Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 27º

Edição

AO MINUTO: Pandemia "expôs debilidades". Brasil passa 10 milhões de casos

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Pandemia "expôs debilidades". Brasil passa 10 milhões de casos

Esta tarde, a Assembleia da República vai discutir as medidas de apoio ao setor da Cultura e o reforço do apoio aos pais que ficam com os filhos em casa por as escolas estarem fechadas, tendo este último tema também sido apreciado em sede de Conselho de Ministros, que aprovou a medida. Na mesma senda, o primeiro-ministro apelou ainda à participação de todos os portugueses na consulta pública do Plano de Recuperação e Resiliência de Portugal (PRR).

Segundo os dados mais recentes, emitidos pela Direção Geral de Saúde, Portugal somou mais 1.944 novos casos de Covid-19 e 105 óbitos relacionados com a Covid-19. No total, acumulamos 792.829 infetados e 15.754 mortes.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje, mas o acompanhamento será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas ligue para estes números:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h59 - A comissária do Conselho da Europa para os Direitos Humanos, Dunja Mijatovic, afirmou hoje que a Covid-19 expôs as debilidades dos sistemas de saúde europeus e apelou ao reforço do financiamento para reforçar a sua capacidade. Num relatório hoje divulgado sobre a situação dos sistemas de saúde europeus, a comissária apela a que os 47 Estados-membros do Conselho assegurem "níveis adequados de financiamento público", sublinhando que "a redução orçamental em cuidados primários e saúde pública tem repercussões negativas nos resultados sanitários".

23h46 - Também o presidente norte-americano vai anunciar que os Estados Unidos vão começar a injetar 4.000 milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros) no plano de vacinação internacional contra a covid-19, COVAX, destinado aos países desfavorecidos. O anúncio da libertação do financiamento para compra e distribuição de vacinas contra a covid-19 será feito na sexta-feira pelo presidente Joe Biden na sua primeira cimeira internacional, a reunião de líderes do G7, segundo afirmou à AP um membro da Administração norte-americana.

23h28 - O Reino Unido pretende partilhar o excedente de vacinas contra a Covid-19 com países com desenvolvimento, vai anunciar o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, numa cimeira de líderes do G7 por videoconferência na sexta-feira.De acordo com um comunicado do seu gabinete, as vacinas serão entregues à iniciativa COVAX, coordenada pela Aliança Global para as Vacinas (Gavi) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para fornecer vacinas contra a covid-19, particularmente a países de médio e baixo rendimento.

22h47 - Um bar israelita que está a ser utilizado como centro de vacinação e decidiu presentear quem for vacinado com uma bebida gratuita. Mas as autoridades temem que a população deixe de comparecer com a mesma assiduidade como até aqui e atrasar os planos do país para reabrir a economia, por isso um município fez uma parceria com o bar Jenia em Tel Aviv. O fator de atração? Cada vacinado recebe uma bebida gratuita.

Notícias ao Minuto © Reuters

22h40 - A Assembleia da República rejeitou hoje dois projetos de lei, do PCP e do BE, e um projeto de resolução, do PEV, que previam a integração no Serviço Nacional de Saúde (SNS) de profissionais com vínculos precários. O projeto de resolução do PEV, que previa contratos por tempo indeterminado para os enfermeiros que têm vínculos precários para garantir a estabilidade do SNS, foi `chumbado´ com os votos contra do PS e a abstenção do PSD e da Iniciativa Liberal.

22h07 - Brasil reporta mais de 51 mil novos casos e passa 10 milhões de infetados.O Ministério da Saúde brasileiro informou, esta quinta-feira, que nas últimas 24 horas, foram registados mais 51.879 casos positivos de Covid-19 e 1.367 óbitos associados ao novo coronavírus no país. No total, desde o início da pandemia, o país soma 10.030.626 de contágios e 243.457 mortos devido ao novo coronavírus.

21h53 - Os doentes internados com Covid-19, sobretudo nos casos de maior gravidade, devem contar com a terapêutica nutricional como parte integrante da abordagem clínica, segundo uma orientação hoje divulgada pela Direção-Geral da Saúde (DGS). "Para os doentes internados com Covid-19, nomeadamente para os doentes com maior gravidade e especificamente os doentes críticos, a terapêutica nutricional deve fazer parte integrante da sua abordagem clínica", lê-se no documento, que atualiza orientações de abril do ano passado.

21h15 - A Assembleia da República 'chumbou' hoje dois projetos de lei (BE e PCP) e uma resolução (PEV) que estabeleciam contratos sem termo ou por tempo indeterminado para profissionais precários no SNS, em contexto de pandemia. As iniciativas de BE e PCP foram rejeitadas com votos contra de PS, PSD e CDS-PP e abstenções da Iniciativa Liberal e do Chega.

20h52 - A Madeira registou hoje 59 novos casos de Covid-19, todos de transmissão local, 67 recuperações e 236 situações suspeitas, indicou a Direção Regional de Saúde, referindo que o total de infeções ativas no arquipélago é agora de 1.545.De acordo com a autoridade de saúde, a região autónoma passa a contabilizar 6.680 casos confirmados de Covid-19 desde março de 2020, já com 5.073 recuperados.

20h24 - A CGTP defendeu hoje, em Lisboa, que o apoio excecional aos pais "não é suficiente", sublinhando que este deve abranger, pelo menos, crianças até aos 12 anos. "Não é suficiente. Os trabalhadores que estão obrigatoriamente em casa deviam ter logo tido a retribuição total e a garantia de que podiam estar a apoiar os filhos", afirmou a secretária-geral da CGTP, que falava aos jornalistas, após uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em Belém.

19h39 - A Guiné-Bissau registou 26 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, para um total acumulado de 3.025, segundo os dados divulgados hoje pelo Alto Comissariado para a Covid-19. Segundo as autoridades, na quinta-feira foram registados no país mais 26 casos, elevando o total acumulado para 3.025. Os dados indicam também que há 491 casos ativos e que foram dadas como recuperadas mais cinco pessoas, elevando o total acumulado de recuperações para 2.487. Desde o início da pandemia, a Guiné-Bissau registou 46 vítimas mortais.

19h11 - Os professores podem exigir aos alunos que mantenham as câmaras ligadas quando estão a decorrer as aulas, uma medida que melhora a qualidade do ensino e a relação entre estudantes e docentes. "De acordo com a Resolução do Conselho de Ministros e com pareceres da Comissão Nacional de Proteção de Dados, os professores podem exigir que as câmaras estejam ligadas, dado estar-se em contexto de sala de aula, não havendo divulgação de imagens", disse à Lusa o Ministério da Educação.

19h04 - O Governo Regional da Madeira decidiu hoje que, a partir de segunda-feira, o recolher obrigatório voltará a ser alargado para as 19h00 nos dias úteis, fechando as atividades comerciais uma hora antes. Segundo a resolução aprovada hoje pelo Conselho do Governo sobre as medidas de controlo da pandemia de Covid-19, a partir de segunda-feira a proibição de circulação na via pública voltará a vigorar entre as 19h00 e as 05h00 nos dias úteis.

18h33 - Cabo Verde registou mais um óbito provocado pela Covid-19, num total de 142 mortes associadas à doença no país, que diagnosticou 37 novos infetados nas últimas 24 horas, informou hoje o Ministério da Saúde. Em comunicado, o Ministério da Saúde e da Segurança Social avançou que das 623 amostras analisadas desde quarta-feira, 37 deram resultado positivo para o novo coronavírus, e desses 17 foram na cidade da Praia, na ilha de Santiago.

18h21 - À medida que vários estados norte-americanos levantam restrições de combate à pandemia de Covid-19, as autoridades sanitárias dizem que os governos estaduais estão a negligenciar os riscos das novas variantes do vírus. As autoridades de saúde pública dos EUA recordam os alertas dos cientistas, que concordam em que o país não se preparou para enfrentar as novas estirpes do novo coronavírus e que os processos de desconfinamento em vários estados podem provocar novas vagas da pandemia.

18h11 - Espanha registou hoje 14.515 novos casos de Covid-19 e 388 mortes nas últimas 24 horas, elevando para 3.121.687 o total de infetados e de óbitos para 66.704, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol. O nível de incidência acumulada em Espanha continua a descer.

18h01 - Foi iniciada vacinação de 410 pessoas em Viana do Castelo. A vacinação contra a Covid-19 começou hoje no centro instalado no pavilhão desportivo da Meadela, com um total de cerca de 410 inoculações, prevendo-se passar às 800 diárias, disse fonte da Câmara de Viana do Castelo. "Hoje foi o primeiro dia. Foi um teste, um momento de aprendizagem, mas as coisas correram bem. Durante a manhã foram vacinadas 210 pessoas com mais de 80 anos. No período da tarde, serão inoculadas 110 pessoas com mais de 50 anos e doenças associadas, bem como 100 de profissionais do dispositivo de Proteção Civil (bombeiros e entidades policiais)", explicou Ricardo Rego, vereador da Promoção da Saúde da autarquia.

17h57 - Um surto de Covid-19 num lar privado em Estremoz, no distrito de Évora, já infetou 38 pessoas, entre utentes e funcionárias, tendo morrido uma idosa, disse hoje à agência Lusa a gerente da unidade, Sónia Linhol. A responsável indicou que o novo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a Covid-19, infetou 27 dos 32 utentes do Solar do Poço Coberto - incluindo a vítima mortal -, e 11 das cerca de 30 funcionárias.

17h43 - Angola somou duas mortes e 52 novos casos de Covid-19 em 24 horas, assim como 21 recuperações, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda. Dos novos casos, 41 foram registados na província de Luanda, três em Benguela, três em Cabinda, dois na Huíla, um no Bié, um no Huambo e um no Uíge, tendo idades entre os 05 e os 67 anos e sendo 31 do sexo masculino e 21 do sexo feminino.

17h22 -O Supremo Tribunal dinamarquês condenou, esta quinta-feira, um homem a quatro meses de prisão por ter tossido para cima de dois agentes da polícia enquanto gritava "corona", durante uma operação stop em março do ano passado. O incidente, que ocorreu quando o país estava em confinamento, levou a que o arguido, na casa dos 30 anos, fosse detido na altura por comportamento ameaçador, apesar de depois ter testado negativo para a Covid-19.

17h15 - Cientistas finlandeses afirmam ter descoberto outra variante do coronavírus que compartilha algumas das mesmas mutações de outras estirpes consideradas perigosas - como a sul-africana e britânica . Apenas um caso do vírus - temporariamente chamado Fin-796H - foi detetado até ao momento, contudo os especialistas admitem desconhecer se este já poderá se ter propagado e em que dimensão.

17h11 - Homem procurado entregou-se à polícia. Preferiu a prisão a estar confinado. Um homem procurado pela justiça entregou-se à polícia em Sussex, no Reino Unido, para evitar ter de passar mais tempo em confinamento com as pessoas com quem vivia. O criminoso, cuja identidade não foi revelada, apareceu voluntariamente na esquadra da polícia local, na quarta-feira à tarde, com esperança de conseguir alguma "paz e sossego".

17h00 - A responsável da unidade técnica antiCovid da Organização Mundial da Saúde (OMS), Maria Van Kerkhove, disse hoje não haver provas de que a variante do vírus identificada na África do Sul seja mais mortal do que outras. Tão pouco há indícios de que cause um maior número de casos graves e seja mais difícil de diagnosticar, afirmou em conferência de imprensa, em Genebra, na sede da organização.

16h59 - A Câmara de Lisboa aprovou hoje, por unanimidade, uma proposta para suportar a despesa de transporte dos residentes em Lisboa com mais de 65 anos, desde a sua residência até ao equipamento onde serão vacinados contra a Covid-19. O documento, apresentado pelos vereadores do CDS-PP, propõe, para o efeito, "a celebração de protocolos com as associações representativas do setor do táxi".

16h32 -Itália anunciou esta quinta-feira que foram identificadas 13.762 novas infeções por coronavírus e morreram 347 pessoas no último dia. No total, Itália soma 2.765.412 casos confirmados e 94.887 vítimas mortais. O número total de recuperados é de 2.286.024.

16h26 - O Reino Unido registou 454 mortes e 12.057 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, mas estudos indicam que a prevalência da doença está em declínio, de acordo com dados publicados hoje pelo Governo britânico. Na quarta-feira tinham sido notificadas 738 mortes e 12.718 casos, mas a média diária dos últimos sete dias é de 551 mortes e 12.084 infeções.

16h24 - Cientistas brasileiros defendem que a vacinação de primatas poderá ajudar a evitar pandemias, como por exemplo, a febre amarela. A BBC conta a história de um grupo de investigadores que já estão mesmo a adotar esta estratégia na Amazónia, no Brasil, em macacos que vivam na floresta e a apenas 80 quilómetros do Rio de Janeiro. A missão é travar o agente patogénico ainda no corpo do mamífero, antes que este seja transmitido aos seres humanos.

16h22 - A ministra Mariana Vieira da Silva comentou a situação epidemiológica do país, na conferência que se seguiu ao Conselho de Ministros desta quinta-feira, mantendo a ideia de que ainda é cedo para começar a pensar no alívio das restrições. "O caminho é animador", mas "ainda estamos muito longe de números possam permitir começar a avançar para a concretização de um desconfinamento em breve", frisou.

16h19 - Um surto de Covid-19 no lar da Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras, em Odemira, já provocou a morte a três idosos, estando ainda 22 utentes e sete funcionárias infetados, confirmou hoje o presidente da instituição.

16h16 - O plano estratégico da OMS para enfrentar a pandemia de Covid-19 este ano, hoje lançado, contém seis objetivos e uma necessidade de financiamento estimada em 1,96 mil milhões de dólares, anunciou hoje o diretor-geral da organização.Neste montante inclui-se 1,2 mil milhões para o acelerador ACT [iniciativa global de distribuição de vacinas], disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, em conferência de imprensa realizada na sede da Organização Mundial de Saúde (OMS), em Genebra.

16h13 - A eurodeputada do PCP Sandra Pereira defendeu hoje a necessidade de uma "nova estratégia" europeia para acelerar o processo de vacinação da população contra a Covid-19, atualmente a decorrer a um "ritmo lento" por falta de vacinas."A vacinação contra a Covid-19 está a decorrer a um ritmo muito lento", afirmou à agência Lusa no final de reunião com o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), em Viana do Castelo.

16h08 -O Governo aprovou o alargamento do apoio às famílias, conforme a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, tinha já anunciado na quarta-feira, depois de ter apresentado a proposta aos parceiros sociais. Os pais vão receber a 100% ao alternar apoio às crianças entre si, de acordo com diploma aprovado pelo Governo. O diferencial será assumido pela Segurança Social, "sem encargos para as empresas", detalhou Mendes Godinho. Vão passar a existir "três situações" em que essa opção apoio à família será possível:

  • Famílias monoparentais;
  • Pais que têm a cargo crianças "até ao final do primeiro ciclo";
  • Famílias "em que haja a cargo uma pessoa dependente com deficiência igual ou superior a 60% de incapacidade";

15h58 - Com "paciência", após a Páscoa "vamos conseguir desconfinar a sério". O matemático Henrique Oliveira traçou, na SIC Notícias, um panorama da situação pandémica e de desconfinamento no nosso país. O também professor do Instituto Superior Técnico (IST) explicou que "o número de mortes desce sempre mais devagar do que o número de infeções, porque há um grande atraso entre o dia da infeção e o dia do óbito". Perceba melhor aqui.

15h50 - Já começou a conferência do Conselho de Ministros. Pode acompanhar abaixo:

15h34 - A PSP acabou na segunda-feira com uma festa ilegal com 26 pessoas num edifício na Travessa do Chafariz de El-Rei, em Lisboa, tendo detido um jovem de 19 anos por posse ilegal de arma de fogo, foi hoje anunciado. Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) explicou que a detenção do suspeito ocorreu pelas 23:50, na freguesia de Santa Maria Maior, e que foram levantados 26 autos de contraordenação por violação às restrições do estado emergência, devido ao contexto pandémico.

15h31 - A esperança de vida nos Estados Unidos caiu um ano no primeiro semestre de 2020, em resultado do impacto da pandemia de Covid-19, segundo dados de uma agência governamental dos EUA. Os norte-americanos podem agora esperar viver, em média, até aos 77,8 anos, a mesma expectativa de vida registada em 2006 e menos um ano do que em 2019, depois da queda mais drástica desde a Segunda Guerra Mundial, de acordo com dados hoje revelado pelo Centro Nacional de Estatísticas de Saúde, um departamento do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA.

15h26 - Mais de mil pessoas com Covid-19 saíram do internamento hospitalar nos últimos três dias, estando hoje hospitalizados 3.819 doentes, dos quais 688 em unidades de cuidados intensivos. O número de internamentos hoje é o mais baixo desde 11 de janeiro, quando se registavam 3.983 casos.

15h18 - A China ocultou informação sobre os primeiros casos de Covid-19 há um ano, o que favoreceu os contágios, e fê-lo novamente na recente missão da Organização Mundial de Saúde (OMS) a Wuhan, denunciou hoje a Human Rights Watch (HRW). Segundo o diretor executivo da organização de defesa dos direitos humanos, Kenneth Roth, numa conferência de imprensa organizada pela Associação de Correspondentes das Nações Unidas (ACANU), durante a missão dos especialistas da OMS a Wuhan, que terminou na semana passada, Pequim "recusou partilhar informação anónima sobre os primeiros casos", quando apenas metade dos 174 identificados inicialmente estavam relacionados com o famoso mercado Huanan, em Wuhan, o que indicia encobrimento.

Além disso, "Pequim continua a promover a teoria maluca de que a Covid-19 pode ter sido causada pelo contacto com alimentos congelados, apesar de não haver provas de alguém em qualquer parte do mundo ter sido infetado desse modo", sublinhou o responsável máximo da HRW.

15h15 - O município de Gouveia, no distrito da Guarda, está a disponibilizar 'tablets' e 'routers' para acesso à internet a cerca de 120 alunos do concelho, para possibilitar as aulas à distância devido à pandemia. A autarquia presidida por Luís Tadeu refere em comunicado hoje enviado à agência Lusa que a medida "visa ajudar os agregados familiares, enquanto as escolas permanecerem encerradas, permitindo aos alunos a frequência do ensino à distância".

15h13 - A taxa de internamento em enfermarias Covid-19 nos hospitais da região Centro baixou na quarta-feira de 69% para 64% da sua ocupação, revela o relatório de hoje da Administração Regional de saúde do Centro (ARSC). O número de internados em unidades de cuidados intensivos também baixou, embora em menor percentagem, registando uma redução de 74% para 72%.

15h07 - O Estado do Vaticano advertiu os seus funcionários que se recusarem a ser vacinados contra o coronavírus podem ter consequências como a demissão, por estarem a "colocar em risco a saúde pública". O presidente da Comissão Pontifícia do Estado da Cidade do Vaticano, Giuseppe Bertello, assinou um decreto com medidas para enfrentar a emergência de saúde pública, no qual explica que haverá sanções económicas para quem não cumprir essas normas, entre as quais a vacinação.

15h03 - O balanço referente à Covid-19 em Portugal de hoje saiu há pouco. Recorde que foram registadas mais 105 mortes e 1.944 novos casos. No total, desde o início da pandemia, foram contabilizados 15.754 óbitos e 792.829 infeções confirmadas.

Quanto a casos ativos, há 89.613 (menos 2.562 em relação ao último boletim). Uma boa notícia é o valor de recuperados (mais 4.401) que se cifra agora nos 687.462. Em internamento estão 3.819 pessoas, menos 318 em relação a ontem. Já nos cuidados intensivos as boas notícias continuam: estão, atualmente, 688 casos, menos 31.

15h00 - Iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia, mas pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Internamentos continuam a descer. São menos 318 em 24h

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório