Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

EUA: Claudette Colvin, pioneira dos direitos civis, quer o cadastro limpo

Em 1955, quanto tinha 15 anos, Colvin recusou ceder o seu lugar num autocarro a uma pessoa branca. Acabou por ser detida.

EUA: Claudette Colvin, pioneira dos direitos civis, quer o cadastro limpo

Claudette Colvin, uma pioneira dos direitos civis nos Estados Unidos, quer ver o seu cadastro limpo, refere a BBC.

Claudette Colvin foi a primeira pessoa a ser detida por desafiar a política de segregação nos autocarros de Montgomery, no estado do Alabama, embora a sua estória seja relativamente desconhecida, principalmente quando comparada com a de Rosa Parks.

Em 1955, quando tinha 15 anos, Claudette Colvin recusou ceder o seu lugar num autocarro a uma pessoa branca.

Foi detida e posteriormente foi condenada por agredir um polícia durante a sua detenção, tendo ficado em liberdade condicional. O seu caso ocorreu nove meses antes do de Rosa Parks.

Agora, Colvin, de 82 anos, está a desafiar a justiça norte-americana porque a sua liberdade condicional nunca findou oficialmente.

“Sou uma mulher velha agora. Ter o meu registo criminal expurgado vai significar algo para os meus netos e bisnetos. E vai significar algo para outras crianças negras”, afirmou Claudette Colvin, que mais tarde frisou ainda que acha que “agora pode-se dizer que já não uma delinquente juvenil”.

O procurador-geral do condado de Montgomery, Daryl Bailey, indicou que apoia o pedido de Claudette Colvin.

Leia Também: EUA emitem primeiro passaporte com indicação de género 'X'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório