Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

"Tratada como um bicho". Mulher dá à luz no chão de hospital no Brasil

Grávida foi observada, mas médica recusou interná-la. A mãe e o bebé foram ajudados por uma médica que voltava do descanso, mas que estava sem luvas ou qualquer equipamento necessário.

"Tratada como um bicho". Mulher dá à luz no chão de hospital no Brasil
Notícias ao Minuto

14:20 - 03/04/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Brasil

Uma mulher deu à luz um menino, no dia 23 de março, no chão da receção de uma maternidade brasileira após lhe ter sido negado atendimento médico. "Eu fui tratada como um bicho", lamentou a mulher.

"Quando olho para o meu filho, penso que deveria ter gritado mais pelos meus direitos e pelos dele. Sinto-me culpada por não o ter feito", afirmou Queli Santos Adorno, de 35 anos, ao Extra.

A mulher deu entrada no hospital na noite de 22 de março para ter o quarto filho. Queli foi alertada de que poderia entrar em trabalho de parto a qualquer momento, pelo que deveria permanecer no hospital.

As contrações começaram a aumentar e, seis horas depois, a mulher voltou a ser avaliada por uma médica, que a mandou regressar a casa. A mulher recusou abandonar o hospital e o bebé acabou por nascer às 06h00, no chão da receção da unidade hospitalar.

A mãe e o bebé foram ajudados por uma médica que voltava do descanso, mas que estava sem luvas e qualquer equipamento necessário.

"Ela [a médica que a mandou para casa] foi incapaz de sair da sala para ver como eu estava, e o hospital estava vazio naquele dia. Eu era a única mãe na receção. Mas talvez fosse necessário que eu vivesse isso, para evitar que outras mulheres também passem pelo mesmo", afirmou Queli, que garantiu que quer lutar para que mais nenhuma mulher viva uma situação semelhante.

A médica que recusou o internamento da paciente já foi demitida, mas garantiu que a mulher não tinha qualquer dilatação e que assegurou o cumprimento de todos os protocolos adequados. 

Leia Também: "Prontos para qualquer situação". Bebé nasce com a ajuda dos bombeiros

Recomendados para si

;
Campo obrigatório