Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Após três cancros, trabalha contra Covid-19. "Estou onde tenho de estar"

"Estou onde tenho de estar", diz profissional de saúde.

Após três cancros, trabalha contra Covid-19. "Estou onde tenho de estar"

Aos 54 anos, e após três cancros que lhe ensinaram que a vida é para ser vivida um dia de cada vez, a auxiliar espanhola Pura Machancoses não quis deixar de ser uma das profissionais de saúde que estão na frente da luta contra a Covid-19.

Em 2007, Pura foi diagnosticada com cancro no útero e mais tarde com um cancro da mama. Em 2016 seria a vez de sofrer uma metástase óssea.

Depois de vencer estas batalhas, há cerca de dois anos decidiu voltar ao trabalho no hospital La Fe de Valencia, embora com algumas limitações. "Tenho algumas partes do corpo afetadas, mas com os tratamentos ainda estou a superar [tudo isto]. Adoro o meu trabalho. Sou apenas uma cuidadora mas transportar um paciente e ajudá-lo, deixa-me preenchida", afirma, revelando que são os cuidadores os primeiros a contactar com os doentes quando chegam ao hospital.

Apesar de estar de corpo e alma no seu trabalho, Pura não entende porque é que os cuidadores não são encarados como profissionais de alto risco, se são eles que estão muitas vezes em contacto direto com doentes e os seus familiares. 

Pura vive com o filho, a quem não dá um beijo ou um abraço há vários dias. Contudo, está feliz na sua missão. "Ele está muito preocupado, mas eu estou onde tenho de estar", afirma. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório