Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

Descobertos em Moçambique primeiros vertebrados da idade dos dinossauros

Fósseis dos primeiros animais vertebrados, com cerca de 245 milhões de anos, da era dos dinossauros, foram descobertos em Moçambique, segundo um estudo publicado hoje na revista científica sul-africana "Palaeontologia Africana", podendo surgir achados de dinossauros.

Descobertos em Moçambique primeiros vertebrados da idade dos dinossauros

O português Ricardo Araújo, o autor principal do artigo, anunciou à agência Lusa que a equipa de oito investigadores descreve a descoberta de "várias partes de crânios e esqueletos fragmentados de dicinodentes 'Lystrosaurus'".

Os achados descobertos na última expedição, ocorrida entre setembro e outubro de 2019, foram estudados e agora validados pela comunidade científica, com a publicação do artigo.

Os fósseis datam de há cerca de 245 milhões de anos, do período do Triássico, em que começaram a surgir os primeiros dinossauros.

"Não se conhecia um único fóssil de vertebrado em Moçambique dessa altura e, com esta descoberta, temos os primeiros vertebrados da história da vida na terra em Moçambique do início da época dos dinossauros", sublinhou o investigador.

Os achados, explicou, "vão abrir a janela para a descoberta de dinossauros em Moçambique".

Para o paleontólogo do Instituto de Plasmas e Fusão Nuclear do Instituto Superior Técnico, a descoberta coloca ainda "Moçambique no mapa do estudo sobre a extinção de 95% dos seres vivos existentes no planeta, ocorrida na transição do Pérmico para o Triássico".

"Na altura em que os ancestrais dos mamíferos viveram estava tudo dizimado e nas rochas onde estes achados foram encontrados há sinais dessa extinção em massa", explicou.

O artigo científico é ainda assinado pelos norte-americanos James Crowley (Universidade Estadual de Boise, Estados Unidos da América) e Kenneth Angielczyk (Museu de História Natural de Chicago, Estados Unidos da América), pelos ingleses Roger Smith (Universidade de Witwatersrand, África do Sul) e Stephen Tolan (Centro de Educação de Vida Selvagem de Chipembele, Zâmbia) e pelos moçambicanos Dino Milisse (Museu Nacional de Geologia de Moçambique) e João Mugabe (Universidade Eduardo Mondlane, Moçambique).

Em África, os 'Lystrosaurus' são sobretudo conhecidos na África do Sul.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório