Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

AO MINUTO: Internamentos voltam a aumentar; "Lapsos técnicos acontecem"

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Internamentos voltam a aumentar; "Lapsos técnicos acontecem"

Portugal registou esta terça-feira uma morte associada à doença Covid-19 e 598 novos casos de infeção pelo novo coronavírus. Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.037 pessoas e foram registados 853.632 casos de infeção.

Relativamente aos internamentos em enfermaria, os dados da DGS indicam que há mais cinco pessoas internadas, totalizando 296. Nas unidades de cuidados intensivos (UCI), estão 66 pacientes, mais sete em relação à véspera.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h45 - Encerramos aqui este registo. Para continuar a acompanhar todas as atualizações sobre a pandemia de Covid-19, clique aqui.

15h31 - Espanha pede "desculpa" pela "confusão" e retifica restrição a Portugal. O Governo espanhol pede "desculpa" pela "confusão" e diz que vai proceder na quarta-feira à revisão de "todo o documento" que obriga a viajar com certificado de vacinação entre Portugal e Espanha, anunciou hoje a porta-voz do executivo. "O próprio ministério da Saúde [espanhol] já transmitiu que efetivamente, no que diz respeito a deslocações por terra com Portugal, vai-se voltar aonde se estava. Quer dizer, não se vai requerer nenhum tipo de prova, nenhum tipo de protocolo adicional além do que já se pedia", disse María Jesús Montero na conferência de imprensa depois da reunião do Conselho de Ministros espanhol.

14h39 - O diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) disse hoje que menos de 2% da população está vacinada em África e salientou que a meta é vacinar 60% da população.

14h02 - Portugal regista mais 598 novos casos de Covid-19 e um óbito nas últimas 24 horas, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pela DGS. Há ainda registo de mais 790 recuperados. O número de internamentos voltou a subir, nomeadamente em Unidades de Cuidados Intensivos, com a notificação de mais sete pacientes.

13h54 - O PSD não vai renovar o diploma que obriga ao uso de máscaras na rua em espaços públicos, cujos efeitos terminam em 13 de junho, considerando que "é mais coerente" que essa seja uma opção legislativa do Governo. "Entendemos que, neste momento de maior abertura e em que o Governo até já legislou sobre o uso de máscaras na praia, seria preferível que o Governo ficasse com esta responsabilidade sobre as máscaras na rua", justificou Adão Silva.

13h35 - Os Açores contam hoje com 19 novos casos de covid-19, sendo um no Faial e 18 em São Miguel, e há mais 53 pessoas que recuperaram da doença, segundo informa o comunicado da Autoridade de Saúde Regional.

13h30 - Longas filas para a vacinação. As filas junto ao centro de vacinação contra a Covid-19 em Monte Abraão, em Sintra, têm sido longas e demoradas, nos últimos dias, algo que está a repetir-se esta terça-feira, de acordo com a SIC Notícias. 

12h45 - Alunos do superior dispensados de pagar residências quando não há aulas. Os alunos do ensino superior estão dispensados de pagar as mensalidades nas residências dos serviços de ação social escolar durante a suspensão das atividades letivas e não letivas, na sequência do estado de emergência.

12h40 - Pandemia já matou 3.739.777 pessoas no mundo. A pandemia de Covid-19 matou, até hoje, pelo menos 3.739.777 pessoas no mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um levantamento realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais. Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus levantamentos mais recentes são a Índia, com 2.123 novas mortes, Brasil (1.010) e Argentina (732).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 597.952 mortes em 33.378.146 casos, segundo o levantamento realizado pela Universidade Johns Hopkins.

12h21 - Centro de vacinação na António Aroso passa para instalações do Exército. O centro de vacinação contra a Covid-19 no Porto na antiga escola António Aroso fechou, sendo agora os utentes vacinados no Regimento de Transmissões do Exército, na Circunvalação, afirmou hoje fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N).

12h10 - Cabo Verde aplicou quase 30% das verbas para resposta à pandemia. Cabo Verde aplicou no primeiro trimestre quase 30% dos mais de 14 milhões de euros que prevê gastar em 2021 nos vários projetos de resposta à pandemia de Covid-19, segundo dados do Governo.

11h35 - Maioria das pousadas da juventude portuguesas reabre hoje. A rede nacional de pousadas de juventude reabre hoje, com a exceção de três unidades, segundo a Movijovem, sublinhando que os espaços continuam a oferecer "a segurança de sempre", no contexto pandémico.

11h14 - "Começámos o dia com uma boa notícia". Marcelo Rebelo de Sousa reagiu ao recuo de Espanha na questão dos testes aos portugueses, a partir do Funchal, onde está para as comemorações do 10 de Junho. O Presidente da República sublinhou que "era um erro técnico, e que o ministro do Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e o primeiro-ministro, António Costa, já o haviam prevenido, ontem,  que as "autoridades espanholas já tinham esclarecido que hoje de manhã iriam dizer que era uma retificação". "Ainda bem, começámos o dia de hoje com uma boa notícia", reforçou, concedendo que "lapsos técnicos acontecem" e recusando qualquer questão diplomática.

11h04 - Espanha nega novos controlos nas fronteiras terrestres. Espanha negou hoje a existência de novos controlos físicos nas fronteiras terrestres com Portugal no âmbito das medidas contra a Covid-19, segundo fontes do Governo espanhol contactadas pela agência Lusa. As autoridades espanholas explicam que, assim como já acontece atualmente, poderão ser feitos "controlos aleatórios" dentro do território espanhol e os viajantes têm a obrigação de ter um teste negativo à Covid-19, certificado de vacinação ou de recuperação da doença.

11h03 - Bruxelas insta países a emitirem certificados Covid para evitar bloqueios. A Comissão Europeia instou hoje os Estados-membros da União Europeia (UE) a começarem já a emitir certificados comprovativos da vacinação, recuperação ou testagem à Covid-19, visando evitar "grandes bloqueios" no arranque oficial do documento digital ao nível comunitário.

10h24 - Hipótese de vírus ter saído de laboratório é "plausível", diz relatório. A hipótese de a pandemia do novo coronavírus se ter iniciado por causa de um acidente de laboratório é "plausível" e deve ser investigada, indicou esta terça-feira um relatório do governo norte-americano dedicado ao estudo da origem do vírus SARS-CoV-2.

9h37 - Sinovac diz que a vacina foi aprovada para crianças com três ou mais anos de idade. A China terá aprovado o uso emergencial de uma vacina contra a Covid-19 para crianças com três ou mais anos de idade, de acordo com um porta-voz da Sinovac. A confirmar-se, trata-se do primeiro país a aprovar um imunizante contra a Covid-19 a crianças. "Nos últimos dias, a vacina da Sinovac foi aprovada para uso emergencial em pessoas dos três aos 17 anos de idade", disse o porta-voz.

9h09 - Espanha recua e deixa de exigir teste à Covid-19 na fronteira. Espanha vai recuar, ainda durante esta terça-feira, na exigência de testes negativos à Covid-19 na fronteira terrestre. Em declarações à Lusa, Augusto Santos Silva confirmou a correção da norma. "Tivemos contactos muito intensos a todos os níveis com o governo espanhol durante a tarde e a noite de ontem [segunda-feira] e ainda durante a noite de ontem recebemos a confirmação por parte das autoridades espanholas que, de facto, se tratava de um lapso que iria ser corrigido hoje e, portanto, é isso que vai acontecer", disse.

9h00 - "Senti vergonha de ser britânico". O tablóide Mirror faz esta terça-feira manchete com a saída dos britânicos do Algarve, num regresso antecipado, por causa das restrições impostas pelo Reino Unido, que causou muitos constrangimentos. Os turistas apressaram-se a sair do país, em mais de uma centena de voos nos últimos dias, para evitar ter que ficar em isolamento durante 10 dias após a chegada ao Reino Unido, algo que irá acontecer a partir de hoje. "Senti vergonha de ser britânico, a dada altura, porque estas pessoas dependem do turismo britânico e estavam chocados", indicou um dos passageiros, Bob Wallis, ao mesmo jornal.

8h32 - Pandemia acentua "preocupação" com contrafação de produtos farmacêuticos. O comércio mundial de produtos farmacêuticos contrafeitos foi estimado em 4.000 milhões de euros e a pandemia fez aumentar a "preocupação" com as contrafações na área da saúde, aponta o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO).

8h30 - Infeções (raras) após vacinação levam a doenças mais ligeiras, diz CDC. Um novo estudo do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos da América descobriu que as vacinas de mRNA contra a Covid-19 (Pfizer-BioNTech e Moderna) reduzem o risco de infeção em 91 por cento para pessoas totalmente vacinadas e 81% em pessoas parcialmente vacinadas.

7h45 - Portugal saiu hoje da 'lista verde' britânica. Portugal, incluindo Madeira e Açores, saiu da 'lista verde' do Governo britânico para viagens internacionais às 04h00 de hoje, passando para a 'lista amarela'. A decisão, anunciada na quinta-feira, motivou o regresso antecipado de milhares de turistas britânicos que tinham viajado para Portugal, sobretudo para o Algarve.

Os viajantes de países na 'lista amarela' estão sujeitos a restrições mais apertadas, nomeadamente uma quarentena de 10 dias e dois testes PCR, no segundo e oitavo dia após a chegada, enquanto a 'lista verde' isenta de quarentena. A medida será revista no prazo de três semanas.

7h38 - Brasil não vai exigir que todos os futebolistas sejam vacinados na Copa América. O Ministro da Saúde brasileiro, Marcelo Queiroga, afirmou segunda-feira que os jogadores das 10 equipas que irão disputar a Copa América-2021 no Brasil não são obrigados a ser vacinados, ao contrário do que o Governo tinha inicialmente solicitado.

7h37 - Médicos pedem transparência nos dados oficiais sobre vacinação. A Federação Médica Venezuelana (FMV) pediu segunda-feira ao Governo do Presidente Nicolás Maduro "transparência" nos dados oficiais sobre a imunização local contra a Covid-19.

7h36 - A sala de conferências da Casa Branca atingiu na segunda-feira a lotação máxima com 49 repórteres, ao fim de 449 dias, impulsionada pelos avanços no plano de vacinação contra a Covid-19.

Notícias ao Minuto Sala da imprensa da Casa Branca© Chip Somodevilla/Getty Images  

7h35 - Dietas à base de plantas e peixe reduzem gravidade da doença. As dietas à base de plantas e peixes podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver infeções moderadas a graves por Covid-19, segundo um estudo hoje divulgado.

7h34 - Algumas atualizações da situação pandémica nas últimas horas:

7h30 - Bom dia! Estamos a iniciar um novo acompanhamento, esta terça-feira. Clique aqui para conferir as atualizações de segunda-feira, relativamente à pandemia do novo coronavírus.

Leia Também: AO MINUTO: Argumentos britânicos "inválidos"; Mais mil óbitos no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório