Museu americano retira obras de ex-refugiados em protesto contra Trump

O que representa uma redução de cerca de 20% do espectro artístico disponível no Davis Museum, no estado norte-americano do Massachusetts.

© Getty Images
Mundo EUA

O David Museum, do estado norte-americano do Massachusetts, juntou-se à lista de entidades que decidiu tomar medidas, por mais radicais que sejam, em protesto contra a política migratória adotada por Donald Trump.

PUB

Diz o The Independent que o museu optou por remover das suas galerias todas as obras feitas por antigos refugiados. Esta decisão representa uma redução de cerca de 20% do espectro artístico presente naquele espaço, visto que, além das pinturas, também foram removidas esculturas, quadros e representações temáticas.

Entre estes trabalhos, refira-se, está um retrato do presidente George Washington, um dos mais icónicos do David Museum.

Outra das grandes perdas resultantes desta decisão incide sobre a coleção Africana, que foi na esmagadora maioria (80%) doada à instituição por uma família de imigrantes polacos.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a saber todas as novidades de Mundo

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser