Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 19º

Edição

AO MINUTO: Dois portugueses infetados com coronavírus no Japão

Há dois portugueses internados no Japão com diagnósticos positivos de coronavírus Covid-19. Ambos estavam no Diamond Princess. Em Portugal, há 16 portugueses há espera de resultados, todos os outros são negativos.

AO MINUTO: Dois portugueses infetados com coronavírus no Japão

O Covid-19 já está em pleno estado de surto global depois de ter atingido 46 países e todos os continentes - exceto a Antártida. A nível mundial, o novo coronavírus já infetou mais de 81 mil pessoas e quase 3.000 acabaram por morrer. Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 25 casos suspeitos de infeção, sete dos quais ainda estavam em estudo na quarta-feira à noite. No segundo boletim diário sobre a epidemia, divulgado esta quinta-feira, a DGS indicou que houve 27 casos suspeitos nas últimas 24 horas e que 16 continuam a aguardar resultado. Não há nenhum caso confirmado.

Adriano Maranhão foi o primeiro caso de um português com infeção confirmada, mas fora de Portugal, a bordo do cruzeiro Diamond Princess. Esta quinta-feira, foi confirmado mais um caso positivo, de outro homem português. Adriano Maranhão está internado num hospital da cidade japonesa de Okazaki, situada a cerca de 300 quilómetros a sudoeste de Tóquio, tendo o ministro dos Negócios Estrangeiros indicado que o segundo português, que pediu reserva de identidade, "está nas mesmas circunstâncias".

Acompanhe aqui ao MINUTO os novos desenvolvimentos:

23h45 - O Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças defendeu esta quinta-feira que um eventual controlo de fronteiras na União Europeia devido ao novo coronavírus "não é eficaz nem recomendável", mas admitiu uma "distribuição ampla do contágio".

22h55 - Registadas mais cinco mortes em Itália, elevando o balanço no país para 17. Há ainda registo de 653 casos confirmados. As autoridades de Saúde italianas indicaram que as cinco mortes registaram-se todas na região da Lombardia em pacientes com mais de 80 anos. 

22h52 - A Autoridade Regional de Saúde indicou, esta quinta-feira, que há um primeiro caso suspeito de coronavírus nos Açores. Trata-se de um homem de 31 anos residente na Praia da Vitória e que veio de Milão a 19 de fevereiro.

22h35 - Confuso em relação à evolução deste surto viral? Pode conferir aqui uma cronologia dos principais eventos.

Os números, nesta altura, são os seguintes: 82.592 casos de infeção confirmados (sendo que 78.497 estão em território continental chinês), 33.253 casos de pessoas que recuperaram e 2.810 vítimas mortais (2.746 no território continental chinês).

22h00Marta Temido anunciou, em entrevista à SIC Notícias, que os hospitais a aumentar em 20% dos stocks de medicamentos, equipamentos de proteção e materiais clínicos com o objetivo de dar resposta a uma eventual subida do número de casos em Portugal.

21h56 - O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, confirmou, esta quinta-feira à noite, que há mais um português infetado com o novo coronavírus no Japão"Há um cidadão português que está internado num hospital no Japão que é tripulante de um navio de cruzeiro e que está a receber tratamento. Há outro cidadão português nas mesmas circunstâncias", confirmou o ministro.

De acordo com a RTP3, este segundo doente português pediu reserva de identidade.

21h20 - Primeiro caso confirmado de coronavírus nos Países Baixos. Autoridades holandesas indicam que se trata de um homem que esteve há pouco tempo na região mais afetada de Itália, Lombardía. O paciente está em quarentena num hospital de Tilburg, no sul do país. Estão a ser procuradas as pessoas com quem esteve em contacto.

20h18 - A Direção Geral de Saúde (DGS) informa que às 19 horas, "Portugal não registava casos confirmados de infeção por coronavírus (COVID-19)". No Boletim Informativo desta quinta-feira, a DGS revela que há "até agora 52 casos suspeitos, 36 dos quais tiveram resultado negativo após testes laboratoriais". Os restantes 16 ainda aguardam "resultados".

De referir que "27 novos casos foram registados nas últimas 24 horas" e são "todos cidadãos" que regressaram do norte de Itália, "à exceção de um proveniente do Japão".

20h08 - Preocupados com o surto viral, a gestão do Facebook anunciou a anulação da sua conferência anual de programadores, prevista para o início de maio.

19h57 - O número de infetados com o novo coronavírus em França duplicou nas últimas 24 horas, passando para 38 casos confirmados às 19h00 (18h00 em Lisboa) contra os 18 da véspera, anunciou o ministro da Saúde, Olivier Véran.

19h45 - Primeiro caso confirmado na Irlanda do Norte. As autoridades de Saúde do país indicam que o paciente viajou de Itália para Dublin, segundo a CNN. Este caso soma-se aos 15 já confirmados no Reino Unido.

18h50 - Número de casos confirmados em Castela e Leão revisto para dois. Um deles é um estudante italiano de 18 anos que estava a viver numa residência universitária privada, em Segovia, e que tinha viajado para Milão. O outro é um engenheiro iraniano de 28 anos de visita ao centro de investigação Cidaut de Valladolid.

Este número eleva o balanço em Espanha para 23 infetados, até ao momento: 4 em Tenerife, 4 em Madrid, 3 em Barcelona, 8 na Comunidade Valenciana (1 em Castellón, 7 em Valência), 2 em Castela e Leão, 1 em Sevilha e outro em La Gomera. Só dois deles não estão internados.

18h30O Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças considerou esta quinta-feira que a situação em Portugal relativamente ao novo coronavírus ainda é tranquila, por não haver nenhum caso no país, mas notou que "o cenário muda rapidamente".

18h17 - Primeiro caso confirmado em Castela e Leão, em Espanha. Trata-se de um jovem italiano, diz o El País. Número de infetado no país vizinho volta a ser revisto em alta, desta vez para 19. A informação foi avançada pelas autoridades de Saúde da comunidade autónoma.

17h56 - Mais seis novos casos de coronavírus em Valência, dizem as autoridades de Saúde espanholas. Diário El País tinha avançado com três, mas número foi depois corrigido para seis. Quatro dos oito casos na Comunidade Valenciana estiveram em contacto com o jornalista espanhol que esteve em Milão.

Estes seis novos casos sucedem-se a um já anunciado esta quinta-feira de manhã, em Valência, o primeiro nesta cidade. Trata-se de um jornalista de rádio que viajou para ver o jogo da Liga dos Campeões que defrontava Valência e Atalanta, no passado dia 19 de fevereiro, em Milão. O homem ia por sua conta, mas viajou com a comitiva de fãs. Como medida de prevenção, vários adeptos do clube estão isolados em suas casas por estarem a demonstrar sintomas compatíveis com o Covid-19.

17h50 - Morreu Seyyed Hadi Khosroshahi, ex-embaixador do Irão no Vaticano, esta quinta-feira. O clérigo iraniano de 81 anos morreu por causa da infeção do coronavírus Covid-19, no hospital Masih Daneshvari, em Teerão, de acordo com a agência estatal de notícias iraniana IRNA.

17h38 - O Japão confirmou o seu primeiro caso de reinfeção por coronavírus Covid-19, diz a Sky News. Trata-se de uma mulher que trabalhava como condutora de autocarros turísticos e que foi confirmada como caso positivo de infeção. Depois de aparentemente recuperada, voltou a ser diagnosticada com o vírus.

Recorde-se que cerca de 14% dos pacientes que recuperaram da infeção e receberam alta na província de Guangdong, voltaram a testar positivo para o coronavírus em testes subsequentes. O diretor adjunto do Centro de Controlo e Prevenção de Epidemias de Guangdong, Song Tie, ainda não há "conclusões claras" sobre o sucedido nem se sabe se os pacientes podem contagiar outras pessoas.

16h47 - A procura de máscaras para o coronavírus aumentou 8.000% nas farmácias espanholas, estando este produto esgotado. "O alarme é infundado e as máscaras não são necessárias", disse responsável pelas farmácias. O alarmismo em torno da compra de máscaras já levou a insólitos como um médico ser apanhado a sair de Málaga com 300 máscaras.

16h28 - O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou esta quinta-feira que a epidemia de coronavírus entrou num "ponto decisivo", apelando aos países para agirem rapidamente para conter este vírus "muito perigoso". Tedros Adhanom Ghebreyesu já ontem tinha avisado os países devem partilhar mais os seus dados com a organização.

15h33 - Tem uma viagem marcada para um país em afetado? E agora? Existem vários cenários possíveis no que toca ao cancelamento e reembolso do bilhete. Saiba quais aqui.

15h19 - O Serviço Regional de Saúde dos Açores disponibilizou 80 quartos de isolamento para fazer face a um eventual surto de Covid-19, indo os potenciais portadores do vírus ser canalizados para o hospital da ilha Terceira, anunciou o Governo Regional.

15h11 - Pandemia pode criar situações de "pandemónio", avisam analistas. A propagação do Covid-19 e a iminência de uma pandemia de grandes dimensões pode afetar a geopolítica mundial e está a colocar governos perante problemas sociais de difícil resolução, segundo analistas.

14h59 - Outro caso de coronavírus reportado no Canadá. As autoridades canadianas confirmaram que se refere ao marido, de 60 anos, de uma mulher que já se encontrava infetada, foi agora confirmado como também tendo sido infetado com Covid-19. O país tem agora um total de 13 casos confirmados.

14h56 - Japão sobe número de casos de Covid-19 para 907. O ministro da Saúde japonês atualizou os números do novo coronavírus esta quinta-feira para 705 casos referentes ao cruzeiro Diamond Princess e outros 186 em terra.

14h48 - A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, apelou hoje às pessoas que regressem de Itália ou de outras áreas afetadas pelo novo coronavírus e que não apresentem sintomas da doença para não se deslocarem aos serviços de urgência. Em caso de início súbito de tosse, febre ou dificuldade respiratória, a pessoa deve ligar para o centro de contacto do Serviço Nacional de Saúde SNS 24 (808 24 24 24).

14h25 - A vice-presidente do Irão para os Assuntos da Mulher e da Família, Masoumeh Ebtekar, foi diagnosticada com Covid-19. A infeção foi confirmada pelos seus assessores à IRNA, a agência de notícias estatal do país.

14h13 - A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Direção-Geral da Saúde (DGS) definiram hoje a realização de formações junto dos clubes da I e II ligas, para prevenir a possível chegada da epidemia do coronavírus covid-19 a Portugal.

14h02 - O plano de contingência da Madeira para o coronavírus Covid-19 confere "alguma segurança" e releva que a região está "preparada" para enfrentar casos positivos, afirmou hoje o secretário da Saúde, sublinhando que ainda não foi detetada qualquer situação suspeita.

13h39 - A interdição de todos os voos de Itália para Cabo Verde, devido ao alastrar do surto do coronavírus, entrou em vigor esta quinta-feira, com o Governo cabo-verdiano a invocar a necessidade de garantir a segurança em matéria de saúde pública.

13h30 - O número de mortos em Itália pelo novo coronavírus (Covid-19) subiu para 14 e o de pessoas infetadas até hoje é de 528, das quais 40 já estão curadas, informou hoje o responsável da Proteção civil italiana.

13h - As autoridades de Saúde de Macau anunciaram, esta quinta-feira, que mais um doente infetado com o coronavírus Covid-19 recebeu alta hospitalar.

12h50 - Proteção Civil de Itália deu conta, em conferência de imprensa, que o número de mortos no país subiu para 14. Há ainda um total de 528 casos de infeção.

12h32 - A Comissão Europeia indicou hoje que, até ao momento, nenhum Estado-membro manifestou intenção de fazer controlos nas fronteiras para evitar a propagação do novo coronavírus, mas defendeu um "trabalho próximo" entre as autoridades de saúde e de segurança.

12h10 - Terceiro caso detetado na Catalunha. Trata-se de uma mulher de 22 anos de Tenerife que tinha viajado para Milão entre 19 e 25 de fevereiro e chegou a Barcelona. Está internada no hospital clínico da cidade. 

Os dois primeiros casos são uma mulher italiana de 36 anos que vive em Barcelona e o segundo uma jovem de 22 anos que regressou de Milão.

Neste momento há 15 pessoas infetadas em toda a Espanha - 4 em Tenerife, 4 em Madrid, 3 em Barcelona, 1 em Castellón, 1 em Valência, 1 em Sevilha e outro em La Gomera.

11h55 - Um jogador de uma equipa da Serie C, terceiro escalão do futebol italiano, terá sido afetado pelo coronavírus, avança o La Nazione.

11h38- Subiu para 15 o número de casos confirmados de Covid-19 no Reino Unido, depois de o país ter registado mais dois casos, vindos da ilha espanhola de Tenerife e de Itália.

11h25 - Dois novos casos em Madrid. Nenhum dos dois pacientes tinha viajado para fora do país e um deles, um homem de 77 anos, encontra-se em estado grave no hospital, em Torrejón, tendo já outras doenças prévias. O segundo é um homem de 50 anos que se encontra estável e na mesma unidade de saúde. São já 14 infetados em toda a Espanha.

11h04 - Emmanuel Macron, o presidente francês deu conta, esta quarta-feira em conferência de imprensa, que o país se está a preparar para um aumento de casos. "Estamos diante de uma crise, estamos a caminho de uma epidemia e vamos enfrentá-la o melhor que conseguimos", referiu citado pela RFI.

11h - Japão vai fechar todas as escolas do país a partir de segunda-feira até ao final das férias, em Abril, como forma de tentar conter o surto. O encerramento, segundo deu conta o presidente Shinzo Abe, vai aplicar-se a todas as escolas do ensino primário e secundário. Também a Coreia do Norte adiou o início das aulas para evitar a propagação do coronavírus - Pyongyang não registou até agora qualquer caso do coronavírus, que apareceu em dezembro na cidade chinesa de Wuhan, mas tem uma infraestrutura de saúde frágil e já tomou várias medidas preventivas.

10h54 - A Direção-Geral da Saúde emitiu recomendações às empresas por causa do coronavírus, aconselhando-as a definir planos de contingência para casos suspeitos entre os trabalhadores que contemplem zonas de isolamento e regras específicas de higiene, evitando reuniões em sala.

10h47 - O Governador da Lombardia - a  região do norte de Itália mais afetada pelo surto do novo coronavírus - recorreu às redes sociais para anunciar que se encontra em quarentena depois de uma colaboradora da sua equipa ter contraído o vírus. 

"Um membro da minha equipa deu positivo para coronavírus. Hoje, a minha equipa e eu, fomos testados e, felizmente, os resultados deram negativo. Mas isso implicará que, assim como para todos os cidadãos nessa situação, façamos um período de auto-quarentena de 14 dias", escreveu Attilio Fontana a acompanhar um vídeo onde explica a situação.

10h30 - "Mais tarde ou mais cedo algum caso positivo se vai verificar", admite António Costa. No entanto, o primeiro-ministro apela a que a que se sigam as recomendações da Direção Geral de Saúde (DGS) "sem dramatização e sem pânicos".

10h27 - Primeiro caso positivo de coronavírus detetado em Valência, perfaz 12 infetados em Espanha.

Segundo algumas publicações trata-se de um jornalista de 44 anos que viajou para Milão para acompanhar o jogo do Valencia FC, dia 19 de fevereiro, outras, no entanto dão conta de que poderá tratar-se de um adepto do clube.

Segundo as informações fornecidas pelo Departamento de Saúde, citado pelo jornal ABC, o homem foi ao Hospital Clínic Univeritari de Valência com sintomas muito leves, compatíveis com a doença e as primeiras análises confirmaram a presença do vírus.

 

9h30 - Nos últimos 7 dias houve 20 novos países a confirmar os seus primeiros casos - Líbano, Omã, Israel, Afeganistão, Grécia, Dinamarca, Áustria, Estónia, Roménia, Macedónia do Norte, Georgia, Paquistão, Noruega, Espanha, Brasil, Algéria, Suíça, Croácia, Bahrain e Kuwait. Os surtos centram-se em Itália e no Irão.

9h07 - As autoridades de saúde de Xangai, leste da China, estão a rastrear todas as pessoas que tiveram contacto com um caso de infeção pelo coronavírus Covid-19 no Irão, revelou hoje o semanário económico Caixin.

9h05 - A universidade norte-americana Johns Hopkins tem um mapa online onde consegue monitorizar a evolução do Covid-19 em todo mundo e em tempo real (se estiver no telemóvel, aqui).

Notícias ao MinutoMapa interativo com propagação do Covid-19 © Reprodução/ Johns Hopkins University

Para já podemos observar 82.171 casos de infeção por coronavírus confirmados, 33.129 pessoas que recuperaram do vírus e 2804 mortes confirmadas.

9h - Se só chegou aqui agora, vamos recapitular: Nos últimos dois dias pelo menos 7 países reportaram os seus primeiros casos de infeção pelo novo coronavírus. O surto continua a espalhar-se pelo mundo e a maior parte dos novos infetados têm tido como local de passagem o norte de Itália.

A Itália é de momento o maior foco de infeção no exterior da Ásia, onde a epidemia está longe de ter acabado.

8h59 - Coreia do Sul revelou o maior aumento de novos casos até agora, anunciando que há mais 171 casos - 115 de Daegu e 24 de Gyeongsang -, o que perfaz um total de 505 novas infeções nas últimas 24 horas. No total há 1.766 casos confirmados no país e 13 vítimas mortais.

8h32 - Estónia acordou com a notícia de que tinha sido diagnosticado o primeiro caso de infeção por Covid-19 no país. O paciente é um cidadão iraniano que se encontra, atualmente, de quarentena num hospital em Tallinn, referiu o ministro dos Assuntos Sociais, Ttaanel Kiik, à emissora estatal estonianaEesti Television (ETV).

8h20 - O Irão elevou hoje para 22 o número de mortos devido ao surto do coronavírus, registando ainda 141 pessoas infetadas com o Covid-19, noticiou a agência estatal IRNA.

8h - A Arábia Saudita suspendeu hoje temporariamente a entrada de peregrinos que visitam a mesquita do profeta Maomé e os lugares sagrados do Islão em Meca e Medina, bem como turistas de países afetados pelo coronavírus Covid-19.

7h48 - A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou hoje que não existem restrições à estadia em Portugal de crianças, jovens e adultos que regressem de uma área de transmissão ativa do novo coronavírus (Covid-19), mas faz recomendações.

7h45 - Recorde aqui os principais desenvolvimentos ao minuto do que se passou durante o dia de ontem, quarta-feira.

7h25 - A Dinamarca anunciou hoje o primeiro caso de contaminação com o novo coronavírus. Trata-se de um homem que regressou do norte da Itália, na Lombardia, um caso que as autoridades dizem não ser grave.

7h18 - A China espera ter o surto do cornavírus Covid-19 sob controlo no final de abril, disse hoje o chefe da equipa de médicos especialistas da Comissão Nacional de Saúde da China, o pneumologista Zhong Nanshan. O médico garantiu que, "embora tenha havido um grande surto em Wuhan, a doença não se espalhou de forma maciça em outras cidades".

7h - De Wuhan chega-nos a história de uma ex-presidiária infetada que conseguiu romper bloqueios em Wuhan e viajar. A mulher que saiu recentemente da prisão e que está infetada pelo coronavírus Covid-19 conseguiu viajar mais de 1.100 quilómetros desde Wuhan até Pequim, infringindo as medidas de quarentena.

6h30 - Na China foram reveladas 29 novas mortes, referentes a quarta-feira, o que se traduz numa queda face ao dia anterior e confirmou ainda 433 novos casos, . Também a Coreia do Sul deu conta de 334 novos casos e 1.595 pessoas infetadas.

5h58 - Os Estados Unidos detetaram o primeiro caso de contaminação local pelo coronavírus Covid-19, com o número de infetados a aumentar para os 60, noticiaram os meios de comunicação norte-americanos na quarta-feira. O paciente em questão, não viajou recentemente para o exterior nem esteve em contacto com um caso de coronavírus confirmado.

5h50 - O presidente norte-americano indicou na quarta-feira o seu vice-Presidente, Mike Pence, para a coordenação da resposta à epidemia do novo coronavírus nos EUA, apesar de considerar que o risco para o país é "muito fraco".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório