Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Enfermeira diz que salário obriga-a a escolher entre viver ou sobreviver

Enfermeira juntou-se à causa britânica ' Nurses United' que visa apelar ao pagamento justo dos profissionais de saúde.

Enfermeira diz que salário obriga-a a escolher entre viver ou sobreviver

Jemma, de 40 anos, é enfermeira há anos e juntou-se recentemente à 'Nurses United', uma ação promovida para apelar à melhor remuneração dos profissionais de saúde britânicos.

A enfermeira diz que a sua casa está a desmoronar-se e em causa está o facto de a mulher ser mal remunerada há anos.

"A minha casa está a desmoronar-se porque não tenho dinheiro para reparações essenciais. Tenho de optar, constantemente, entre manter o telhado fixo ou pagar as contas da casa; pagar comida ou luxos; ou entre investir num aquecimento ou comprar uns sapatos novos para o trabalho", reporta a mulher, que diz que a situação se intensificou ainda mais com a pandemia.

"Um aumento poderia ser essencial para começar a viver e não apenas andar a sobreviver", reporta, citada pelo Metro UK.

A causa à qual se juntou é composta por tantos outros enfermeiros que vivem situação semelhante. O grupo pretende pressionar o Governo a aumentar substancialmente os salários dos enfermeiros e ajudá-los a sair da situação de pobreza em que muitos se encontram.

Estes defendem um aumento em 10% dos ordenados.

Leia Também: 'Mortuárias móveis' para lidar com o acumular de corpos no Reino Unido

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório