Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

UE segue de perto "terríveis notícias" de ataque na RDCongo

A União Europeia está a seguir "de perto", e já ao nível de chefes de diplomacia, as "terríveis notícias" do ataque a uma missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo, que resultou na morte do embaixador italiano.

UE segue de perto "terríveis notícias" de ataque na RDCongo
Notícias ao Minuto

12:19 - 22/02/21 por Lusa

Mundo Congo

Durante a conferência de imprensa diária do executivo comunitário, o porta-voz da Comissão, Eric Mamer, referiu que tinha acabado de tomar conhecimento das "terríveis notícias" e adiantou que o assunto está já a ser debatido pelos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia, que se encontram reunidos presencialmente em Bruxelas.

De acordo com uma porta-voz do Serviço Europeu de Ação Externa, o Alto-Representante da UE Josep Borrell deu conta do sucedido no Conselho de Negócios Estrangeiros que decorre neste momento em Bruxelas, e "apresenta as suas condolências à Itália, às Nações Unidas e às vítimas da violência no Congo".

"As notícias são extremamente preocupantes e estamos a acompanhar a situação de perto, através da delegação da União Europeia na República Democrática do Congo", acrescentou.

O porta-voz Eric Mamer completou que o ministro dos Negócios Estrangeiros de Itália está também a dar conta aos seus homólogos europeus dos "desenvolvimentos trágicos" do ataque.

Portugal está representado na reunião de chefes de diplomacia da UE pelo ministro Augusto Santos Silva.

O embaixador italiano em Kinshasa foi hoje morto a tiro num ataque armado a um comboio do Programa Alimentar Mundial (PAM), durante uma visita perto de Goma, no leste da República Democrática do Congo, segundo fontes diplomáticas.

O embaixador Luca Attanasio "morreu em consequência dos ferimentos", disse à agência AFP uma fonte diplomática em Kinshasa.

Neste ataque foram também mortas outras duas pessoas, de acordo com o porta-voz do exército na região do Kivu Norte, major Guillaume Djike, que não revelou a identidade das vítimas.

Leia Também: Embaixador italiano morto em ataque armado na República do Congo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório