Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Autoridades da Serra Leoa libertam crítico do Presidente da Libéria

As autoridades da Serra Leoa anunciaram hoje a libertação de um crítico do Presidente da Libéria, que estava detido a pedido das autoridades liberianas, devido às investigações contra si em curso.

Autoridades da Serra Leoa libertam crítico do Presidente da Libéria

Henry Costa deixou a Serra Leoa na quinta-feira, tendo seguido para os Estados Unidos da América (EUA), onde reside na maior parte do tempo, de acordo com uma fonte do serviço de imigração serra-leonino citada pela agência France-Presse.

Esta partida coloca em causa um eventual regresso de protestos na Libéria contra o Presidente, uma vez que Henry Costa tem sido uma das principais vozes contra o Presidente liberiano, George Weah.

Apresentador de um programa de rádio popular na Libéria, que produz a partir dos EUA, Henry Costa é um dos principais instigadores dos protestos anti-Weah, tendo tido a sua estação de rádio encerrada em outubro.

As autoridades da Serra Leoa abordaram Costa no aeroporto da capital, Freetown, na noite de terça-feira, a pedido das autoridades da Libéria, segundo a comunicação social dos dois países.

Henry Costa está a ser investigado pelas autoridades da Libéria, que suspeitam que os seus documentos de viagem são falsificados.

À rádio Democracia 98.1, o ministro da Informação da Serra Leoa, Mohamed Rahman Swaray, afirmou que o Governo liberiano pediu às autoridades para que investigassem Henry Costa.

"Uma breve investigação convenceu o Governo de que ele podia sair", acrescentou Swaray.

George Weah, antiga glória do futebol mundial, chegou à liderança do país em janeiro de 2018 e desde então tem sido alvo de críticas.

Uma das principais críticas tem sido a forma como a economia do país tem sido tratada, que levou a uma desvalorização da moeda.

A Libéria continua a sofrer dos efeitos de uma guerra civil que matou cerca de 250 mil pessoas entre 1989 e 2003 e pelo maior surto de Ébola (entre 2014 e 2016).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório