Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 25º

Schulz acusa indústria automobilística de "fraude massiva"

O candidato do Partido Social-Democrata (SPD, na sigla em Alemão), à chancelaria alemã, Martin Schulz, acusou hoje a indústria automobilística de "fraude massiva" pelo escândalo das emissões poluentes e garantiu que lhe vai "exigir contas".

Schulz acusa indústria automobilística de "fraude massiva"
Notícias ao Minuto

22:53 - 12/09/17 por Lusa

Mundo Emissões

Schulz fez estas declarações quando interrogado durante uma entrevista televisiva, no contexto das eleições legislativas alemãs de dia 24 de setembro, por um cidadão, que também se interessou pelas consequências para a saúde da poluição atmosférica dos veículos.

O líder do SPD atacou, neste particular, a chanceler e sua rival cristã-democrata Ângela Merkel, acusando-a de ter "bloqueado pessoalmente" a opção de uma queixa coletiva contra as empresas do setor automóvel que manipularam as emissões poluentes dos seus motores.

O candidato explicou que o ministro da Justiça, o seu colega de partido Heiko Maas, tinha proposto uma reforma legislativa para permitir este tipo de queixas coletivas -- ao estilo do que acontece nos EUA -- mas que a proposta ficou bloqueada na Chancelaria.

Os motivos deste bloqueio de Merkel são "puramente eleitorais", garantiu Schulz, que acrescentou que, na parte que lhe toca, aprovaria "com urgência" a reforma legal de Maas.

Schulz acrescentou ainda que os motores a diesel não vão desaparecer da noite para o dia, pelo que há que investir nas suas emissões e em sistemas de propulsão "complementares", como os motores elétricos.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório