Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Drones usados pela Rússia na guerra da Ucrânia têm componentes europeus

Pelo menos sete países ocidentais estão a fornecer componentes necessários para o fabrico dos drones Shahed, que atingem diariamente a Ucrânia.

Drones usados pela Rússia na guerra da Ucrânia têm componentes europeus
Notícias ao Minuto

23:57 - 27/09/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

Os drones kamikaze iranianos usados ​​nos últimos ataques às cidades ucranianas estão cheios de componentes europeus, de acordo com um documento secreto enviado por Kyiv aos seus aliados ocidentais - no qual apela a mísseis de longo alcance para atacar locais de produção na Rússia, no Irão e na Síria.

Num documento de 47 páginas apresentado pelo governo da Ucrânia aos governos do G7, em agosto, e agora revelado pelo The Guardian, afirma-se que houve mais de 600 ataques a cidades utilizando veículos aéreos não tripulados (UAVs) contendo tecnologia ocidental nos três meses anteriores.

De acordo com o relatório, 52 componentes elétricos fabricados por empresas ocidentais foram encontrados no drone Shahed-131 e 57 no modelo Shahed-136.

Cinco empresas europeias, incluindo uma subsidiária polaca de uma multinacional britânica, são apontadas como fabricantes originais dos componentes identificados.

“Entre os fabricantes estão empresas sediadas nos países da coligação de sanções: Estados Unidos, Suíça, Holanda, Alemanha, Canadá, Japão e Polónia”, pode ler-se.

A investigação revela, ainda, que a elevada procura obrigou o Irão a alargar a produção.

Leia Também: Moscovo e Havana em contactos sobre recrutamento de cubanos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório