Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 28º

Eurovisão. Reino Unido fará "concurso fantástico em nome dos ucranianos"

Boris Johnson revelou que conversou com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e ambos concordaram que “onde quer que a Eurovisão 2023 seja realizada, a mesma deve celebrar o país e o povo da Ucrânia”.

Eurovisão. Reino Unido fará "concurso fantástico em nome dos ucranianos"

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, reagiu às notícias que dão conta que a próxima edição do Festival Eurovisão da Canção se irá realizar no Reino Unido - apesar de a Ucrânia ter sido a grande vencedora de 2022 - e garantiu que a organização “fará um concurso fantástico em nome dos amigos ucranianos”.

A União Europeia de Radiodifusão (UER) e a emissora estatal britânica BBC revelaram, esta segunda-feira, que o Reino Unido irá receber o festival no próximo ano devido às incertezas sobre se a Ucrânia tem condições para receber o evento por causa da invasão russa.

Na rede social Twitter, Boris Johnson revelou que conversou com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e ambos concordaram que “onde quer que a Eurovisão 2023 seja realizada, a mesma deve celebrar o país e o povo da Ucrânia”.

“Como agora somos anfitriões, o Reino Unido honrará esse compromisso diretamente - e fará um concurso fantástico em nome dos nossos amigos ucranianos”, assegurou o britânico.

Recorde-se que em meados de junho, quando a BBC recebeu o convite para organizar o evento, Boris Johnson defendeu que a Ucrânia “pode e deve” receber o festival

“Sei que tivemos uma participação fantástica, sei que ficámos em segundo lugar e adoraria que fosse neste país, mas o facto é que eles ganharam e merecem tê-lo [ao evento] e acredito que o podem ter e devem tê-lo”, frisou. “Acredito que Kyiv ou qualquer outra cidade ucraniana segura seria um lugar fantástico para o ter”.

A UER garantiu que responsáveis da estação estatal ucraniana Suspilne irão “trabalhar em conjunto” com a BBC “para desenvolver elementos ucranianos no espetáculo”. Revelou ainda que a Ucrânia, uma vez que venceu o último concurso, passará automaticamente à final com os países do grupo ‘Big 5’ - Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido - e que começará, na próxima semana, a “procura pela cidade” que irá acolher o evento.

Em junho, a UER emitiu um comunicado onde explicou que a decisão de não realizar o evento na Ucrânia se prende com a “segurança de todos os que trabalham e participam” na organização, cujo planeamento tem de “começar imediatamente”, e pediu que não se “politize” a decisão. 

A banda ucraniana Kalush Orchestra venceu a 66.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, realizada no passado dia 14 de maio, em Turim, Itália. O tema 'Stefania' arrecadou um total de 631 votos, combinados entre votos do júri e do público. Em segundo lugar ficou o britânico Sam Ryder que, com ‘Space Man’, levou 466 pontos para o Reino Unido.

Leia Também: Eurovisão vai (mesmo) ser no Reino Unido em 2023

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório