Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 23º

Sobe para 62 número de mortos em naufrágio na República Centro-Africana

O número de mortos no naufrágio de um barco na sexta-feira passada num rio da República Centro-Africana (RCA) subiu para 62, disse hoje à agência espanhola EFE o diretor da Proteção Civil, Thomas Djimasse.

Sobe para 62 número de mortos em naufrágio na República Centro-Africana
Notícias ao Minuto

13:20 - 22/04/24 por Lusa

Mundo República Centro-Africana

O diretor confirmou que a Proteção Civil, o exército e canoístas privados continuam as buscas no rio M'poko, perto da capital centro-africana, Bangui, onde o barco com mais de 300 pessoas naufragou na sexta-feira.

O Governo decretou três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira, em memória dos desaparecidos, e foi também aberto um inquérito para esclarecer as circunstâncias da tragédia.

"O Governo já abriu um inquérito para esclarecer este drama que enlutou toda a República", anunciou o ministro e porta-voz do Governo, Maxime Balalu.

A Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização na República Centro-Africana (MINUSCA), a União Europeia e os partidos da oposição expressaram mensagens de apoio e condolências às famílias.

Por outro lado, o partido da oposição União para a Renovação da África Central (URCA) apelou a um "inquérito independente sobre as circunstâncias deste naufrágio, a fim de apurar responsabilidades e salvar os centro-africanos deste tipo de catástrofe no futuro".

Os familiares das vítimas exigiram explicações às autoridades.

"Não podemos ficar de luto sem entender o que aconteceu. Esperamos explicações do Governo porque é sua responsabilidade proteger os cidadãos", disse Nathan Babambi, que perdeu a mãe no naufrágio, citado pela EFE.

A Organização das Mulheres Centro-Africanas (OFCA) de Bimbo, a segunda cidade mais populosa do país, a cerca de 25 quilómetros da capital, apelou a "deixar a comissão de inquérito fazer o seu trabalho" para tirar conclusões, partilhando a dor das famílias das vítimas.

O rio M'Poko é um afluente do rio Oubangui, que desagua no rio Congo.

O naufrágio de embarcações é relativamente frequente na bacia do Congo porque os rios e os lagos são utilizados diariamente como meio de transporte em países com poucas infraestruturas e florestas densas.

As embarcações, muitas vezes precárias, estão frequentemente sobrelotadas.

Leia Também: Naufrágio num rio provoca 19 mortos na República Centro-Africana

Recomendados para si

;
Campo obrigatório