Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

Universidade de Michigan fixa acordo de 430 milhões com vítimas de abuso

A Universidade de Michigan estabeleceu um acordo no valor de 490 milhões de dólares com mais de 1.000 pessoas que acusam um ex-médico desportivo, que exerceu naquela instituição norte-americana durante quase quatro décadas, de agressão sexual.

Universidade de Michigan fixa acordo de 430 milhões com vítimas de abuso
Notícias ao Minuto

08:45 - 20/01/22 por Lusa

Mundo EUA

A instituição divulgou na quarta-feira que as negociações permitiram estabelecer um acordo, que envolve 1.050 pessoas, sendo este o último de várias indemnizações de grandes dimensões definidas por universidades norte-americanas, devido a acusações de abusos sexuais por funcionários.

As vítimas irão agora determinar como dividir 460 milhões de dólares (cerca de 405 milhões de euros), enquanto 30 milhões de dólares (cerca de 25 milhões de euros) ficarão reservados para futuras reivindicações, divulgou a universidade em comunicado.

"Esperamos que este acordo inicie um processo de cura para as vítimas", salientou o reitor da Universidade de Michigan, Jordan Acker, citado pela agência AP.

"Ao mesmo tempo, o trabalho que começou há dois anos, quando os primeiros corajosos despoletaram o caso, continuará", acrescentou.

A universidade procurava mediar os vários processos judiciais movidos principalmente por homens que acusaram Robert Anderson de abusos sexuais durante exames médicos de rotina.

O advogado de cerca de 200 vítimas, Parker Stinar, salientou que o processo foi "longo e desafiante" mas que o acordo permitirá "justiça e cura" para as homens e mulheres vítimas dos abusos.

Para o principal denunciante, Tad DeLuca, cuja carta desencadeou uma investigação sobre o médico desportivo, o acordo pode deixar "questões mais profundas sem solução".

"O acordo vai encobrir a realidade para que [a Universidade de] Michigan possa voltar a parecer maravilhosa para o mundo", frisou, em declarações à agência AP.

Robert Anderson trabalhou naquela universidade desde 1966 até à sua reforma, em 2003, e foi o diretor do serviço de saúde e médico responsável por várias equipas desportivas, incluindo futebol.

Vários jogadores de futebol e outros atletas juntaram-se e acusaram Anderson, que morreu em 2008, de abuso sexual.

Segundo um relatório de uma empresa externa contratada pela universidade, os funcionários da instituição perderam várias oportunidades para travarem os abusos do médico ao longo dos 37 anos de carreira.

A Universidade de Michigan é regularmente classificada entre as melhores universidades públicas dos Estados Unidos.

Este acordo milionário é um dos vários já estabelecidos por universidades norte-americanas na sequência de escândalos sexuais.

Entre estes, está o acordo de 2018 da Universidade Estadual do Michigan, no valor de 500 milhões de dólares (cerca de 440 milhões de euros), para indemnizar as mais de 300 mulheres vítimas de abuso por Larry Nassar, médico desportivo daquele 'campus' universitário e da federação de ginástica norte-americana.

Em 2021, a Universidade do Sul da Califórnia chegou a um acordo de 852 milhões de dólares (cerca de 750 milhões de euros) com mais de 700 mulheres que acusaram o ginecologista do 'campus' universitário de abuso sexual.

Leia Também: Tiroteio na escola de Michigan origina legislação sobre armas

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório