Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Síria: Interpol levanta restrições sobre troca de informações

A Organização Internacional de Polícia Criminal -- Interpol reconheceu hoje ter reintegrado a Síria no seu sistema de troca de informações, após uma suspensão decidida em 2012 no contexto de sanções internacionais contra o regime de Bashar al-Assad.

Síria: Interpol levanta restrições sobre troca de informações
Notícias ao Minuto

17:13 - 07/10/21 por Lusa

Mundo Síria

"Em linha com as recomendações do secretariado geral, o comité executivo da Interpol decidiu levantar as medidas corretivas aplicadas à Síria", indicou a organização num comunicado dirigido à agência France-Presse depois de questionada sobre o assunto.

As "medidas corretivas" aplicadas ao Gabinete Central Nacional (NCB) da Interpol na Síria desde 2012 incluíam a suspensão dos direitos de acesso ao sistema de troca de informações aberto a todos os Estados membros, segundo o comunicado do secretariado geral da organização, sedeada em Lyon (França).

Desde 2012, "apenas o secretariado geral da Interpol recebia as comunicações provenientes da Síria, que só eram transferidas para os destinatários pretendidos se respeitassem as regras da Interpol", segundo a mesma fonte.

O comunicado precisa que "a recomendação de levantar as medidas corretivas foi feita após um acompanhamento das mensagens do NCB de Damasco" e que agora o gabinete na Síria "pode enviar e receber diretamente mensagens dos outros países membros".

Questionado pela AFP, um porta-voz da Interpol não quis dar mais pormenores sobre o que levou ao levantamento das restrições, nem sobre a data da decisão.

A porta-voz do Quai d'Orsay, por seu turno, reafirmou a posição de Paris em relação ao regime de Bashar al-Assad: "Enquanto o regime sírio continuar a alimentar a instabilidade, a crise humanitária e o risco terrorista, a França continuará a opor-se à normalização das relações com Damasco e a qualquer alívio do sistema de sanções".

"Expressaremos esta posição na próxima Assembleia-Geral da Interpol" de 23 a 25 de novembro, adiantou.

Leia Também: Síria: Mais de 3 milhões de pessoas em risco por falta de acesso a água

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório