Meteorologia

  • 13 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 21º

Edição

Covid-19: Índia inicia "maior campanha mundial de vacinação"

Um profissional de saúde do hospital público AIIMS, em Nova Deli, tornou-se há uma semana a primeira pessoa vacinada na Índia contra o novo coronavírus, no início da "maior campanha mundial de vacinação" à covid-19.

Covid-19: Índia inicia "maior campanha mundial de vacinação"
Notícias ao Minuto

11:16 - 23/01/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Manish Kumar foi o primeiro a ser vacinado num país com 1,35 mil milhões de habitantes.

Existem apenas três países - Índia, Estados Unidos e China - com uma população superior a 300 milhões de habitantes, pelo que uma campanha de vacinação a esta escala é pioneira, salientou o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, numa videoconferência, a partir de Nova Deli.

O esforço sem precedentes com que o país espera vacinar 300 milhões de pessoas, quase um terço da sua população, nos primeiros seis meses, simboliza a esperança em acabar com a doença que provocou mais de 150.000 mortes em menos de um ano.

"O país inteiro tem estado à espera deste dia. Durante meses, crianças, jovens e idosos têm-se perguntado quando é que a vacina contra o novo coronavírus chegaria. Agora chegou, e dentro de muito pouco tempo, dentro de poucos minutos, a maior campanha mundial de vacinação terá início na Índia", sublinhou Modi, pouco antes do início da operação.

Nesta fase serão vacinados 10 milhões de profissionais de saúde, seguidos por 20 milhões de trabalhadores da linha da frente na luta contra a pandemia, para posteriormente serem imunizadas cerca de 270 milhões de pessoas com mais de 50 anos ou com doenças crónicas graves.

Na Índia estão a ser administradas doses de Covishield, a fórmula desenvolvida pela Universidade Britânica de Oxford e AstraZeneca, e Covaxin, a vacina indígena desenvolvida pela Bharat Biotech da Índia e pelo Conselho Indiano de Investigação Médica (ICMR).

Ambas obtiveram autorização do Controlador Geral de Fármacos indiano para "utilização de emergência", embora a Covaxin ainda se encontre em fase de testes e não sejam conhecidos dados definitivos sobre a sua eficácia, o que levantou questões na população sobre a razão pela qual obteve uma licença antecipada.

O Governo da Índia comprou até agora cerca de 17 milhões de doses, 10,5 milhões de doses de Covishield, fabricadas no país pelo Serum Institute of India, e 6,6 milhões de doses de Covaxin.

Segundo o diretor do hospital público AIIMS, Randeep Singh Guleria, o grande desafio será assegurar o acompanhamento de cada pessoa depois de administrada a vacina, e manter os protocolos de segurança à medida que os dias passam e o número de beneficiários aumenta.

A pandemia de covid-19 provocou mais de dois milhões de mortos resultantes de mais de 97,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Índia com 152 mortes e mais de 14 mil casos nas últimas 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório