Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 8º MÁX 12º

Quem acolher ucranianos nas Ilhas Baleares receberá pelo menos 200 euros

Objetivo do governo é aliviar as despesas das famílias geradas por estes acolhimentos.

Quem acolher ucranianos nas Ilhas Baleares receberá pelo menos 200 euros
Notícias ao Minuto

09:16 - 20/06/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia/Ucrânia

As famílias residentes nas Ilhas Baleares, em Espanha, que acolham refugiados ucranianos nas suas casas, ou lhes cedam habitações, vão poder usufruir de uma linha de apoio a partir de 200 euros por mês. 

Segundo a imprensa local, esta medida faz parte de um decreto de medidas extraordinárias e urgentes para mitigar o impacto da crise económica e social gerada pela guerra. A medida tem efeito retroativo a partir de 1 de março e vai vigorar até ao final do ano.

“O decreto-lei que foi aprovado para a crise ucraniana contempla a ajuda às pessoas afetadas. No Ministério dos Assuntos Sociais [das Ilhas Baleares] pensámos também em dar apoio à solidariedade das famílias”, disse a ministra Fina Santigo, citada pelo Ultima Hora, explicando que são estas famílias que oferecem alimentação e abrigo a estes refugiados.

O orçamento para a medida, que também agrega entidades que decidam ajudar, é de 500 mil euros, mas poderá ser “alargado” se necessário. 

Os beneficiários vão receber cerca de 200 euros se provarem que acolheram um refugiado ucraniano em casa, 300 euros se acolherem dois e, a partir daí, mais 50 euros, para que sejam aliviadas as despesas extra geradas por este acolhimento.

No caso das empresas, o dinheiro será concedido na forma de subsídio para despesas como eletricidade ou água.

Leia Também: Zelensky teme que Rússia "intensifique ataques" antes de decisão da UE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório