Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: Portugal supera 30 mil casos. Mais 351 mortos no Reino Unido

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Portugal supera 30 mil casos. Mais 351 mortos no Reino Unido

Portugal, que se encontra na segunda fase de desconfinamento, lida agora com os danos causados pela Covid-19 a nível económico. A DECO fez as contas: cada família portuguesa perdeu, em média, 944 euros desde o início da crise provocada pela pandemia 

Os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde dão conta de um total de 1.289 mortes relacionadas com a Covid-19, e 30.200 infetados em Portugal. O Brasil e os Estados Unidos registaram nas últimas 24 horas mais de mil mortes relacionadas com a doença:  1.188 e 1.447, respetivamente.

A pandemia do novo coronavírus já matou quase 333 mil pessoas e infetou 5,1 milhões em todo o mundo desde dezembro. Entre esses casos, pelo menos  1.913.300 são agora considerados curados.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no resto do mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

15h31 - Continue a seguir-nos o resto da tarde e noite aqui

15h30- Organização Mundial de Saúde divulga um vídeo sobre a pandemia Covid-19, lembrando como, apesar das dificuldades e diferenças, "juntos somos mais fortes". 

15h20 - As autoridades russas disseram hoje esperar um "aumento significativo" da mortalidade ligada ao novo coronavírus no mês de maio no país, o segundo mais afetado no mundo pela pandemia em número de casos. Recorde-se que o país registou, nas últimas 24 horas, um número recorde de óbitos

15h15 - O Instituto Nacional de Emergência Médica transportou cerca de 12.643 utentes suspeitos de infeção por Covid-19, desde o início de março e até 17 de maio, o que totaliza uma média de 162 casos diários. Os números fazem parte do balanço que o INEM faz da atividade no contexto da atual pandemia provocada pelo novo Sars-Cov-2, publicados no seu própio site. O INEM chegou a ter 18 profissionais infetados, tendo, a 17 de maio, apenas três (dois dos quais prestadores de serviços). 

15h05- O Ministério da Saúde vai "avaliar e analisar" se há fundamentação para a denúncia hoje feita pela Ordem dos Enfermeiros (OE) de que profissionais infetados no trabalho com Covid-19 estão a ser confrontados com "cortes significativos" de rendimento.

14h50 - Os protocolos que conduziram à permissão aos aviões para deixarem de ter lotação de passageiros reduzida não são infalíveis, disse hoje Graça Freitas, sublinhando que "são diretivas internacionais" e que o risco foi ponderado.

14h40 - Os Estados Unidos acusam o governo venezuelano de estar a manipular os números da pandemia de covid-19, subestimando a gravidade da situação naquele país da América do Sul.

14h30 - Um total de 36.393 pessoas infetadas morreram no Reino Unido após terem feito um teste de diagnóstico, mais 351 do que no dia anterior, anunciou hoje o ministério da Saúde. Nas últimas 24 horas foram identificados mais 3.287 casos de contágio, contribuindo para um total de 254.195 casos. 

14h15- As regiões espanholas mais atingidas pela pandemia de Covid-19 de Madrid, Barcelona e Castela e Leão passam na segunda-feira à "fase um" de final do confinamento com um alívio das medidas rígidas de luta contra a doença.

14h10 - A Universidade Nova vai começar a realizar testes serológicos a professores, investigadores, funcionários e alunos que frequentam aulas presenciais e nas suas residências universitárias, na próxima semana.

14h05 - "Os emigrantes são bem-vindos, são cidadãos de plenos direitos e de plenos deveres e como tal obviamente quando chegam a Portugal têm de cumprir aquilo que são as regras sanitárias e as diretrizes da DGS. Mas isso temos a consciência de que é feito, a consciência cívica e social do nosso povo, quer sejam emigrantes quer não sejam, é a mesma. Portanto, estamos confiantes que os emigrantes serão muito bem-vindos", destacou Lacerda Sales quando questionado sobre o regresso dos emigrantes no verão. 

14h00 - Desafiada a fazer um balanço geral da situação epidemiológica do país, a diretora-geral da saúde recordou que “estabilizamos” no número que já tinha sido apontando, o de 200 a 300 novos casos diários, admitindo, contudo, que existe “a situação concreta da Azambuja, em que há um surto grande e dois pequenos”. "No resto do pais, há uma transmissão que já foi mais intensa”, atirou.

13h45 - O surto que afetou 11 profissionais e três doentes no Santa Maria foi  "circunscrito" e a enfermaria afetada reabre na próxima terça-feira, dia 26 de maio, após "uma descontaminação" que será feita na segunda-feira.

13h40 - A diretora-geral de saúde revelou que há mais seis funcionários infetados com Covid-19, somando-se aos 70 positivos anunciados ontem. Os 76 infetados "estão bem", acrescentou. 

13h32 - Começou a habitual conferência de imprensa sobre a evolução da Covid-19 em Portugal. Acompanhe aqui:

13h27 - O primeiro-ministro António Costa reuniu esta sexta-feira, em Coimbra, com a Associação Nacional de Municípios Portugueses. Depois da curta declaração do presidente da ANMP, Manuel Machado, o chefe do Governo reiterou que é necessário "prosseguir um esforço coletivo para contermos a pandemia", sendo "os municípios parceiros fundamentais".

Em discussão, revelou o primeiro-ministro, esteve um programa de estabilização económica e social que "responda as necessidades urgentes do país", no qual os "municípios têm um papel fundamental desde logo ao nível do investimento - são aqueles agentes da Administração Pública que tem melhores condições para realizar investimentos" - e, por isso, "estivemos a ver como podemos acelerar os 1.500 milhões de euros de fundos comunitários, que ainda estão por executar," e também novas linhas, "designadamente uma de 30 milhões de euros para programação cultural, para que [os municípios] (...) possam dispor de condições para que mesmo neste verão seja possível realizar, com segurança, um conjunto de atividades, espetáculos musicais, por exemplo" e ajudar um dos setores mais afetados por esta crise: a cultura.

O objetivo, vincou o primeiro-ministro, num verão em que "as férias, como seguramente os portugueses compreendem, é necessário que sejam feitas cá dentro, é uma oportunidade para conhecer melhor o país. Que não tem "só sol e praias", mas também um Interior, "onde a oferta cultura pode ser um complemento".

13h20 - Foi divulgado o boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS) que indica que, nas últimas 24 horas, houve mais 12 mortos nas últimas 24 horas (totalizando 1.289 pessoas) e mais 288 infetados - ascendendo o número total a 30.200. De referir que também o número de recuperados subiu, esta sexta-feira, que hoje são mais 1.138 (7.590 no total).

região Norte continua a ser a mais afetada pelo novo coronavírus, com 16.596 casos de infeção e 725 mortes registadas. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo, com 9.106 casos de Covid-19 confirmados e 300 mortes. A  região Centro que contabiliza 3.664 infetados e 233 vítimas mortais. 

12h40 - O Presidente da República almoçou hoje com Rui Rio e Salvador Malheiro. Em declarações aos jornalistas, o chefe de Estado elogiou o autarca de Ovar, o "herói", e o líder do PSD, o "exemplar"

12h30 - O ministro da Administração Interna admitiu hoje que as fronteiras de Montalegre (Vila Real) e de Barrancos (Beja) possam reabrir, antes de 15 de junho, durante "algumas horas", para passagem de trabalhadores entre Portugal e Espanha.

"Nós estamos a ponderar questões muito locais, com algumas horas, fundamentalmente para circulação de trabalhadores. Temos em ponderação, já o disse, dois pontos. Um em Montalegre e outro em Barrancos, que são aqueles locais que estão mais longe de locais em que a passagem é autorizada e em que ponderamos que ela exista durante algumas horas do dia, não com o caráter permanente como nestes nove postos principais", disse

12h00 - Em Vilar Formoso, o ministro Eduardo Cabrita salientou que estamos "numa nova fase", em que o país "vai gradualmente começar a encarar o aligeiramento dos controlos fronteiriços".

"Neste momento, as fronteiras externas e internas estão sob controlo até 15 de junho, mas vamos começar a ponderar a alteração deste quadro, quer nas fronteiras aéreas, quer nas fronteiras terrestres, estabelecendo mecanismos de circulação que permitam aos nossos emigrantes que gozem o seu verão em Portugal", disse o governante. 

Aquilo que foi estabelecido, frisou o ministro da Administração Interna, "é um quadro que visa o controlo da situação sanitária e nós temos de permanecer com firmeza para consolidar os resultados positivos que temos vindo a registar" e, também, "gradualmente permitir condições que permitam aos portugueses virem até Portugal (...) e que permitam ponderar, de acordo com a estratégia definida pela Comissão Europeia, um gradual alargamento das possibilidades de circulação nas fronteiras internas, numa primeira fase, e externas, numa segunda fase". 

Eduardo Cabrita aproveitou para realçar "o profissionalismo dos militares da GNR e os inspetores do SEF que conseguiram, em poucas horas, montar um sistema que tem funcionado com muita eficácia ao longo de dois meses". 

11h00- O regresso do futebol no Brasil, à porta fechada, tem luz verde do Ministério da Saúde, assegurou hoje o presidente Jair Bolsonaro, que disse que os jogadores têm sido favoráveis à retoma das competições.. 

10h40 - A Bélgica registou nas últimas 24 horas uma subida de novos casos de infeção por covid-19, para 276, e uma descida no número de mortes, para 26, e de internamentos em hospital, segundo dados oficiais hoje divulgados.

10h30 - De visita a uma escola que fornece refeições a famílias durante a pandemia, em Lisboa, Catarina Martins afirmou que "estamos a viver uma crise que tem um efeito muito profundo e mais longo do que gostaríamos". A coordenadora do Bloco de Esquerda apontou que se trata de uma resposta de "fim de linha a muitas pessoas que nunca tinham precisado de apoio social". "Tanta gente que trabalhava no turismo, na restauração, nos eventos, nos aeroportos e que, de um momento para o outro, ficou absolutamente sem nada, zero", sublinhou. 

A bloquista referiu ainda que o país não vai voltar a ter os 27 milhões de turistas que teve em 2019 "do dia para a noite". "É preciso uma resposta pública forte, que compreenda que esta crise é profunda, é uma crise que afeta todos os setores, e que não é fácil para estas pessoas que perderam tudo encontrar outra resposta", defendeu. "Temos que garantir que a resposta que estamos a ver aqui existe em todo o país e chega a toda a gente", disse Catarina Martins, acrescentando que o aumento do fundo que faz o apoio de apenas 40% das refeições "não chega".

Só no caso de Lisboa, exemplificou, passaram de 300 para 15 mil refeições. "É mesmo preciso decididamene compreender a emergência social e ter um grande aumento da resposta e o orçamento suplementar deve dar essa resposta". 

"Nos momentos mais difíceis nunca nos faltaram nervos de aço", asseverou a coordenadora do Bloco de Esquerda sobre as negociações que se aproximam sobre o orçamento suplementar. 

10h15- No desporto nacional, o Feirense considerou que a suspensão definitiva da II Liga portuguesa de futebol é ilegal, prometendo "ir até às últimas consequências" na defesa dos seus interesses.

No plano de desconfinamento, recorde-se, o Governo definiu que a I Liga de futebol e a final da Taça de Portugal vão poder ser disputados, permitindo também desportos individuais ao ar livre, excluindo a continuidade da II Liga.

10h05 - O Hospital Santa Maria, em Lisboa, iniciou esta quinta-feira a construção de uma nova urgência para casos suspeitos de Covid-19, uma estrutura permanente e completamente separada do edifício principal. Estrutura  deverá estar concluída dentro de duas semanas.

9h50 - O presidente francês Emmanuel Macron defendeu hoje que "proteger os ecossistemas ajuda a impedir o surgimento de epidemias como a da Covid-19" e anunciou que França organizará a cimeira 'One Planet' marcada para 11 de janeiro de 2021 em Marselha. 

9h30 - O presidente executivo dos CTT disse à Lusa que o plano de retoma da atividade da empresa à normalidade está "pensado até setembro", pendente das orientações das autoridades de saúde, admitindo prosseguir com "formas de teletrabalho parcial".

9h20- E quanto ao impacto do teletrabalho no ambiente? A associação ambientalista Zero alerta que  impacto do teletrabalho no ambiente está longe de se resumir às emissões poluentes e precisa de uma "visão integrada" sobre socialização, trabalho em equipa, tempo livre, novos gastos energéticos e deslocações diferentes.

9h15 - As horas perdidas no trânsito das grandes cidades transformaram-se em tempo produtivo com o confinamento ditado pela Covid-19 e o teletrabalho é agora visto como instrumento para "aplanar as horas de ponta" na curva da mobilidade, defendem especialistas.

9h10 - No Reino Unido, o governo confirmou que irá aplicar multas para os viajantes  internacionais que não cumprirem quarentena obrigatória de 14 dias, noticia a Sky News.  A medida, que vai ser anunciada na tarde de hoje, visa "proteger a saúde das pessoas e manter o nível do R [taxa de transmissão] baixo e o mais perto de zero nas próximas semanas e meses".

9h00- Nas últimas 24 horas, a Rússia registou 150 mortes devido à Covid-19, aumentando para 3.249 o número total.  O país regista ainda 8.894 novos casos de infeção, totalizando 326.448 o número de infetados

8h50 - Depois de se recusar a usar máscara em vários eventos públicos, eis que surge a primeira imagem do presidente norte-americano com uma (por breves instantes).

8h40 - Um breve ponto da sitação no país: Portugal contabiliza perto de 30 mil casos de infeção desde o início da pandemia (29.912)  e 1.277 óbitos. Lisboa, Vila Nova de Gaia, Porto, Matosinhos, Braga e Gondomar são os concelhos com mais casos de Covid-19. Veja quantos casos há no seu concelho aqui. 

8h30 - Um breve ponto da situação no mundo: Com 94.792 vítimas mortais, os EUA são o país com mais mortes devido à Covid-19; Segue-se o Reino Unido que contabiliza 36.124 e Itália, que chegou a ser o foco da pandemia, 32.486. França (com 28.218) e Espanha (com 27.940) são dos países com mais óbitos registados. 

8h20 - Os parques de campismo no Algarve começaram a abrir esta semana ao público, com os cuidados exigidos pelas normas de segurança para combater a pandemia, mas cientes de que este deverá ser um verão mais fraco.

8h00- Médicos em Itália apuraram que a Covid-19 pode provocar o aparecimento de uma condição inflamatória chamada tireoidite subaguda. Esta condição consiste no inchaço doloroso da glândula da tiroide que se crê ser causada por uma infeção viral, como a papeira ou a gripe. 

7h50 - O presidente do PSD, Rui Rio, desloca-se hoje ao concelho de Ovar, almoçando com o Presidente da República e com o autarca social-democrata Salvador Malheiro. Pelo município andará também António Costa que, juntamente com Marcelo, visita a empresa Flex2000, o hospital de campanha para doentes com Covid-19. Os dois vão passear pelo centro histórico de Ovar. 

Antes disso, Governo reúne-se com a Associação Nacional de Municípios Portugueses para debater o papel dos municípios na resposta à crise provocada pela pandemia.

7h45 - Cada família portuguesa perdeu, em média, 944 euros desde o início da crise provocada pela pandemia de covid-19, ascendendo o prejuízo total a 3,9 mil milhões de euros, segundo um estudo da Deco hoje divulgado.

7h30- Várias entidades, entre elas a Fundação Calouste Gulbenkian e a Google, anunciaram hoje um apoio de 800 mil euros para o Banco Alimentar, com o intuito de disponibilizar "alimentos básicos a milhares de famílias portuguesas" afetadas pela pandemia.

7h00 - A Alemanha registou mais 27 mortes devido à Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo a mais recente atualização dos dados. 

6h15- O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse na noite de quinta-feira que o "pavor" em torno da pandemia da Covid-19 mata mais pessoas do que o próprio coronavírus. Lamentou as mortes no país, que totalizou 20.047 óbitos (com mais 1.188 mortes em 24h) na quinta-feira, mas frisou que "toda a gente morre um dia".

6h10 - A China diagnosticou, nas últimas 24 horas, quatro novos casos da covid-19, mantendo a soma diária de infeções no país abaixo da dezena, informaram hoje as autoridades.

6h05- Os Estados Unidos registaram 1.447 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 94.661, segundo um balanço independente da Universidade Johns Hopkins.

6h00- Bom dia! Quer ficar a par de todas as informações sobre a pandemia? Acompanhe-nos AO MINUTO.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório