Meteorologia

  • 13 JUNHO 2021
Tempo
23º
MIN 18º MÁX 29º

Edição

Jovem espanhola criou dispositivo para detetar cancro através da urina

Judit Giró quer lançar a ideia no mercado em 2024.

Jovem espanhola criou dispositivo para detetar cancro através da urina

A engenheira biomédica Judit Giró, de Terragona, em Espanha, idealizou um dispositivo biomédico baseado em inteligência artificial que permite que as mulheres consigam fazer um teste de deteção precoce de cancro da mama com uma amostra de urina. 

A jovem investigadora da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, ganhou em novembro do ano passado o prémio internacional 'The James Dyson Award' graças à invenção e quer agora lançar o produto no mercado em 2024.

'The Blue Box', como é chamada, tem um funcionamento simples, indolor e barato, sendo semelhante ao que é utilizado para os testes de gravidez em casa.

A ideia de Judit foi inspirada na "capacidade que os cães têm de detetar o cancro através do olfato". "Não é ficção científica, existem compostos químicos no corpo humano que variam com o cancro, o que acontece é que as pessoas não são capazes de os perceber. Neste caso optei por detetar esses biomarcadores na urina, através da inteligência artificial”, explica numa entrevista ao El País.

A criação de um algoritmo para distinguir a urina de pessoas saudáveis ​​e doentes foi o seu trabalho de fim de curso.

Com recurso ao prémio que recebeu, no valor de 40 mil euros, Judit está a patentear a ideia. Em 2021, a equipa da The Blue Box, sediada na Califórnia,  vai dar início aos ensaios clínicos e começar as primeiras rondas de crowdfunding para impulsionar o projeto. 

Leia Também: Cancro gástrico: Descoberto mecanismo de resistência de doentes a fármaco

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório