Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2022
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 16º

Mãe ensina filho a sobreviver em tiroteio e vídeo torna-se viral

Mulher preparou o regresso às aulas do filho com uma mochila à prova de bala.

Notícias ao Minuto

15:07 - 17/08/22 por Notícias ao Minuto

Mundo EUA

Com os tiroteios a marcar, cada vez mais, a atualidade dos Estados Unidos e após a tragédia de Uvalde, no estado do Texas, uma mãe quis preparar o seu filho para o ano letivo que se aproxima e adicionou à lista de material escolar um artigo incomum.

Cassie Walton comprou uma mochila à prova de bala e treinou o filho, de cinco anos, para uma situação com um atirador ativo. Nas redes sociais, esta mãe, natural do Oklahoma, partilhou um vídeo no qual explica à criança como se comportar caso esteja perante um cenário de tiroteio e as imagens já se tornaram virais. 

"Se te disserem que não é um simulacro e tu tens que te esconder num canto em silêncio e sem te mexeres, o que tens que fazer?", questiona a mãe no vídeo, enquanto o menino, Weston, se mostra obediente e carrega a sua mochila à prova de balas do Homem-Aranha.

"Mostra-me como usas a tua mochila", pede a mãe, levando Weston a colocá-la sobre a sua cabeça.

"Se a professora te disser 'Weston, não precisas da tua mochila, fica no canto'", continua a mãe. "Digo: 'Sim, eu preciso disto, é à prova de balas'", responde o menino.

A mãe pergunta depois a Weston o que ele faria se a polícia estivesse do lado de fora, mas com o atirador na sala.

"Eu digo 'estou aqui'", responde a criança.

"Nem pensar, não dizes uma palavra. Se o atirador está lá, não dizes uma palavra, ficas absolutamente em silêncio", explica a mãe.

O plano termina com uma fuga, quando a mulher pergunta ao menino o que faria se conseguisse sair da escola.

"Vou correr até chegar em casa", diz Wasten. "Fica o mais longe possível da escola, a mamã vai-te encontrar", afirma a mãe.

À imprensa norte-americana, Cassie Walton contou que quer que o filho esteja preparado e que o que aconteceu em Uvalde foi determinante na sua decisão.

Recorde-se que o massacre de Uvalde, ocorrido a 24 de maio, custou a vida a 21 pessoas, a maioria crianças, depois de um atirador entrar numa escola básica. 

Leia Também: Última vítima de Uvalde sai do hospital mais de dois meses após tiroteio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório