Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

Blinken anuncia abertura de base aérea da NATO na Albânia em março

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, anunciou hoje durante uma visita a Tirana a abertura em março de uma base aérea da NATO na Albânia, Estado-membro da Aliança desde 2009.

Blinken anuncia abertura de base aérea da NATO na Albânia em março
Notícias ao Minuto

20:08 - 15/02/24 por Lusa

Mundo EUA

"No próximo mês vai ser inaugurada uma base da NATO em Kucove [sul], onde 31 aliados vão contribuir com diversas experiências, capacidades, mas com cada um de nós mantendo o mesmo compromisso férreo", disse Blinken em conferência de imprensa após um encontro com o primeiro-ministro albanês Edi Rama.

"Inaugurar a base aérea em apenas algumas semanas constitui uma forma maravilhosa de sublinhar um exemplo muito sólido da cooperação na área da defesa", indicou.

Blinken assinalou que, nos últimos três anos, praticamente todos os aliados aumentaram as despesas com a defesa em relação ao respetivo produto interno bruto (PIB).

Os membros da organização militar ocidental comprometeram-se a destinar para a defesa 2% do seu PIB, um objetivo ainda não cumprido por alguns países.

Blinken efetua uma visita à Albânia, um aliado próximo dos Estados Unidos nos Balcãs ocidentais, que também pretende uma adesão à União Europeia (UE).

O chefe da diplomacia de Washington sublinhou o apoio da Albânia à Ucrânia na sequência da invasão militar da Rússia.

"Desde o início que a Albânia tem sido um apoiante da Ucrânia, de facto foi o primeiro a avançar e levantar a mão no apoio. Foi um dos primeiros países a enviar militares para a Ucrânia devido à invasão russa, munições, veículos, e é atualmente um dos dez principais contribuintes 'per capita'", declarou.

No final de fevereiro, a Albânia organiza uma conferência internacional sobre a Ucrânia, com a provável presença do Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

Em Tirana, Blinken também se reuniu com o Presidente Bajram Begaj, e com representantes do organismo de combate à corrupção.

Leia Também: Israel? EUA acreditam em acordo sobre tréguas e libertação de reféns

Recomendados para si

;
Campo obrigatório