação das praias da Albarquel, Figueirinha, Galapos/Galapinhos e Creiro/Portinho da Arrábida, bem como na reabilitação do Parque da Comenda e na realização de um estudo de hidrodinâmica marinha, vistoria de fundos e monitorização da qualidade da água.

Estes investimentos, que Maria das Dores Meira espera ter concluídos até final deste ano, incluem a instalação de sanitários em todas as praias que ainda não dispõem deste tipo de infraestrutura, como a praia do Creiro, e a construção de um pontão para permitir a atracagem de pequenas embarcações no portinho da Arrábida.

A autarquia pretende ainda proibir o estacionamento abusivo de viaturas na berma da estrada, situação que se tem repetido ano após ano, e que não só dificulta a circulação automóvel de transportes públicos, como põe em causa a passagem de viaturas de emergência e a possibilidade de acorrerem a qualquer situação de emergência ou de catástrofe.

Em 2017, a Câmara Municipal de Setúbal celebrou um protocolo com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para a delegação de competências na gestão dos apoios e equipamentos de praias da Arrábida, a que se seguiu, em janeiro deste ano, a transferência da responsabilidade de gestão das estradas de acesso às praias da Figueirinha e do portinho da Arrábida, do Parque natural da Arrábida para o município, no período compreendido entre o dia 01 de maio e 31 de outubro.

A autarquia não só pretende requalificar aquela estrada de forma a inviabilizar o estacionamento nas bermas, como se propõe melhorar os "acessos em modos suaves", ou seja, aproveitar as bermas para ligações pedonais e pistas cicláveis, melhorando ainda mais as condições de usufruto e de segurança das praias da Arrábida.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório