Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Casal preso por deixar morrer bebé devido a crenças religiosas

Pais deixaram bebé recém-nascido sem assistência por acreditar numa doutrina que rejeita os tratamentos médicos. David não sobreviveu às complicações após o nascimento.

Casal preso por deixar morrer bebé devido a crenças religiosas

Um juiz do Supremo Tribunal de Justiça de Oregon, nos Estados Unidos, confirmou a sentença aplicada a uma casal que, em 2011, foi condenado a seis anos de prisão por ter deixado o filho recém-nascido morrer.

O pequeno David nasceu em casa, dois meses antes do previsto, e começou a manifestar, logo após o nascimento, problemas a nível respiratório. Mas ao invés de contactar os serviços de emergência ou de levar o bebé ao hospital, os pais limitaram-se a rezar e a passar-lhe óleos pelo corpo.

De acordo com o Mirror, Dale e Shannon Hickman, ambos seguidores da Igreja de Cristo, acreditam na cura através da fé e rejeitam tratamentos médicos, pelo que se limitam a rezar e a usar óleos.

Os pais acreditam que o bebé teve uma morte rápida e não haveria como o salvar, mas esse não é o entendimento dos médicos, certos de que David teria 99% de hipóteses de sobrevivência caso tivesse sido assistido.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório