Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

Arábia Saudita denuncia novo ataque Houthi ao aeroporto civil de Abha

A Coligação árabe denunciou hoje um ataque ao aeroporto internacional de Abha, no sul da Arábia Saudita, com um drone carregado de explosivos, atribuindo a ofensiva ao movimento rebelde Houthi, adiantou a agência de notícias EFE.

Arábia Saudita denuncia novo ataque Houthi ao aeroporto civil de Abha

"Forças da Coligação conjuntas intercetaram na manhã de sábado uma bomba drone lançada por milícias Houthi, apoiadas pelo Irão, que tinham como alvo o aeroporto de Abha", relatou a agência de notícias estatal saudita SPA, citada pela EFE.

Segundo a agência espanhola, este é o segundo ataque do género contra uma infraestrutura civil denunciada pela Coligação liderada pela Arábia Saudita, depois de, na última quarta-feira, ter sido reportado um incêndio num avião de passageiros, sem feridos a registar.

A EFE relata que os Houthis reclamam também ataques com recurso a três drones lançados sexta-feira contra o aeroporto de Abha e a vizinha Base Militar King Khaled, dando como alcançados os seus objetivos, ataques, no entanto, não reconhecidos por Riade.

A SPA refere ainda que o porta-voz da Coligação, Turki al Maliki, denunciou que as operações lançadas pelas milícias são "sistemáticas e deliberadamente contra civis e alvos civis", acrescentando que todas as "tentativas terroristas das milícias Houthi foram frustradas".

Ataques de drones e mísseis por rebeldes iemenitas contra a Arábia Saudita são comuns desde que a Coligação liderada por Riade interveio na guerra civil iemenita em 2015, apoiando o Governo de Abdo Rabu Mansur Hadi, também reconhecido pela comunidade internacional.

O primeiro ataque dirigido contra o aeroporto de Abha, localizado a cerca de 100 quilómetros da fronteira com o Iémen, ocorreu em fevereiro de 2016, tendo sido alvo de pelo menos mais outros 10 ataques desde então, com o mais grave a ser o de 12 de junho de 2019, do qual resultaram 26 civis feridos.

As ações houthi contra a Arábia Saudita intensificaram-se nesta semana, com ofensivas quase diárias.

No dia 4 de fevereiro os Estados Unidos retiraram o apoio à Coligação Árabe e sexta-feira Washington anunciou que vai retirar os rebeldes iemenitas da lista de organizações terroristas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório