Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

AO MINUTO: Coadministração das vacinas da gripe e Covid-19? OMS diz sim

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Coadministração das vacinas da gripe e Covid-19? OMS diz sim

Com a aproximação do frio e com as medidas de proteção a serem aliviadas a cada dia que passa, as autoridades de saúde estão cada vez mais focadas em reforçar a vacinação contra a Covid-19 junto dos grupos mais vulneráveis.

É o caso dos idosos, com 80 ou mais anos, e os utentes de lares e de unidades de cuidados continuados que começam já esta semana a receber a terceira dose da vacina.

Além da atenção com a Covid-19, este ano, os especialistas estão ainda mais preocupados com a gripe e com as infeções respiratórias. Depois de um ano a sermos protegidos pelas máscaras, confinamento e reforço da higiene, o nosso sistema imunitário está mais vulnerável a estes vírus. Os médicos temem, assim, um inverno descontrolado e que viroses atinjam crianças em força.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de terça-feira.

23h23 - A Tailândia vai reabrir as fronteiras a turistas vacinados a 1 de novembro, de acordo com as autoridades governamentais. A partir do dia 1 de dezembro, os restaurantes poderão voltar a servir álcool e os locais de entretenimento poderão reabrir.

22h55 - OMS considera "aceitável" coadministração das vacinas da gripe e Covid. O grupo de peritos de aconselhamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) considera "aceitável" a administração em simultâneo das vacinas contra a gripe e contra a Covid-19. "Os dados limitados sobre a coadministração de vacinas inativadas (produzidas com base em vírus inativados) contra a gripe sazonal com a da covid-19 não mostraram um aumento de eventos adversos", indicam as recomendações do Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas (SAGE) em imunização da OMS hoje divulgadas, que não constituem ainda uma orientação da OMS sobre a coadministração das vacinas.

22h46 - Brasil notifica mais 202 óbitos e 6.918 casos no último dia. As autoridades de Saúde brasileiras reportam, esta segunda-feira, mais 6.918 casos de infeção por novo coronavírus, uma descida em relação ao dia anterior (8.639). São ainda confirmadas mais 202 mortes associadas à doença, uma subida em relação à véspera (182).

22h30 - Bolsonaro irrita-se com pergunta sobre os mais de 600 mil mortos. O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que está a passar alguns dias de férias numa praia, irritou-se hoje quando uma mulher o questionou sobre as mais de 600 mil mortes que a Covid-19 já causou no país.

"Em que país não morreu gente?", perguntou Bolsonaro três vezes, que, diante da falta de resposta da mulher, acrescentou visivelmente chateado: "Olha, eu não vim aqui para me aborrecer".

21h45 - Submetido pedido de autorização para 1.º comprimido para tratar Covid-19. A farmacêutica Merck anunciou esta segunda-feira que submeteu ao regulador dos Estados Unidos o pedido para a autorização do uso de um comprimido para tratar pessoas infetadas com o SARS-CoV-2. A autorização para o uso do antivírico oral - molnupiravir - seria mais um marco histórico na luta contra o novo coronavírus, porque, dizem os especialistas, trata-se de um tratamento relativamente barato e acessível que poderia chegar a mais pessoas do que a vacina.

21h18 - A vacinação reduz o risco de hospitalização ou de morte por Covid-19 em 90%, de acordo com um estudo realizado em França, num universo de 22,6 milhões de pessoas acima dos 50 anos de idade. A investigação, publicada esta segunda-feira, apurou, também, que as vacinas protegem contra os piores sintomas da estirpe do vírus mais prevalente, a Delta.

21h03 - Angola registou mais 202 casos de Covid-19, sete mortes e 376 pessoas consideradas recuperadas da doença nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades de saúde angolanas.

20h52 - Moçambique registou mais duas mortes por Covid-19, seis novos casos e 79 recuperados da doença, anunciou hoje o Ministério da Saúde no boletim diário sobre a pandemia.

20h15 - Cabo Verde registou 14 novos infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e 32 recuperações, informou hoje o Ministério da Saúde.

19h50 - A Madeira registou quatro novos casos de infeção por SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas e 11 recuperados, contabilizando 80 casos ativos, anunciou hoje a Direção Regional da Saúde.

19h38 - A França somou, nas últimas horas, 30 mortes e mais 1.120 casos relacionados com a Covid-19. Os dados foram revelados esta segunda-feira pelas autoridades de saúde. No total, desde o início da pandemia, o país já contabilizou 117.082 óbitos e 7.057.631 contágios.

19h19 - Suu Kyi e Win Myint declaram-se inocentes de infringir regras sanitárias. A líder deposta de Myanmar (antiga Birmânia), Aung San Suu Kyi, e o ex-Presidente Win Myint declararam-se hoje em tribunal inocentes de violarem as restrições da covid-19, segundo os seus advogados

Cada um foi acusado com duas contraordenações ao abrigo da Lei de Gestão de Catástrofes por falta de observação das restrições pandémicas durante a campanha eleitoral para as eleições gerais do ano passado, sendo que cada acusação implica uma pena de até três anos de prisão.

18h55 - Três detidos após a descoberta de vacinas abandonadas. A justiça do Egito anunciou a detenção de três colaboradores do Ministério da Saúde acusados de "negligência grave" após a descoberta de milhares de doses da vacina contra o novo coronavírus numa conduta

18h23 - Itália reporta mais 34 mortes e 1.516 novos casos, uma descida face à véspera

18h07 - O teste positivo à Covid-19 de uma segunda funcionária da Escola Básica da Quinta de S. Gens, Matosinhos, vai obrigar ao prolongamento por dois dias do isolamento de parte das 314 crianças que estão em casa desde dia 6.

17h33 - Espanha reportou 3.829 novos contágios e mais 49 óbitos desde a passada sexta-feira, segundo o boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira pelo Ministério da Saúde. Em termos acumulados, Espanha contabiliza 4.977.448 casos de infeção e 86.827 vítimas mortais.

17h17 - O apelo da DGS aos funcionários de lares não vacinados: "Se não se vacinam deve haver uma reorganização do trabalho, por forma a que não sejam cuidadores diretos dos utentes. Portanto, fazer outra tarefas dentro dos lares", disse Graça Freitas.

17h12 - Autoridades alertam para serviços em risco. A Covid-19 aumentou os custos das autoridades locais em 125 mil milhões de euros em 2020 e reduziu receitas em 55 mil milhões, podendo levar ao corte de serviços públicos, disse hoje o presidente do Comité Europeu das regiões

"Esta diferença de 180 mil milhões de euros pode levar ao corte de serviços públicos", afirmou Apostolos Tzitzikostas

17h05 - Num tweet, partilhado esta segunda-feira, o SNS revela qual o dia com mais testes realizados: "24 de setembro foi o dia com mais testes efetuados".

16h53 - Reino Unido com todos os indicadores no vermelho. No dia em que registou 28 mortes e mais 40.224 contágios, a tendência é negativa em todos os indicadores pela primeira vez em várias semanas, revelam os dados oficiais

16h29 - O grupo de especialistas em vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou esta segunda-feira que as pessoas de certos grupos de risco, como os imunodeprimidos, recebam uma dose adicional da vacina contra a Covid-19

15h06 - A Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) começou a avaliar um pedido de introdução no mercado de uma combinação de anticorpos para prevenir e tratar a Covid-19 em pessoas a partir dos 12 anos.

14h38 - O Globo de Ouro que o vice-almirante Gouveia e Melo recebeu na cerimónia e que prometeu entregar ao Ministério da Saúde para, disse na gala, "que fique lá como recordação de uma batalha que todos vencemos em conjunto", já chegou às mãos da ministra Marta Temido.

Notícias ao Minuto
© SNS  

14h16 - Acaba de ser divulgado o boletim da DGS relativa à evolução da pandemia nas últimas 24 horas, indicando que houve mais 327 casos, sete óbitos e mais 308 recuperados.

Os internamentos continuam a subir, estando neste momento 356 pessoas hospitalizadas (mais 22 do que ontem), das quais 58 em unidades de Cuidados Intensivos (mais três).

Hoje, segunda-feira, a DGS como habitualmente atualizou a matriz de risco. A incidência segue a descer, sendo atualmente de 82,9 casos por 100 mil habitantes a nível nacional, e de 82,7 casos por 100 habitantes no continente. Sentido inverso segue o índice de transmissibilidade, que arranca a semana a subir para 0,95 quer a nível nacional, quer no continente.

14h07 - Rússia 'roubou' fórmula da AstraZeneca para fazer a sua própria vacina?

O ministro do Interior do Reino Unido recusou confirmar se a Rússia 'roubou' a fórmula da vacina britânica contra a Covid-19, da AstraZeneca, para criar a Stutnik V, tal como foi avançado pelo The Sun.

Damian Hinds apenas admitiu que as acusações de roubo de propriedade intelectual e ataques cibernéticos estão a ser levadas "extremamente a sério".

13h49 - Pandemia agrava casos de automutilação

Vários estudos feitos em diferentes países do mundo têm revelado, ao longo dos meses, que a saúde mental, essencialmente dos mais jovens, foi afetada seriamente pela pandemia. Hoje, o chefe do departamento da psiquiatria de Vall d'Hebron, na Catalunha, Espanha, revelou ao El País que os casos de automutilação entre 2019 e 2021 aumentaram para "quase o dobro" dos anos anteriores.

13h28 - Açores com sete novos casos em São Miguel

Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, sete novos casos de infeção por SARS-CoV-2, todos na ilha de São Miguel, e a Região contabiliza hoje 177 casos positivos ativos, informa a Autoridade de Saúde Regional.

13h00 - Angola passa a cobrar 46 euros por teste pós-desembarque

Angola vai passar a cobrar 46 euros pelos testes pós-desembarque exigidos aos passageiros provenientes do exterior, segundo um decreto executivo dos ministérios das Finanças, dos Transportes e da Saúde.

12h47 - Cientistas reiteram ligação entre Covid-19 e complicações na gravidez

Dois novos estudos demonstram que as mulheres grávidas que apresentam sintomas de Covid-19 correm o risco de vir a sofrer complicações durante a gestação. Os investigadores mostram-se também alarmados com as sequelas da doença em bebés. Saiba mais aqui

12h43 - Pandemia já matou pelo menos 4,84 milhões de pessoas no mundo

A pandemia de Covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.847.904 pessoas em todo o mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um balanço realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

12h26 - Associação quer repor legalidade em maternidades que proíbem acompanhante

A Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto pediu hoje a intervenção da Entidade Reguladora da Saúde para "repor a legalidade" nas maternidades que ainda proíbem a presença do acompanhante em consultas, exames e no parto.

12h21 - Uma pessoa morre a cada seis minutos na Roménia

A Roménia está a lidar com uma nova vaga de infeções por Covid-19. Neste momento, de acordo com as autoridades de saúde locais, uma pessoa morre a cada seis minutos no país.

A Roménia tem a segunda menor taxa de vacinação da União Europeia (UE).

11h50 - Merck solicita autorização para uso de medicamento para tratamento

A Merck solicitou autorização para começar a disponibilizar um medicamento antiviral oral contra a Covid-19 que demonstrou, segundo a empresa norte-americana, reduzir para metade o risco de morte ou hospitalização.

Se os EUA derem o 'ok', o tratamento com molnupiravir será o primeiro medicamento antiviral oral contra a doença.

Até agora, medicamentos como remdesivir e dexametasona, que se mostraram úteis, eram apenas administrados quando os doentes já estavam internados.

11h28 - Nunca é demais recordar. Se ainda não foi vacinado, pode tomar a primeira dose, sem agendamento, em qualquer centro de vacinação de Portugal Continental.

11h07 - Alemanha acaba com testes grátis

A partir de hoje, as pessoas na Alemanha terão de pagar para fazer testes à Covid-19. Desta forma, o Governo pretende incentivar a vacinação, visto que, é necessário certificado de vacinação, de cura ou um teste negativo para entrar em lugares públicos.

10h50 - UCI do Reino Unido "cheias" de mulheres grávidas

As autoridades de saúde do Reino Unido estão apelar às grávidas que se vacinem contra a Covid-19, visto que, 17% dos doentes internados em estado grave, nos Cuidados Intensivos, são mulheres grávidas não vacinadas.

De acordo com o médico britânico David Lloyd a vacina é "muito, muito segura" e é importante que as grávidas a tomem, visto que, estas fazem parte dos grupos mais vulneráveis à doença.

"É uma altura muito perigosa. O sistema imunológico das mulheres quando estão grávidas é muito diferente de quando não estão grávidas", explicou, acrescentando que a combinação do SARS-CoV-2 com a gripe "é verdadeiramente mortal".

10h22 - Dados promissores sobre novo tratamento

A AstraZeneca anunciou, esta segunda-feira, que um estudo sobre o tratamento da Covid-19 com anticorpos 'AZD7442' mostrou ser eficaz na prevenção de sintomas graves em pacientes não hospitalizados, ou seja, com a doença num modo leve a moderado.

Quando comparado com placebo, uma única dose de 600 mg de 'AZD7442', administrada por injeção no músculo, conseguiu reduzir o risco de desenvolver Covid-19 grave ou morte em 50%.

10h12 - África com mais 283 mortes e 9.554 infetados nas últimas 24 horas

África registou 283 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 214.160 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 9.554 novos contágios, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

10h08 - Guiné-Bissau regista mais um morto e dois novos casos

A Guiné-Bissau registou mais um óbito e dois novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo dados hoje divulgados pelo Alto-Comissariado para a Covid-19.

09h28 - Rússia reporta 957 mortes relacionadas com a Covid-19

As autoridades russas reportaram, esta segunda-feira, mais 29.409 novos casos de Covid-19 e 957 mortes devido à doença, anunciou a Reuters.

09h11 - Como serão as cidades pós-Covid? Mais sustentáveis, com ruas não pavimentadas e edifícios que se comportam como árvores

A pandemia da Covid-19 obrigou-nos a repensar o paradigma urbano, tal como já tinha acontecido, em algumas cidades, devido a outras doenças como a tuberculose, em Paris, no século XIX, ou a cólera, em Londres, a febre amarela em Filadélfia e a gripe espanhola, por todo o país vizinho.

Hoje, várias metrópoles estão já em processo de metamorfose, não só devido ao teletrabalho, que fez com que se repensasse a utilização dos imóveis, como na transformação das ruas das cidades, tornando-as semelhantes às "cidades tropicais da antiguidade".

Os especialistas defendem a utilização de madeira e materiais mais sustentáveis, ruas não pavimentadas e edifícios que se comportam como árvores, ou seja, "que armazenam e geram energia, que coletam e reciclam água para irrigação, que produzem alimentos e constroem uma rede interna de comunicação entre os habitantes".

08h55 - Eis as consequências (inesperadas) da Covid-19 na saúde oral

Boca seca, alteração, perda total ou parcial do paladar, lesões na língua e na gengiva. O cenário é comum a cerca de quatro em cada 10 doentes de Covid-19, cujos sintomas se prolongam durante vários meses, concluiu uma equipa de investigadores brasileiros que cruzaram mais de 180 estudos publicados.  

08h04 - Vacinação obrigatória para setores da educação e saúde na Nova Zelândia

Os profissionais de saúde e do setor educativo da Nova Zelândia vão ser obrigados a vacinar-se contra a Covid-19, anunciou hoje o governo neozelandês.

07h59 - Fim da máscara vai trazer mais gripes, infeções respiratórias e alergias

As autoridades de saúde apelam à vacinação, não só da Covid-19 como da gripe, numa altura em que a preocupação com os vírus começa a subir. Depois de um ano a sermos protegidos pelas medidas de segurança contra o SARS-CoV-2, "aquilo que serviu de barreira contra a Covid", como recorda o Diário de Notícias esta segunda-feira, "também evitou a transmissão de outras doenças".

07h54 - Parlamento levanta hoje parte das restrições, máscaras mantêm-se.

O Parlamento começa hoje a funcionar com menos restrições devido à Covid-19, destacando-se o fim dos limites da presença de deputados no plenário, mas continua a ser obrigatório o uso de máscara nas áreas comuns.

07h49 - Alemanha reporta mais de 3 mil casos de Covid-19 e sete mortes

As autoridades alemãs reportaram, esta segunda-feira, mais 3.111 casos de Covid-19 e sete mortes devido à doença. Com este número, o total de infetados, desde o início da pandemia, sobe para 4.313.384 e o de óbitos para 94.209.

07h42 - China deteta 25 novos casos, todos oriundos do exterior

A China detetou 25 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, todos oriundos do estrangeiro, anunciaram hoje as autoridades de saúde do país.

07h37 - Vacinação dos mais idosos com terceira dose arranca esta semana

Os idosos com 80 ou mais anos e os utentes de lares e de unidades de cuidados continuados começam esta semana a receber a terceira dose da vacina para reforçar a sua imunidade contra o vírus SARS-CoV-2

07h31 - Sidney reabre comércio a vacinados após mais de cem dias de confinamento

Cafés, bares, ginásios, cabeleireiros e outros estabelecimentos comerciais reabriram hoje em Sidney, a cidade mais populosa da Austrália, para clientes vacinados contra a Covid-19, pondo fim a mais de cem dias de confinamento.

07h30 - Bom dia! Inicia-se aqui o registo de hoje de atualização de informação sobre a pandemia da Covid-19. Se quiser recordar o que aconteceu ontem clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Bolsonaro impedido de entrar em estádio; 182 óbitos no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório