Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Investigadores refrescam caso de homicídio em Inglaterra 25 anos depois

Apelo ao público resultou em 40 novas linhas de inquérito.

Investigadores refrescam caso de homicídio em Inglaterra 25 anos depois
Notícias ao Minuto

23:47 - 28/11/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Reino Unido

Os investigadores do homicídio de Lyn Bryant, assassinada a 20 de outubro de 1998, no Reino Unido, estão a trabalhar em 40 novas linhas de inquérito, abertas após um apelo especial ao público, no âmbito do 25.º aniversário do homicídio, ter resultado em novas informações.

Segundo o jornal local Cornwall Live, a mulher, de 40 anos, foi assassinada enquanto passeava com o cão da família perto de sua casa em Roseland, na Cornualha. Foi esfaqueada várias vezes num ataque prolongado com motivação sexual.

No mês passado, os detetives da Equipa de Investigação de Crimes Graves da Polícia de Devon e Cornwall lançaram um novo apelo público para que quem tivesse informações sobre o caso as revelasse à polícia.

O resultado? Foram recebidas 57 chamadas e mensagens, proporcionando 40 novas ações e consultas que agora estão em andamento. Entre as ações desencadeadas estão novas comparações com um perfil parcial de ADN que se acredita pertencer ao assassino de Lyn.

"Gostaria de agradecer a todos os que forneceram informações como parte deste último apelo. É comovente ver o nível de apoio público a este caso, apesar do passar do tempo", disse o inspetor Rob Smith.

Este pedido por novas informações veio acompanhado por uma promessa de prémio de 20 mil libras (cerca de 23 mil euros) para dados que levem à conclusão do caso.

"Sabemos que 25 anos é muito tempo, mas continuamos convencidos de que alguém sabe o que aconteceu a Lyn naquele dia. Para o bem da família dela, por favor, faça a coisa certa e entre em contato – agora é a hora", concluiu Smith.

Leia Também: Ataque de Nottingham. Suspeito declara-se culpado de homicídio negligente

Recomendados para si

;
Campo obrigatório