Meteorologia

  • 01 ABRIL 2023
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 20º

'Rocket' disparado da Faixa de Gaza intercetado por Israel

Um 'rocket' hoje disparado da Faixa de Gaza foi intercetado pelo sistema de defesa antiaérea israelita, indicou o exército, num cenário de escalada do conflito israelo-palestiniano.

'Rocket' disparado da Faixa de Gaza intercetado por Israel
Notícias ao Minuto

17:51 - 01/02/23 por Lusa

Mundo Exército israelita

O disparo foi feito após uma visita do secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, a Jerusalém e a Ramallah, na Cisjordânia ocupada, onde apelou para a contenção das duas partes, depois de os mais recentes atos de violência terem feito temer um novo período de intensificação do conflito.

"Um 'rocket' foi disparado da Faixa de Gaza. O 'rocket' foi intercetado pelo sistema de defesa aérea do exército", indicou um comunicado militar israelita.

O disparo de artilharia pesada não foi, até agora, reivindicado pelos grupos armados da Faixa de Gaza, território com 2,3 milhões de habitantes sob bloqueio israelita desde 2007, ano em que o Hamas chegou ao poder.

O exército israelita tinha antes reportado que sirenes de alerta tinham soado na cidade israelita de Sderot, no sul do país, e no setor em torno de Gaza.

Na sexta-feira, o exército israelita tinha realizado ataques a infraestruturas do movimento islâmico Hamas no poder, após disparos de 'rockets' para território israelita. Não se registaram vítimas.

Estas trocas de fogo surgem na sequência do ataque israelita à Cisjordânia mais mortífero em anos, ocorrido na passada quinta-feira: dez pessoas, combatentes e civis, morreram na operação realizada no campo de refugiados de Jenin, no norte da Cisjordânia.

Em seguida, sete pessoas morreram na sexta-feira num ataque palestiniano a Jerusalém oriental, setor ocupado e anexado por Israel, e no sábado um palestiniano feriu dois israelitas, um pai e o seu filho, também em Jerusalém oriental, antes de ser ferido e detido.

Na Cisjordânia, guardas israelitas mataram no domingo um palestiniano e militares israelitas mataram na segunda-feira outro palestiniano.

"Todas as partes devem tomar medidas para impedir uma nova escalada da violência e restaurar a calma", declarou Antony Blinken na terça-feira, no final do seu périplo pelo Médio Oriente, durante o qual se reuniu com responsáveis israelitas, palestinianos e egípcios.

Leia Também: Israel envia mais tropas para a Cisjordânia e discute medidas adicionais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório