Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 19º

Casal morre depois de comer peixe venenoso na Malásia sem saber

Os peixes-balão podem ser fatais mesmo depois de cozinhados, caso não sejam corretamente preparados.

Casal morre depois de comer peixe venenoso na Malásia sem saber
Notícias ao Minuto

15:48 - 10/04/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Malásia

Um casal idoso morreu, na Malásia, depois de cozinharem e comerem um peixe que desconheciam ser altamente venenoso, levando a família a pedir às autoridades que tomem medidas contra o consumo destes animais.

Segundo contaram as autoridades locais, citadas pela CNN Internacional, Ng Chuan Sing e Lim Siew Guan, ambos com mais de 80 anos, compraram dois peixes-balão num mercado no estado de Johor, no sul do país.

Depois de o fritarem e começarem a comer, ambos começaram a ser dificuldades respiratórias e arrepios, cerca de uma hora depois da refeição.

A mulher, Lim Siew Guan, morreu nessa mesma noite, já o homem, Ng Chuan Sing, morreu no passado sábado, após um coma de oito dias.

A filha do casal, Ng Ai Lee, pediu que as autoridades assumissem responsabilidade pela morte dos idosos, apelando ao governo para "intensificar a aplicação da lei e promover a consciencialização do público sobre o envenenamento de peixes-balão para prevenir acidentes semelhantes".

A lei da Malásia proíbe a venda de animais venenosos ou perigosos, como as várias espécies de peixe-balão, nativas das águas da região.

O animal é altamente venenoso, e apesar de ser comestível, precisa de ser preparado com vários cuidados de modo a garantir-se que o veneno, que está presente na pele, nos órgãos e nos ossos do animal, deixe de surtir efeito.

É normalmente servido em restaurantes de alto gabarito no Japão, mas também pode ser apanhado na Singapura e na Coreia do Sul, onde há restaurantes unicamente dedicados à preparação de peixes-balão (ou 'fugu').

No Japão, lei obriga a uma formação de três anos a todos os chefs que pretendam cozinhar peixe-balão, sendo que este tipo de envenenamento é a causa mais frequente de intoxicação alimentar no país.

Não é conhecido qualquer antídoto.

Leia Também: Vinte mulheres hospitalizadas depois de envenenamento em escola no Irão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório