Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

Sporting: Agressores são suspeitos de terrorismo e associação criminosa

Os 23 suspeitos das agressões a jogadores, equipa técnica e até ao técnico Jorge Jesus estão a ser ouvidos no Tribunal do Barreiro. O Ministério Público já pediu que sejam aplicadas medidas de coação mais gravosas do que o simples Termo de Identidade e Residência.

Sporting: Agressores são suspeitos de terrorismo e associação criminosa
Notícias ao Minuto

19:03 - 16/05/18 por Ana Lemos com Lusa 

País Justiça

Na sequência dos factos ocorridos esta terça-feira, em Alcochete, nas instalações da Academia do Sporting (SCP), a seção do Montijo da Comarca de Lisboa confirma que "foram efetuadas 23 detenções" e que "os detidos entraram, sem autorização, naquelas instalações onde se encontrava a equipa principal do SCP, tendo ameaçado e agredido jogadores e técnicos e causado estragos nos equipamentos bem como em diversas viaturas".

Neste sentido estão em causa "factos suscetíveis de integrarem os crimes de introdução em lugar vedado ao público, ameaça agravada, ofensa à integridade física qualificada, sequestro, dano com violência,  detenção de arma proibida agravado, incêndio florestal, resistência e coação sobre funcionário e também de um crime de terrorismo".

Entende assim, o Ministério Público que aos 23 detidos "devem ser aplicadas medidas de coação diversas de termo de identidade e residência".

"As investigações prosseguem no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do DIAP da Comarca de Lisboa (secção do Montijo), o qual tem sido coadjuvado pela GNR", assegura ainda o Ministério Público.

Ontem, cerca de 50 pessoas, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia do Sporting, em Alcochete, e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, assim como o treinador Jorge Jesus e outros membros da equipa técnica.

Na sequência da invasão à Academia 'leonina', a GNR deteve 23 suspeitos, apreendeu cinco viaturas ligeiras, vários artigos relacionados com os crimes e recolheu depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do clube.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no próximo domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.