Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 22º

Quatro soldados israelitas mortos em explosão no sul de Gaza

Quatro soldados israelitas foram mortos e outros seis ficaram feridos na segunda-feira numa explosão num edifício no sul da Faixa de Gaza, informou hoje o Exército israelita.

Quatro soldados israelitas mortos em explosão no sul de Gaza
Notícias ao Minuto

07:53 - 11/06/24 por Lusa

Mundo Israel/Palestina

Os quatro soldados pertenciam à brigada Girati e, segundo o The Times of Israel, dois dos mortos, ambos com 19 anos, estavam em período de treino.

Todos morreram dentro de um prédio cheio de explosivos, na cidade de Rafah, na fronteira com o Egito.

De acordo com o The Times of Israel, os soldados terão encontrado no prédio a entrada de um túnel que acreditavam ser a casa de um combatente do Hamas.

Desde o início da guerra entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza, pelo menos 299 soldados israelitas foram mortos no enclave palestiniano.

O conflito em curso na Faixa de Gaza foi desencadeado pelo ataque do grupo islamita Hamas em solo israelita de 07 de outubro de 2023, que causou cerca de 1.200 mortos e duas centenas de reféns, segundo as autoridades israelitas.

Desde então, Telavive lançou uma ofensiva na Faixa de Gaza que até ao momento provocou mais de 36.500 mortos e 82.000 feridos segundo o Hamas, classificado como "organização terrorista" por Israel, União Europeia e Estados Unidos.

Calcula-se ainda que 10.000 palestinianos permanecem soterrados nos escombros após cerca de oito meses de guerra, que também está a desencadear uma grave crise humanitária.

O conflito causou também quase dois milhões de deslocados, mergulhando o enclave palestiniano sobrepovoado e pobre numa grave crise humanitária, com mais de 1,1 milhões de pessoas numa "situação de fome catastrófica" que está a fazer vítimas - "o número mais elevado alguma vez registado" pela ONU em estudos sobre segurança alimentar no mundo.

Leia Também: Israel ataca complexo do Hezbollah no leste do Líbano

Recomendados para si

;
Campo obrigatório