Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

México exige investigação à morte de 2 homens pelas autoridades dos EUA

O México exigiu hoje uma investigação "transparente, imparcial e expedita" à morte de dois homens mexicanos, em San Diego, Califórnia, às mãos das autoridades norte-americanas, dois casos num período de quatro dias.

México exige investigação à morte de 2 homens pelas autoridades dos EUA
Notícias ao Minuto

23:34 - 27/10/20 por Lusa

Mundo EUA

"O governo mexicano pediu às autoridades locais investigações transparentes, imparciais e expeditas sobre as circunstâncias destas mortes, com o objetivo de esclarecer os factos", disse o cônsul mexicano em San Diego, Carlos Gonzalez, à Efe.

Na segunda-feira de manhã, o mexicano José Alfredo Castro Gutiérrez foi morto a tiro por um polícia de San Diego, enquanto outro mexicano, cuja identidade ainda não foi revelada, perdeu a vida na sexta-feira, após outro tiro de um membro da Patrulha de Fronteira, perto da ponte internacional que liga aquela cidade a Tijuana (Baja Califórnia, México).

Estes dois episódios, a que Gonzalez chamou "uma infeliz coincidência", levaram o México a procurar explicações das autoridades americanas para o uso "desproporcionado" da força letal.

Num telefonema com a agência Efe, o advogado da família de Castro, Eugene Iredale, um especialista em casos de abuso policial, argumentou que o mexicano morto "sofria de esquizofrenia e se encontrava muito paranóico" na altura em que foi morto.

De acordo com vídeos e imagens de câmaras de rua a que Efe teve acesso, Castro correu para vários polícias, que primeiro dispararam uma bala de borracha, depois utilizaram uma arma de eletrochoque e finalmente mataram-no a tiro.

"Acreditamos que o uso de força letal foi desnecessário, trágico e criminoso, especialmente porque não tinha nada com ele", disse o advogado.

Tanto o advogado como a esposa do falecido disseram que Castro "estava a pedir ajuda à polícia porque estava a ter um ataque de pânico e pensava que estava a ser seguido".

O Departamento de Polícia de San Diego está a investigar as duas mortes e a defesa da família de Castro espera que o seu caso seja resolvido no prazo de um mês.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório