Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Três soldados arménios mortos em confrontos com forças do Azerbaijão

Três soldados arménios morreram hoje em confrontos com forças do Azerbaijão, na fronteira entre os dois países, que deixaram ainda vários feridos, no episódio mais grave desde o período de guerra em Nagorno-Karabakh no final do ano passado.

Três soldados arménios mortos em confrontos com forças do Azerbaijão
Notícias ao Minuto

12:34 - 28/07/21 por Lusa

Mundo Azerbaijão

A tensão permaneceu alta entre os dois vizinhos do Cáucaso desde o fim do conflito de seis semanas no outono passado, que deixou mais de 6.500 mortos e levou a uma derrota militar arménia e a um acordo de cessar-fogo mediado por Moscovo.

Nos últimos meses, vários confrontos armados colocaram a Arménia e o Azerbaijão em sua fronteira comum, enquanto Erevan acusa Baku de infiltrar-se no seu território para assumir o controlo de áreas que fazem fronteira com o Lago Sev, que os dois países compartilham.

Os confrontos de hoje ocorreram na área nordeste da fronteira, perto da aldeia de Sotk.

As forças arménias relataram três mortos e dois feridos nas suas fileiras. O Azerbaijão informou que dois de seus soldados ficaram feridos.

De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Arménia, as forças do Azerbaijão "lançaram uma ofensiva contra as posições arménias", após a qual "ocorreram combates locais".

O Ministério da Defesa do Azerbaijão, por sua vez, acusou as forças arménias de terem "usado armas pequenas e lançadores de granadas" para disparar contra as suas posições.

"As nossas unidades tomaram as medidas necessárias para neutralizar os pontos de fogo do inimigo", continuou o ministério do Azerbaijão, dizendo que tem a situação "sob controlo".

A Arménia perdeu aproximadamente 70% dos territórios que controlava em Nagorno-Karabakh na guerra com o Azerbaijão, para além de áreas vizinhas, que causou, no último ano, a morte a mais de 5.500 soldados e a cerca de 150 civis.

O território, disputado entre os dois países desde 1988, é reconhecido de forma internacional como pertença do Azerbaijão, embora tenha sido povoado por arménios.

Leia Também: UE "está pronta" para ajudar na paz entre Azerbaijão e Arménia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório