Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

AO MINUTO: Terminou o Estado de Emergência. OMS aprova vacina da Moderna

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Terminou o Estado de Emergência. OMS aprova vacina da Moderna

O primeiro-ministro anunciou ao início da noite de ontem, quinta-feira, que a generalidade do país - que passa a estar em situação de calamidade - avança para a quarta e última fase do plano de desconfinamento, e que o alívio de restrições entra em vigor já este fim de semana.

Assim, a partir de amanhã - 1 de maio - restaurantes, cafés e bares passam a estar abertos até às 22h30 (recorde tudo o que vai mudar). Além disso, as fronteiras vão reabrir também amanhã. 

Dos 278 concelhos, há oito que ficam para trás no plano de desconfinamento e em Odemira foi imposta uma cerca sanitária

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Ao fim de 173 dias consecutivos, terminou o Estado de Emergência e termina também por aqui este registo, mas pode continuar a acompanhar-nos na manhã de sábado. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h56 - Brasil regista 2.595 mortes e 68.333 casos de Covid-19. O Ministério da Saúde brasileiro notificou, esta sexta-feira, mais 69.333 casos de infeção por novo coronavírus e 2.595 óbitos associados à doença Covid-19. O número acumulado de casos confirmados no país, desde 26 de fevereiro de 2020, é agora de 14.659.011, segundo o site do Ministério da Saúde, dos quais 403.781 acabaram por morrer. O país ultrapassou na quinta-feira a marca dos 400 mil óbitos desde o início da pandemia.

23h42 - Publicada em Diário da República resolução que declara a situação de calamidade. A resolução do Conselho de Ministros que declara a situação de calamidade no país, a partir das 00:00 de sábado, e que estabelece a limitação de concentrações a dez pessoas, foi hoje publicada em Diário da República.

23h32 - Açores estendem selo 'Clean & Safe' a transportes, termas e campismo. O Governo dos Açores vai revalidar os selos 'Clean & Safe' que foram atribuídos no ano passado e pretende, este ano, chegar também aos transportes aéreos e marítimos, parques de campismo, termas e centros de eventos e congressos. Depois de implementada, esta medida será fiscalizada pela Inspeção Regional do Turismo, explicou a diretora regional.

23h21 - Estado de Emergência termina à meia-noite ao fim de 173 dias. O Estado de Emergência que vigora desde 9 de novembro devido à pandemia de covid-19 termina à meia-noite de hoje, passando o país a partir de sábado a situação de calamidade. Ao fim de 173 dias consecutivos em vigor, com onze renovações, o estado de emergência chega ao fim, tendo sido decretado 15 vezes pelo Presidente da República desde o início da pandemia, em março de 2020.

22h57 - Representante de donos de casas no Zmar avisa que "não há trabalhadores". O representante da maioria dos proprietários de casas no complexo turístico Zmar, em Odemira, avisou hoje que "não há trabalhadores" para assegurar a requisição decretada pelo Governo para a quarentena de pessoas, devido à covid-19. "Se o Governo nos disser que está disponível para pagar, e se o escrever, nós somos os primeiros a contratar pessoas e a colocar todos os serviços para que o Zmar seja um exemplo ao nível da pandemia em Portugal", afirmou o advogado Nuno Silva Vieira.

22h49 - OMS dá aprovação de emergência a vacina da Moderna. A Organização Mundial de Saúde (OMS) deu hoje a aprovação de emergência à vacina contra a covid-19 da Moderna, a quinta a beneficiar dessa validação da agência de saúde da ONU. Esta vacina por RNA mensageiro "junta-se à lista crescente de vacinas validadas pela OMS para uma utilização de emergência", indicou a organização num comunicado.

22h15 - Produtores de Odemira alertam para "impacto económico" da cerca sanitária. O representante dos produtores do setor hortofrutícola de Odemira (Beja) alertou hoje para o "impacto económico" da cerca sanitária em duas freguesias do concelho, que implica a redução da mão-de-obra nas explorações agrícolas.

22h06 - Incidência elevada dos 10 aos 20. Maior prevalência da variante britânica. Incidência mais baixa observa-se no grupo etário com 80 anos ou mais (31 casos por 100 mil habitantes), "o que reflete um risco de infeção neste grupo muito inferior ao risco da população em geral". Dados foram revelados no relatório das Linhas Vermelhas da DGS, que reporta ainda uma maior prevalência da variante britânica em comparação com a semana passada.

Notícias ao Minuto Matriz de Risco © Direção-Geral da Saúde  

21h52 - Vacina da Janssen começa a ser administrada nos próximos dias. Vários centros de vacinação do país já receberam a vacina da Janssen, que começará a ser administrada este fim de semana ou no início da próxima semana, anunciou hoje a task force que coordena o plano de vacinação. A Direção-Geral da Saúde (DGS) publicou hoje a norma que indica que a administração da vacina da Janssen (do grupo Johnson & Johnson), que ao contrário das restantes é de toma única, além de ser recomendada para pessoas com pelo menos 50 anos de idade.

21h21 - Organização dos Jogos Olímpicos atualiza medidas sanitárias para profissionais acreditados. A atualização das medidas disponíveis no primeiro manual ('playbook'), hoje divulgadas, acompanham na generalidade as que foram divulgadas na quarta-feira destinadas aos atletas apurados para competir na prova, que arranca em 23 de julho, abrangendo agora jornalistas e outros profissionais de comunicação, mas também oficiais e outros profissionais acreditados via federações internacionais.  

21h16 - Guiné-Bissau regista mais um caso de infeção. A Guiné-Bissau registou mais um caso de infeção pelo novo coronavírus, segundo dados hoje divulgados pelo Alto Comissariado para a Covid-19. Segundo os dados, quinta-feira, foi registado mais um caso para um total acumulado de 3.734 e realizados 321 testes. Os dados indicam que desde o início da pandemia já foram registadas 67 vítimas mortais.  

21h14 - França deteta cinco casos de miocardite em pessoas vacinadas com Pfizer. Cinco casos de miocardite, uma inflamação do músculo cardíaco, foram detetadas em França em pessoas vacinadas com a vacina da Pfizer, mas até agora não há ligação direta entre a doença e a vacina, anunciaram hoje as autoridades francesas. "Até agora foram declarados cinco casos em França", indicou a Agência Nacional de Segurança do Medicamento no ponto de situação semanal sobre os efeitos das vacinas contra a covid-19, citada pela AFP.  

21h08 - Angola soma mais 221 casos, dois óbitos e 270 recuperações. Angola registou 221 novos casos positivos de covid-19 e mais dois óbitos, totalizando 596 mortes, e 270 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, anunciou o secretário de Estado para a Saúde Pública angolano, Franco Mufinda.

20h50 - 1,1 milhão de pessoas controladas na fronteira com Espanha em três meses. Mais de 1,1 milhão de pessoas foram controladas nas fronteiras terrestres com Espanha desde o fim de janeiro e 8.823 foram impedidas de entrar em Portugal, revelou hoje à Lusa o Ministério da Administração Interna (MAI). Dados avançados no último dia em que as fronteiras terrestres estão encerradas devido à pandemia de covid-19 indicam que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras controlou, entre 31 de janeiro e 29 de abril, 1.154.759 cidadãos nos pontos de passagem autorizados (PPA).

20h44 - Portimão? "Esperamos vir a desconfinar na quinta-feira", diz autarca. Portimão é um dos oito concelhos de Portugal Continental que não avança para a quarta fase do desconfinamento já amanhã - mantém-se na mesma fase do processo - e a autarca local reuniu-se esta sexta-feira, de urgência com António Costa. Contudo, e apesar de atualmente este concelho estar a 'marcar passo', a presidente da Câmara Municipal de Portimão deixou uma mensagem de 'esperança': "Esperamos vir a desconfinar na quinta-feira".

20h36 - Madeira com 24 novos casos e 23 doentes recuperados. A Madeira diagnosticou 24 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 e 23 doentes recuperaram da doença nas últimas 24 horas, informou hoje a Direção Regional de Saúde. Em comunicado, a autoridade regional de saúde aponta que este arquipélago contabiliza um total de 8.971 infetados desde o início da pandemia e soma hoje 8.639 doentes curados da doença.

19h47 - Mais 290 óbitos em França e recorde de 637 mil inscrições para vacinação. O número de franceses que se inscreveram para serem vacinados na plataforma 'online' que gere o processo atingiu o recorde de 637 mil em 24 horas, revelam os dados revelados naquela página eletrónica. O número de franceses que desejam ser vacinados nunca foi tão grande, com o aumento de mais de 300% nalgumas regiões.

19h02 - MAI anuncia controlos móveis junto das fronteiras com Espanha. As fronteiras com Espanha reabrem no sábado e passam a existir controlos móveis feitos pelas forças de segurança para alertar os cidadãos provenientes de países de risco para a obrigatoriedade de quarentena, anunciou hoje o ministro da Administração Interna. "Existem mecanismos de outro tipo, designadamente controlos móveis que se aplicam a países de maior risco, isto é, quem chega de França ficará sujeito a quarentena", disse aos jornalistas Eduardo Cabrita, no final da cerimónia de assinatura dos protocolos para a constituição de 60 Equipas de Intervenção Permanente, que decorreu em Vendas Novas (distrito de Évora).

18h36 - Proprietários de casas do Zmar recusam ceder habitações. Cerca de 20 proprietários com habitações no empreendimento Zmar, no concelho de Odemira, concentraram-se hoje no local em protesto contra a requisição decretada pelo Governo, para ali alojar pessoas em isolamento profilático, e recusam-se a abandonar as casas. "Há 260 casas, 160 de particulares, e esta requisição civil [do Governo] é para todo o empreendimento, por isso, espero que esta decisão venha a ser alterada pelo Governo", sublinhou o advogado Nuno Silva Vieira, que representa 114 dos 160 proprietários.

18h30 - OMS alerta para "panorama muito preocupante" na América Latina. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou hoje para um novo pico de infeções pelo novo coronavírus na região da América Latina, com muitos países a registarem níveis máximos de casos diários e a enfrentarem uma escassez de vacinas.

18h22 - Praia de Copacabana coberta de sacos negros para lembrar 400 mil mortos. A organização não-governamental (ONG) Rio de Paz realizou hoje um protesto com sacos pretos na areia da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em homenagem às mais de 400 mil vítimas da pandemia de Covid-19 no Brasil. O país registou a primeira morte devido à Covid-19 em 12 de março de 2020 e, em pouco mais de 14 meses, atingiu 401.186 óbitos, quase 13% do total mundial, embora o país tenha menos de 3% da população do planeta.

17h41 - Espanha notifica 9.135 contágios. País bate novo recorde de vacinação. O país regista, esta sexta-feira, um acréscimo de 9.135 casos de contágio ao balanço total e mais 136 mortes. O número acumulado de casos de pessoas com diagnóstico positivo confirmado pelo teste PCR é agora de 3.524.077 desde o início da pandemia em Espanha. O número de vítimas mortais é de 78.216.

17h37 - OMS projeta terminar análise sobre uso emergencial da Sputnik V em julho. A Organização Mundial da Saúde (OMS) projetou hoje que deverá terminar a análise sobre o uso emergencial da vacina russa contra a Covid-19, Sputnik V, em julho. "Com relação à vacina do Instituto Gamaleya, que é chamada Sputnik V, o processo ainda está em andamento junto à OMS. A empresa entrou com um pedido de listagem de uso emergencial em 09 de fevereiro", disse Mariângela Simão.

17h35 - Japão faz doação para gestão da cadeia de frio de vacinas em Moçambique. O governo do Japão doou mais de 723 mil dólares (600 mil euros) a Moçambique para melhorar a gestão da cadeia de frio de vacinas no país, anunciou hoje a embaixada nipónica em Maputo. O montante é parte de uma doação de cerca de 39 milhões de dólares (32 milhões de euros) para países africanos, da América Latina e Caraíbas que sofrem os impactos do novo coronavírus, refere a embaixada do Japão em comunicado.

17h29 - Estados Unidos já vacinaram totalmente 100 milhões de pessoas. Os Estados Unidos já conseguiram vacinar totalmente contra a Covid-19 100 milhões de pessoas, anunciaram hoje as autoridades de saúde norte-americanas. "Isto significa que há 100 milhões de americanos com uma sensação de alívio e paz de espírito", disse Jeff Zients, coordenador na Casa Branca do combate à pandemia de Covid-19, durante uma conferência de imprensa.

17h18 - Angola com apoio de 41,2 milhões do Banco Europeu de Investimento para vacinas. O presidente angolano disse hoje que Angola vai contar com o apoio de 50 milhões de dólares (41,2 milhões de euros) do Banco Europeu de Investimentos para a aquisição de vacinas contra a Covid-19. João Lourenço fez o anúncio durante o almoço que manteve com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e sua delegação, depois da audiência de cerca de uma hora que concedeu ao responsável europeu.

17h12 - Itália com mais 263 óbitos no último dia. Taxa de positividade é de 4%. As autoridades sanitárias notificam 13.446 novos casos de infeção e 263 óbitos associados à doença Covid-19.  O país contabiliza agora um total acumulado de 4.022.653 casos positivos confirmados e 120.807 mortes desde o início da pandemia no país, a 21 de fevereiro.

16h57 - Reino Unido reporta 2 mil casos e número de óbitos continua a descer. O país registou 15 mortes e 2.381 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os últimos dados das autoridades de Saúde. O total de óbitos com teste positivo nos 28 dias anteriores é agora de 127.517. Até ao momento, 4.416.632 pessoas obtiveram diagnóstico positivo no conjunto da região, que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

16h35 - Valongo confiante que avança no desconfinamento na próxima semana. O presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, manifestou hoje à Lusa confiança de que o concelho avance para a quarta fase do desconfinamento dentro de uma semana, revelando que as novas infeções têm vindo a baixar.

15h51 - Criado registo de casos de Covid-19 com internamento em crianças. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge está a colaborar com a Sociedade Portuguesa de Pediatria para desenvolver um registo nacional de casos de Covid-19 em crianças que tenham necessitado de internamento hospitalar. O objetivo "é contribuir para o melhor conhecimento da epidemiologia, apresentação, necessidades de cuidados e evolução do vírus em crianças".  

15h49 - Odemira. Infetados irão para Almograve e Zmar usado para quarentena. Após o Governo ter decretado cerca sanitária em duas freguesias de Odemira, José Alberto Guerreiro, autarca local, fez uma conferência de imprensa para falar sobre a situação epidemiológica no concelho. A região tem "focos especialmente identificados em escolas, na população migrante e nalgumas franjas da comunidade local", explicou. Neste seguimento, "o primeiro-ministro anunciou a requisição civil do hotel Zmar, sendo este utilizado para a possível colocação de infetados, de indivíduos em quarentena ou de populações com dificuldades de alojamento". Contudo, "a pousada de Almograve será definida para o eventual alojamento de infetados, sendo o Zmar apenas utilizado para indivíduos com necessidade de quarentena", acrescentou. 

15h37 - Madeira já aprovou Situação de Calamidade. A resolução que implementa a Situação de Calamidade já foi aprovada na Madeira, anunciou esta sexta-feira o presidente do Governo Regional, que deixou elogios à população, defendendo que tem tido um comportamento exemplar". Miguel Albuquerque explicou que a resolução, que substitui o Estado de Emergência, foi aprovada esta quinta-feira, dia 29. 

15h35 - Passagem à quarta fase do desconfinamento é "passo em frente" para Moura. O presidente da Câmara de Moura (Beja) considerou hoje que estão reunidas as condições para que o concelho possa dar "um passo em frente", com a entrada na quarta fase do plano de desconfinamento de Portugal continental. 

15h32 - PIB do 1.º trimestre representa 90,8% do nível de atividade pré-pandemia. O PIB do primeiro trimestre representa 90,8% do nível de atividade antes da pandemia, comprovando que há um "longo caminho a percorrer" para ultrapassar o impacto económico da Covid-19, sublinha hoje o núcleo de economistas da Católica.

15h27 - Professores dos Açores querem prioridade na vacinação. O Sindicato Democrático dos Açores (SDPA) indicou hoje a necessidade de os professores e educadores de infância terem "acesso prioritário" às vacinas na retoma das aulas presenciais, na ilha de São Miguel.  

15h23 - Indignação, tristeza e revolta na cerca sanitária em Odemira. Os habitantes da vila de São Teotónio, no concelho de Odemira, em Beja, não esconderam o que sentem no primeiro dia de cerca sanitária imposta devido à elevada incidência de casos de Covid-19. As freguesias de São Teotónio e Almograve-Longueira estão desde as 08h00 em cerca sanitária, com seis pontos de passagem controlados pela GNR, estando interditada a circulação por via rodoviária de e para aquelas duas freguesias, assim como a permanência na via pública, exceto nas situações detalhadas num diploma publicado na quinta-feira.

15h13 - Mais de 156 mil cidadãos agendaram vacina através do portal. Mais de 156 mil cidadãos agendaram a data da sua vacina contra a Covid-19 através do Portal do autoagendamento para Vacinação, informou hoje o Ministério da Saúde, apesar dos problemas de funcionamento que a tutela admitiu existirem. De acordo com dados enviados hoje à agência Lusa pelo Ministério da Saúde, até quinta-feira o portal validou mais de 156 mil pedidos de vacinação, incluindo os de utentes em fila de espera, dos quais mais de 67 mil foram agendados.

15h07 - Madeira é única região com Rt da Covid-19 superior a 1. Segundo o relatório semanal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a evolução da curva epidémica da Covid-19, o Rt - indicador que estima o número de casos secundários de Covid-19 resultantes de uma pessoa infetada - é de 1,04 na Madeira. O Norte e o Centro apresentam um índice de transmissão do coronavírus de 1, enquanto Lisboa e Vale do Tejo e o Alentejo estão nos 0,96, o Algarve nos 0,89 e os Açores nos 0,87.

15h00 - Boa tarde, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Mas pode recordar o anterior aqui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório