Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

"Cooperação nesta nova era". Visita de Xi Jinping à Rússia já terminou

O presidente chinês aproveitou a sua visita a Moscovo para discutir com o homólogo russo, Vladimir Putin, o seu plano de paz relativamente à invasão na Ucrânia.

"Cooperação nesta nova era". Visita de Xi Jinping à Rússia já terminou
Notícias ao Minuto

09:19 - 22/03/23 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente chinês, Xi Jinping, deixou a capital russa, na manhã desta quarta-feira, após a uma visita de três dias e um encontro marcante com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, reportou a AFP, citando meios de comunicação social russos.

O avião de Xi Jinping deixou o aeroporto de Vnukovo, em Moscovo, na manhã desta quarta-feira, depois de uma cerimónia fortemente coreografada e cheia de grandeza imperial, realizada na noite de terça-feira, onde se ouviram os hinos nacionais russo e chinês, reportou a agência de notícias RIA Novosti, citada pelo jornal The Guardian.

O presidente chinês, Xi Jinping, discutiu com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, o plano de paz que elaborou para terminar com a guerra na Ucrânia, que defende a "retoma das negociações" e o "respeito pela soberania".

"Acreditamos que muitos pontos do plano de paz proposto pela China (...) podem servir de base para uma solução pacífica [do conflito]", sublinhou Vladimir Putin sobre a invasão russa na Ucrânia, apontando, no entanto, que não vê "vontade" de Kyiv e do Ocidente para encontrar uma saída com base no plano chinês.

Entre os pilares da iniciativa chinesa estão também o respeito pela "soberania de todos os países" e a "sua integridade territorial" e o abandono da "mentalidade da guerra fria" e o respeito pelas "legítimas preocupações de segurança dos países", algo que Pequim tem reiterado desde o início da invasão, em referência à Rússia.

Antes de brindarem "à prosperidade e bem-estar dos povos da Rússia e da China", Vladimir Putin e Xi Jinping proferiram declarações no final das discussões no Kremlin destinadas ao "desenvolvimento das relações russo-chinesas" e à "cooperação nesta nova era".

De recordar que a presidência russa não poupou em recursos para receber o líder chinês Xi Jinping na sua visita de três dias.

Ainda na segunda-feira, Putin ofereceu a Xi um jantar privado de sete pratos, e que durou quatro horas e meia, antes do jantar de Estado de terça-feira, no antigo palácio imperial, que serviu para as conversações com altos funcionários de ambos os países.

Leia Também: Xi abordou com Putin plano de paz que defende "respeito pela soberania"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório