Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2019
Tempo
29º
MIN 27º MÁX 30º

Edição

Funcionários da Televisão da Guiné-Bissau entregam abaixo-assinado

Os funcionários da televisão da Guiné-Bissau (TGB) anunciaram hoje à direção de informação daquele órgão e ao Governo que doravante não vão admitir que haja censura às notícias seja de que natureza for como, dizem, tem acontecido ultimamente.

Funcionários da Televisão da Guiné-Bissau entregam abaixo-assinado
Notícias ao Minuto

16:23 - 06/09/17 por Lusa

Mundo Censura

Francisco Indeque, presidente do sindicato dos trabalhadores da TGB, entregou hoje à direção da única estação televisiva do país um abaixo-assinado por 88 funcionários, no qual informam que não vão admitir que haja mais censura na televisão.

O mesmo documento foi também entregue ao ministro da Comunicação Social, Victor Pereira.

"Dos 141 funcionários da televisão, 88 assinaram a petição. De agora em diante não vamos admitir censura ao trabalho de nenhuma entidade, seja ela política ou social", observou Francisco Indeque.

Segundo disse, desde a criação da TGB, em 1989, "nunca se viu tanta censura como agora".

"Os responsáveis da televisão chegam a ir para a ´regie´ atrás do jornalista para o coagir sobre as partes de notícias que devem cortar", declarou Indeque, para frisar que os jornalistas decidiram dizer "um basta à censura".

A Lusa tentou contactar a direção da TGB, mas sem sucesso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório