Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

China bloqueou abastecimento a navio em águas disputadas, acusa Filipinas

As Filipinas acusaram hoje a guarda costeira chinesa de bloquear um dos seus navios que deveria abastecer pescadores em águas disputadas no Mar do Sul da China, duas semanas depois de um acidente similar na mesma área.

China bloqueou abastecimento a navio em águas disputadas, acusa Filipinas
Notícias ao Minuto

09:54 - 25/02/24 por Lusa

Mundo Filipinas

De acordo com uma declaração da Guarda Costeira das Filipinas citada pelos meios de comunicação filipinos, na quinta-feira o navio governamental Datu Sanday estava a levar combustível a pescadores perto do atol Baixo Masinloc (também chamado Scarborough ou, na China, Huangyan Dao) quando quatro navios chineses tentaram bloquear a sua passagem.

O porta-voz da Guarda Costeira das Filipinas, Jay Tarriela, explicou que apesar de três dos navios terem efetuado "manobras perigosas" e se terem aproximado a menos de 100 metros do Datu Sanday o navio filipino evitou as tentativas de bloqueio e conseguiu abastecer os pescadores.

A Guarda Costeira das Filipinas acompanhou a sua acusação com vídeos divulgados nos meios de comunicação social e nas redes sociais que mostram uma embarcação da Guarda Costeira chinesa a entrar no caminho do navio filipino para o bloquear.

O incidente ocorreu duas semanas depois de as autoridades filipinas terem alegado que outra embarcação da Guarda Costeira das Filipinas foi assediada mais de 40 vezes por navios chineses.

Pequim e Manila disputam a soberania do atol de Scarborough e das águas circundantes.

As autoridades filipinas alegam que o atol está dentro da sua zona económica exclusiva e que o Tribunal de Arbitragem de Haia rejeitou as aspirações de soberania de Pequim em 2016, uma decisão que o governo chinês se recusa a cumprir.

A China e as Filipinas estão em conflito sobre a soberania de várias ilhas e atóis no Mar do Sul da China, que Pequim reivindica quase na totalidade por "razões históricas", disputando também territórios com a Malásia, Vietname, Taiwan e Brunei.

Estas águas são uma zona estratégica através da qual circula um terço do comércio mundial e onde se encontram importantes recursos pesqueiros e energéticos.

Leia Também: Camião cai em ravina nas Filipinas e faz pelo menos 14 mortos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório