Morre após cirurgia ao rabo em clínica da Florida. É já a segunda vítima

Estava desagradada com a forma como o seu corpo ficara depois de ser mãe. Mas nem tudo correu bem.

© Pixabay
Mundo EUA

Ranika Hall, de 25 anos, viajou até ao sul da Florida, nos Estados Unidos, para fazer uma cirurgia ao rabo, com o objetivo de o tornar mais firme. A família da mulher, que tinha sido mãe recentemente, tentou demovê-la das suas intenções, mas sem efeito.

PUB

A mulher estaria desagradada com a forma como o seu corpo ficara depois de ter sido mãe, noticia o New York Daily News, e fez uma marcação na clínica Eres Plastic Surgery, em Hialeah. Acabaria por morrer.

Ranika, natural do Missouri, tornou-se na segunda vitima mortal deste tipo de cirurgia na mesma clínica. Terá deixado de respirar, tendo sido declarada morta durante o procedimento.

Conhecida como a cirurgia de rabo brasileiro, a intervenção consiste em recorrer a liposucção para tirar a gordura de uma parte do corpo e movê-la para o rabo.

Sabe a mesma publicação que outras clínicas pertencentes ao mesmo grupo da Eres Plastic Surgery tinham fama de utilizar materiais de pouca qualidade. A cirurgia tem um preço de mais de 3 mil euros.

No ano passado, Heather Meadows, de 29 anos, morreu durante o mesmo procedimento.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser