Meteorologia

  • 26 JULHO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Sete casos da variante do Brasil cá. Rússia vacina sem-abrigo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Sete casos da variante do Brasil cá. Rússia vacina sem-abrigo

O último balanço divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), dá conta de que a propagação da pandemia da Covid-19 continua a desacelerar em Portugal, sendo que hoje foram reportados 1.186 novos casos de infeção e 65 mortes, em 24 horas, no país, com o número de casos ativos e internamentos a descer.

Tornando-se cada vez mais imperativo garantir que o futuro desconfinamento não subverte o desagravamento alcançado em Portugal, a forma como o país vai sair do recolhimento obrigatório é agora o tema em destaque no espaço público, político e mediático.

Sobre a matéria, Mariana Vieira da Silva, dirigente socialista e ministra de Estado e da Presidência, afirmou, ontem, que o desconfinamento começará pelas escolas, referindo que o Governo já manifestou essa intenção.

Ainda sobre a questão, este domingo, o infecciologista José Poças defendeu que o assumir de responsabilidade dos cidadãos e a testagem massiva das pessoas são a chave para conseguir desconfinar controlando a pandemia.

Pode consultar estes mapas interativos sobre a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h07 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de segunda-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas ligue para estes números:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

22h53 - Quarenta pessoas em condição de sem-abrigo em São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia, foram hoje vacinadas contra a Covid-19, avançou a organização não governamental (ONG) Notchlejka, responsável pela iniciativa. "Como temos muitas pessoas que fazem parte de um grupo de risco, é importante que sejam vacinadas", disse à agência de notícias francesa AFP Taïssia Souvorova, responsável da ONG Notchlejka, organização que ajuda pessoas sem-abrigo em São Petersburgo.

21h01 - França regista mais 22.046 casos de infeção e 160 mortos nas últimas 24h. A França registou nas últimas 24 horas mais 22.046 casos de infeção com o vírus SARS-CoV-2 e 160 mortes associadas à covid-19, anunciou hoje a agência francesa de Saúde Pública.

20h55 - O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, instou hoje a população a ser cautelosa face ao aumento do número de casos de Covid-19, quando as escolas se preparam para reabrir no país. "Vemos que os números estão a aumentar novamente. Isto é irritante e cria incerteza. Por conseguinte, devemos continuar a ser cautelosos, a testar e a vacinar. O vírus não está a facilitar-nos as coisas", disse Spahn numa entrevista à emissora pública alemã ARD.

20h45 - A Madeira regista hoje 62 novos casos de Covid-19 elevando para 6.861 as infeções confirmadas desde 16 de março de 2020, 62 recuperações e 1.511 situações ativas, revela a Direção Regional da Saúde (DRS)."Hoje há 62 novos casos positivos a reportar, pelo que a Região Autónoma da Madeira passa a contabilizar 6.861 casos confirmados de Covid-19 no território regional, tratando-se de 62 casos de transmissão local, na sua maioria já associados a contactos de casos positivos", informa o boletim da DRS sobre a situação epidemiológica da pandemia no arquipélago. Com os 62 recuperados, a Madeira passa a contabilizar 5.287 casos recuperados e um total de 63 óbitos associados à Covid-19.

20h24 - Capa do New York Times deste domingo destaca o número de óbitos causados pela pandemia nos Estados Unidos, numa altura em que o país se aproxima dos 500 mil mortos. A imagem representada, em que cada ponto simboliza uma vida perdida durante o último ano, é impactante.

Notícias ao Minuto

19h37 - O Ministério da Saúde (Misau) de Moçambique anunciou hoje mais oito mortes por Covid-19 e 675 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim de atualização diária sobre a pandemia.As mortes divulgadas, todas de pessoas de nacionalidade moçambicana, com idades entre os 38 e 82 anos, foram declaradas no sábado e hoje.

19h30 - Segundo Tévez, pai adotivo de Carlos Tévez, morreu, este domingo, aos 58 anos, vítima de complicações de uma infeção pelo novo coronavírus. A notícia foi adiantada pela imprensa argentina, e entretanto confirmada pelo próprio Boca Juniors.

19h10 - As autoridades sanitárias cabo-verdianas diagnosticaram mais 49 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, elevando para 15.048 os casos acumulados desde 19 de março, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

19h00 - Sete casos de Covid-19 associados à variante do Brasil foram identificados em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e já reportados às autoridades de saúde, anunciou hoje o INSA.

18h50 - O primeiro-ministro britânico destaca os dados na vacinação contra a Covid no Reino Unido, assinalando que mais de um em três adultos já receberam a primeira dose. Até ao final de julho, todos os adultos no Reino Unido deverão ter sido vacinados com a primeira dose, uma meta antecipada em um mês.

18h20 - Angola registou 20 novos casos positivos de Covid-19, mais um óbito, nas últimas 24 horas, totalizando 499 ativos, e oito pacientes recuperados, anunciou hoje fonte sanitária.

17h53 - O Reino Unido reporta este domingo, dia 21, mais 9.834 novas infeções pelo novo coronavírus e 215 óbitos relacionados com a Covid-19, indicam os dados divulgados pelo governo britânico. No total, desde o início da pandemia, o Reino Unido acumula 4.115.509 casos confirmados da doença e120.580 mortes relacionadas com a Covid-19.

17h27 - Os Estados Unidos estão prestes a atingir meio milhão de mortes devido à Covid-19, numa altura em que muitos indicadores e o ritmo da vacinação oferecem melhores perspetivas."É terrível, é horrível", reagiu hoje o imunologista Anthony Fauci, conselheiro do Presidente, Joe Biden. Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, a contagem de hoje durante a manhã ultrapassava as 497.000 mortes.

16h38 - Itália diagnosticou, nas últimas 24 horas, mais 13.452 infeções pelo novo coronavírus e 232 mortes associadas à Covid-19, indica o boletim das autoridades sanitárias. Desde o início da pandemia, em fevereiro de 2020, Itália totaliza 2.809.246 infeções e 95.718 mortes relacionadas com a Covid-19.

16h27 - A Guiné-Bissau registou mais uma vítima mortal e 26 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, para um total acumulado de 3.115, segundo os dados divulgados hoje pelo Alto-Comissariado para a Covid-19. Segundo as autoridades, no sábado registou-se, no país, mais uma vítima total e 26 casos.

16h25 -Depois de uma jornada de 28 dias internado devido à Covid-19, Fernando Tordo recebeu este domingo, dia 21, alta hospitalar. "É com imensa alegria que comunicamos que Fernando Tordo saiu hoje do Hospital da Luz, em Lisboa, onde esteve internado 28 dias, após ter testado positivo à Covid-19", informa um comunicado emitido esta tarde.

15h42 - Cerca de 20 mil doses de vacinas Sputnik V contra a Covid-19 chegaram hoje ao território palestiniano de Gaza, provenientes dos Emirados Árabes Unidos através da fronteira egípcia, de acordo com autoridades e testemunhas, noticiou a agência France-Presse.As vacinas destinam-se às equipas médicas da Faixa de Gaza, informou o grupo liderado por um dissidente do movimento palestiniano Fatah, Mohammed Dahlan, que vive atualmente exilado nos Emirados Árabes Unidos e que reivindica a responsabilidade da entrega das vacinas.

14h50 - Atualização do boletim epidemiológico de Portugal. A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou o boletim epidemiológico na tarde deste domingo, que deu conta de 1.186 novos casos de Covid-19 e mais 65 óbitos, o número mais baixo de mortes desde o dia 28 de dezembro.

No total, Portugal soma nesta altura 797.525 contágios e 15.962 vítimas mortais. O número total de recuperados é de 699.222. O número de casos ativos desceu novamente e situa-se em 82 mil.

Houve uma ligeira subida no número de internamentos, que se fixa em 3.316. Embora o número de pacientes nas unidades de cuidados intensivos tenha caído para 638.

14h17 - Decorre amanhã mais uma reunião no Infarmed. O Gabinete do primeiro-ministro informou, este domingo, que amanhã irá decorrer mais uma reunião com epidemiologistas e peritos sobre a evolução da pandemia de Covid-19, no Infarmed, em Lisboa.

14h06 - GNR põe fim a uma festa ilegal Rio Maior. A GNR encerrou mais uma festa ilegal. Desta vez, o caso ocorreu num antigo estabelecimento, em Rio Maior, na passada sexta-feira, sendo que o convívio contava com 17 participantes, informou hoje a força militar.

13h41 - Cinco novos casos registados nos Açores. Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, cinco casos da Covid-19, resultantes de 1.180 análises, sendo três na ilha de São Miguel e dois no Pico, anunciou hoje a Autoridade de Saúde.

12h56 - Setor dos casamentos quer rastreios a convidados para retomar atividade. O Movimento de Empresas do Setor do Casamento (MESC) quer retomar a atividade em abril, depois de um ano "praticamente parada", com a realização de testes à Covid-19 a convidados para a concretização das bodas.

12h41 - Pandemia provocou mais de 2,46 milhões de mortos no mundo. A pandemia de Covid-19 fez 2,461.254 mortos em todo o mundo, desde que o primeiro caso foi notificado na China, dos quais 9.185 nas últimas 24 horas, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

12h38 - Israel dá vacinas russas à Síria em troca de libertação de mulher. Israel pagou quase um milhão de euros à Rússia para entregar vacinas contra a Covid-19 ao Governo Sírio, como parte de um acordo para a libertação de uma mulher israelita mantida em cativeiro em Damasco.

12h22 - Dois homens constituídos arguidos por desrespeitarem quarentena. A GNR de Setúbal, através do Posto Territorial de Comporta, constituiu arguidos, na passada sexta-feira, dois homens, de 39 e 63 anos, por violação do confinamento obrigatório, no Carvalhal. Os homens estavam a trabalhar numa área de construção civil, desrespeitando as ordens da autoridade de saúde local

12h16 - Reino Unido acelera vacinação e prevê abranger todos os adultos até agosto. O governo britânico anunciou hoje que pretende dar a todos os adultos a primeira vacina contra a Covid-19 até 31 de julho, um mês antes da data prevista.

11h55 - Tarefas escolares sobrecarregaram 64% dos pais confinados. Uma investigação realizada em Portugal, Espanha e França para conhecer os padrões e hábitos dos alunos durante o confinamento forçado pela pandemia de Covid-19 revelou que 64% dos pais ficaram sobrecarregados com as tarefas escolares.

11h48 - Atualização dos números em África. África registou, nas últimas 24 horas, mais 10.400 de casos de Covid-19, totalizando agora 3.819.576 infetados e 100.993 mortos, mais 319, segundo os dados oficiais mais recentes da pandemia na região.

11h36 - Mais de 3.200 pessoas pedem a abertura imediata da pesca lúdica. Mais de 3.200 pessoas assinaram até hoje uma petição a reivindicar a abertura imediata da pesca lúdica para pescadores com licença válida em 2020, pois a prática está proibida como medida de contenção à pandemia de Covid-19.

11h23 - Atualização dos números em São Tomé e Príncipe. São Tomé e Príncipe registou nas últimas 24 horas mais um óbito por Covid-19 e 30 novos casos positivos de infeção, totalizando 21 mortes e 1.578 pessoas infetadas pela doença, indica o boletim oficial do ministério da saúde.

11h11 - Moçambicanos defendem pesquisa de vacinas em grávidas. Um grupo de investigadores em saúde em Moçambique, Espanha, África do Sul e EUA defendem que as grávidas sejam incluídas nas pesquisas de vacinas para a Covid-19, uma ideia que a farmacêutica Pfizer vai desenvolver com testes no país lusófono.

10h05 - Fórmula para desconfinar? Testagem, cumprimento de medidas e vacinação. Pedro Simas, investigador e professor universitário na área de virologia, defendeu, ontem, que, para o país prosseguir com um desconfinamento seguro, é necessário que se cumpram três aspetos, que dependem de um trabalho conjunto entre a população e o Estado: que se investa numa maior testagem, que os portugueses continuem a cumprir as regras sanitárias e que se avance no processo de vacinação.

9h26 - Mais de 656 mil vacinas administradas em Portugal. De acordo com o Governo, até ao dia de ontem, já tinham sido administradas 656.411 vacinas contra a Covid-19 em Portugal.

8h48 - Israel reabre economia com cerca de 50% da população vacinada. Israel começou o início de um gradual regresso à 'normalidade' após já ter vacinado quase metade da população contra o novo vírus.

De acordo com a Reuters, todas as lojas vão começar a reabrir portas, sendo que apenas ginásios, hotéis e teatros é que vão ser apenas acessíveis a pessoas que já tenham recebido as duas doses de vacinas há mais de uma semana ou que tenham recuperado da Covid-19. Estas pessoas, inoculadas e imunes, vão receber um "Green Pass" para poderem comprovar que podem frequentar estes locais. Este certificado será disponibilizado numa app criada pelo Ministério da Saúde.

8h12 - Credores privados esperam ver África de volta aos mercados financeiros. O Instituto Financeiro Internacional (IFI), que representa os credores privados a nível mundial, considera que os países da África subsaariana vão voltar ao mercados internacionais este ano, apesar das preocupações sobre o elevado nível de endividamento, devido também à pandemia.

7h50 - Impacto da pandemia vai pesar nas doenças oncológicas e saúde mental. O diretor do serviço de Infecciologia do Centro Hospitalar de Setúbal também defendeu que o impacto da pandemia vai fazer sentir-se a vários níveis, mas sobretudo nas doenças oncológicas e na saúde mental de doentes e profissionais de saúde.

7h49 - Autonomia na organização hospitalar devia ser "preservada". O diretor do serviço de Infecciologia do Centro Hospitalar de Setúbal defende que devia ser preservada muita da organização hospitalar na pandemia, que não resultou de diretivas superiores, mas do esforço dos próprios profissionais e dos serviços.

7h44 - Atualização dos números no México. O México registou 832 mortes por Covid-19, nas últimas 24 horas, e 7.785 novos contágios, disseram as autoridades mexicanas.

7h36 - Chave para desconfinar. O infecciologista José Poças defende que o assumir de responsabilidade dos cidadãos e a testagem massiva das pessoas são a chave para conseguir desconfinar controlando a pandemia.

"Nós precisamos dos testes [rápidos], (...) mesmo sabendo que são menos eficazes. Alguns países já optaram por essa estratégia, pois os testes com base na saliva, que o próprio doente pode fazer, podem ser feitos à entrada das escolas, por exemplo, uma vez por semana, todos os dias, nos hospitais ou à entrada do cinema", exemplificou o perito, em entrevista à agência Lusa.

7h23 - Atualização dos números na China. A Comissão de Saúde da China informou hoje que foram diagnosticados sete casos de Covid-19, nas últimas 24 horas, todos oriundos do exterior.

7h11 - Atualização dos números nos EUA. Os Estados Unidos registaram 2.098 mortos causados pela Covid-19 nas últimas 24 horas, e 100.747 casos, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Desde o início da pandemia, o país acumulou 497.568 óbitos e 28,072.124 casos da doença.

7h00 - Atualização dos números na Alemanha. O Instituto Robert Koch informou, este domingo, que foram reportados, nas últimas 24 horas, mais 145 óbitos e 7.676 novos contágios de Covid-19, na Alemanha. Com esta atualização, o país passa a contar, no total, com 67.841 mortos e 2,386.559 de casos, desde o início da pandemia.

Leia Também: AO MINUTO: Desconfinamento? 1.º as escolas. Quase 58 mil casos no Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório